Aracaju, 19 de outubro de 2021

Breno Garibalde realiza oficina participativa sobre Plano Diretor

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

No último sábado (18), o vereador Breno Garibalde participou de uma roda de conversa sobre “Planejamento Urbano Participativo e Colaborativo”, juntamente com a arquiteta e urbanista, Dauane Santana, presidenta do Coletivo Camaleão Urbano. A ação fez parte Movimento Cultural de Aracaju, promovido pela Funcaju, e ocorreu na Biblioteca Municipal Ivone de Menezes Vieira.

Para Breno, o momento foi muito propício, já que foi possível ouvir várias demandas e entender qual é a cidade que as pessoas desejam.

“Estamos agora no início da revisão do Plano Diretor de Aracaju, então essa roda veio na hora certa. Levamos um mapa gigante de Aracaju, onde fizemos a identificação da área para promover uma melhor percepção local, identificamos os pontos positivos e negativos da cidade, e mapeamos os desejos das pessoas ali presentes, para entender como elas gostariam que Aracaju fosse”, explicou o parlamentar, que também é arquiteto e urbanista.

Além da roda de conversa sobre participação, a Biblioteca está sediando uma exposição intitulada “Corpo Sutil”, da fotógrafa Paola Louise, com participação de diversos outros artistas aracajuanos. E ontem também ocorreu um debate sobre arborização urbana, com o prof. Dr. Mário Jorge, lançamento do livro “Petrônio, meu pai”, da escritora Lílian Gomes, e apresentações musicais.

“Quero parabenizar a prefeitura, através da Funcaju, por promover esse tipo de evento que dá uso aos espaços públicos, valoriza os artistas locais, e nos possibilita tantas discussões importantes. Enquanto apaixonado por Aracaju, fiquei bem feliz em ver tanto artista de qualidade ocupando a biblioteca municipal”, disse o vereador.

Breno aproveitou a oportunidade para também reforçar a necessidade da participação das pessoas no Plano Diretor.

“Acredito que nesta semana já sejam divulgadas as datas das primeiras audiências públicas, que são momentos onde a equipe técnica da prefeitura se reúne com as comunidades dos bairros aracajuanos, para explicar o Plano e ouvir as sugestões de todos. Então eu peço mais uma vez que todos estejam atentos às datas, participem, cobrem e sugiram. Só com uma participação realmente ativa, poderemos construir um Plano Diretor que realmente funcione”, declarou.

Por Camila Ramos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Epecialistas orientam como alimentação pode prevenir câncer de mama
Procuradoria da Mulher: “Já existe, mas está difícil ser materializada”, afirma vereadora
Dr. Samuel apresenta Moção solicitando a rejeição da PEC 05/21 que trata da composição do CNMP
Pimentel destaca ações em benefício dos simãodienses