Aracaju, 20 de outubro de 2021

Deputado Ibrain e Valmir Monteiro são recebidos pelo governador Belivaldo Chagas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O deputado estadual Ibrain de Valmir (PSC), acompanhado do seu pai, o ex-prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro, esteve na manhã desta terça-feira, 21, na sede do Governo de Sergipe, onde foram recebidos pelo governador Belivaldo Chagas e o secretário de Estado Geral de Governo, Felizola Filho.

A reunião teve como pauta, Lagarto e a região Centro-sul do nosso Estado.

“Em conversa totalmente agradável, solicitei que Lagarto continue sendo um canteiro de obras, através de  calçamento em varias áreas do município, tanto na zona urbana, como também na zona rural.”, disse Ibrain.

Aproveitando a visita, Ibrain fez questão de solicitar a revitalização da Rod. SE-265, que liga Lagarto a cidade de Itaporanga.

“Outro pedido feito, foi que seja dado celeridade na nossa indicação de número 306/2019, que solicita a revitalização da Rodovia SE-265, que liga os municípios de Lagarto a Itaporanga d’Ajuda, com destaque para os trechos que passam pelos povoados Gravatá, Sapé, Brasília, Jenipapo, e Estancinha”.

Em publicação nas redes sócias, o parlamentar agradeceu a cordialidade e reafirmou seu apoio a pautas que tragam melhorias para a população.

“De antemão, quero agradecer ao Governador Belivaldo Chagas e ao secretário Felizola Filho pela recepção e atenção com nossas demandas. Sabemos que existem muitas coisas ainda a serem feitas no nosso Estado, por isso, reafirmamos nosso apoio em contribuir da melhor forma com aquilo que venha ajudar a nossa população”.

Da assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Simula Enem aplicado presencialmente em todos polos Preuni
Belivaldo mostra o “dever de casa” que fez nas contas do Estado para “Sergipe avançar”
18 anos do Bolsa Família são destacados pelo deputado João Daniel em sessão da Câmara
Com 6ª alta consecutiva, preço da gasolina já está 12% mais caro nas primeiras semanas de outubro