Aracaju, 22 de outubro de 2021

Cássio Gabus Mendes: ‘Tive o privilégio de conviver a minha vida inteira com ele’

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

No Encontro desta segunda-feira, Fátima Bernardes abriu o programa homenageando Luis Gustavo. O ator morreu no último domingo, 19/9, aos 87 anos, após lutar contra um câncer no intestino. A apresentadora conversou ao vivo com Cássio Gabus Mendes, que é sobrinho do ator.

“Tive o privilégio de conviver durante a minha vida inteira com ele, nos momentos de carreira inclusive, a gente dividindo um estúdio, um apartamento no Rio no meu começo de carreira. Isso foi na época de Ti-Ti-Ti, na primeira versão, em 85. Mas desde 1982, no primeiro trabalho que eu fiz na TV Globo, Elas por Elas. A gente tinha uma convivência de família”, contou Cássio, que completou:

“Uma lição de vida que tive com ele. Era um professor, tinha um amor pela vida muito grande. Não tinha tempo ruim com ele. Tinha carisma, alegria.”

O sobrinho também falou que Luis Gustavo o ajudava no começo da carreira dando dicas de atuação: “Ele me deu dicas, claro. No nosso trabalho, tem troca. Quando a gente está atuando, é fundamental você ter essa troca. Quando você tem um parceiro de trabalho com uma capacidade, um talento desse tamanho, isso quando você está iniciando uma carreira, isso te facilita muito.”

“Ele foi um gigante. Atuando, para a gente, ele é muito importante e foi fundamental na minha carreira, a vida inteira, sempre me ajudou muito, sempre conversando, trocando ideia, sempre foi especial.”

Cássio Gabus Mendes afirmou que o tio era apaixonado pela profissão e gostava de acompanhar os colegas de trabalho. “Um ponto marcante, ele tinha um amor pela profissão dele, pelo trabalho dele. Era um profissional de um tamanho muito grande, um respeito pela profissão muito grande, um estudioso, um admirador dos outros colegas, acompanhando sempre. Esse volume, essa força, essa paixão que ele tinha era muito bonito.”

Além de Cássio, amigos também deixaram suas mensagens em homenagem ao ator: Ana RosaTato Gabus Mendes (também sobrinho do ator), Marisa Orth e Murilo BenícioVeja no vídeo!

“Muito difícil falar num dia como este, um tio muito amado e que teve uma carreira brilhante que de certa forma revolucionou até a maneira de atuar, quando interpretou o Beto Rockfeller. Tatá, como a gente chamava na intimidade, era uma pessoa com humor sem fim, uma inteligência incrível, uma criatividade fantástica pra tudo. Alegrava demais as pessoas. O que conforta é que ele teve uma vida longa, cheia de aventuras. Ele deixa uma lição de vida pra nós: a gente tem que levar a vida de uma maneira mais leve, sempre com humor”, declarou Tato.

Por Gshow — São Paulo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Caixa d’água descoberta Santa Luzia vira pousada para urubus
Câmara do Jovem Empresário apresenta plano de estímulo aos negócios em Sergipe
Polícia Civil frustra entrega de droga no município de Itabaiana
Sergipe recebe mais de 92 mil doses de vacina contra a covid-19, nesta sexta-feira