Aracaju, 20 de outubro de 2021

Pesquisa em Laranjeiras não tirará do “foco” o Hospital de Campanha da PMA! 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Visivelmente “acuado” após a ação criminal movida pelo Ministério Público Federal (MPF) apontando uma série de irregularidades cometidas por servidores e aliados de sua gestão com recursos federais para a construção e manutenção do Hospital de Campanha da PMA, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), acionou seu já conhecido “marketing” para tentar reverter o cenário ou minimizar o desgaste e, “do nada”, eis que surge uma pesquisa eleitoral para o governo, apenas em Laranjeiras, mas já sinalizando que Edvaldo seria o governador de Sergipe se a eleição fosse hoje…

Pelo levantamento do Instituto Padrão – que não tem nada com isso e foi contratado para fazer seu trabalho de pesquisa – Edvaldo “nada de braçadas” para vencer a eleição, já no 1º turno, sem disputa, sem chances para seus adversários e, muito menos, para os aliados que querem concorrer ao Executivo. Com todo respeito, mas como já não tem mais direito à reeleição na PMA, é melhor Edvaldo se preparar para disputar a prefeitura de Laranjeiras em 2024! Esse “tiro” findou “saindo pela culatra”! Se brincar já virou “meme” na internet!

A coluna reitera o maior respeito aos veículos de comunicação que propagaram a pesquisa, mas pontua que ela não serve de parâmetro para quase nada, neste momento, considerando que o eleitorado de Laranjeiras na eleição de 2020 foi de 21.593, o equivalente a pouco mais de 1% de todo o eleitorado do Estado; outro aspecto é que o agrupamento liderado pelo governador Belivaldo Chagas (PSD) aguarda uma sinalização do “galeguinho” sobre quem será o candidato em 2022 e, se depender da maioria dos políticos e empresários, o “escolhido” não será Edvaldo…

Houve quem enxergou que essa pesquisa representa algo “conspiratório” contra outra indicação da base do governo; houve também quem achou que é uma tentativa de ridicularizar qualquer outra candidatura da oposição. Para este colunista as duas “teorias” se somam e fazem sentido, mas o verdadeiro objetivo da divulgação desse levantamento foi criar um “truque de mágica”, ou melhor, um “truque de marketing”, criar uma “cortina de fumaça” para o escândalo envolvendo o Hospital de Campanha, alguns servidores e empresários, denunciados criminalmente pelo MPF!

A denúncia da Procuradora Eunice Dantas atingiu o “coração” da gestão de Edvaldo Nogueira! Pessoas de sua inteira confiança, segundo os diálogos telemáticos, autorizados pela Justiça e anexados à ação penal, conspiravam abertamente e de forma escancarada, bem embaixo do nariz do prefeito, sem que ele suspeitasse! Favorecimentos ilícitos, manipulação, descaso com a administração pública! Um abuso! A sociedade ainda está estarrecida com o que leu, com o que foi exposto! E o pior: a conspiração envolvia o dinheiro federal que veio para o combate à covid-19!

E aqui este colunista não está a subestimar a capacidade do prefeito Edvaldo Nogueira de chegar ao governo do Estado. Ele já conquistou a PMA por três vezes! Mas que o “alcaide” encontre outra forma de “fugir do assunto”! Que seu marketing, que é por demais criativo, encontre uma saída desse “abismo” que parece ser o Hospital de Campanha sem UTI! Vidas poderiam ter sido salvas! A pesquisa? Ela não tira o sono de ninguém! Ou melhor, até tira! Do atual prefeito de Laranjeiras, Juca de Bala! Ele já sabe que em 2024 terá um concorrente forte. Tudo no “Padrão”…Edvaldo de ser!

Veja essa!

No corpo da ação criminal, Eunice Dantas detalha a estrutura familiar montada dentro da Prefeitura de Aracaju, detalhando que o empresário Téo Santana é irmão de Luiz Roberto Dantas de Santana, presidente da EMSURB (Empresa Municipal de Serviços Urbanos) e membro do Comitê19 de Operação de Emergência contra a Covid-19 de Aracaju.

 E essa!

Téo Santana também é primo de Jeferson Dantas Passos, Secretário da Fazenda de Aracaju e igualmente componente do COE, cuja esposa, Mônica Cristina Siqueira Passos, era, à época, Diretora Financeira da SMS. “Logo, a influência de TEÓFILO (Téo Santana) era tamanha, que o encaminhamento do contrato em prol da empresa dele foi adiantado publicamente pela imprensa”, avalia a Procuradora da República.

Insumos garantidos

Ainda segundo a denúncia, Téo Santana já se comportava como se a edificação do HCamp tivesse sido adjudicada a ele, tanto que, em uma mensagem monitorada pela PF, às 15h10min do dia 27.03.2020, postou em um grupo de whatsapp imagem de conversa mantida com ROSSINI (servidor da Seplog), na qual informou que estava com os insumos garantidos, aguardando apenas a oficialização do ajuste, e questionou se já poderia iniciar os trabalhos de montagem do Hospital de Campanha.

 Quem manda?

E ROSSINI pontuou que “tem que esperar o start aqui”, mas que iria “conversar com quem manda”. “De quebra, constatam-se novas cobranças de Téo Santana e satisfações de ROSSINI sobre pendências financeiras da Prefeitura em relação ao empresário, denotando, à desdúvida, que o servidor atuava internamente como operador do comerciante”, aponta Eunice Dantas. Como perguntar não ofende, e quem manda na PMA, afinal?

O custo de Rossini!

Afastado de suas funções administrativas, mediante decisão judicial, desde meados de 2020, o servidor Rossini continua sendo remunerado pela Prefeitura de Aracaju? Diante dos fortes indícios de que ele teria beneficiado o empresário Téo Santana na dispensa de licitação, conforme denúncia do MPF, é justo que a sociedade aracajuana, o contribuinte pagador de impostos, continue trabalhando para arcar com seus salários? Qual o custo dele para o Município?

Bomba!

O setor jurídico da Petróleo Brasileiro SA (Petrobras) encaminhou um relatório (RAP.2.14930) e pede providências do Ministério Público Estadual de Sergipe, no qual teria apurado, internamente, denúncias recebidas por sua Ouvidoria sobre possíveis irregularidades nos contratos de patrocínio, na liberação e aplicação de recursos relacionados aos mesmos.

Exclusiva!

Conforme relatório da Petrobras, sua apuração “cita o ex-empregado Luiz Roberto Dantas de Santana (atual presidente da EMSURB) como responsável por possível prática de favorecimento e como beneficiário em possíveis desvios de recursos oriundos de contratos de patrocínios”. A denúncia do setor jurídico, para o MPE/SE, revela ainda que o ex-empregado “foi desligado por justa causa em 19/04/2019”.

O que diz a Petrobras?

No relatório encaminhado ao Ministério Público Estadual a Petrobras fala em “conflitos de interesse, omissão e favorecimentos” e relata ainda que Luiz Roberto tentou reverter a demissão por justa causa, mas “os fatos que ensejaram a demissão por justa causa do ex-empregado encontram-se fora do escopo da presente apuração, que aborda novos fatos e outras questões”.

Relações Impróprias!

Ainda no material enviado pelo jurídico da Petrobras, pedindo providências do MPE/SE, a estatal que foi “identificada relação imprópria de Téo Santana e seu irmão, o ex-empregado Luiz Roberto Dantas de Santana, por meio das empresas TÉO SANTANA, MEGA, ESTRUTURART e FAMA. E que mensagens de correio eletrônico corporativo do então empregado (Luiz Roberto) comprovam o conflito de interesses, evidenciando condutas contrárias ao Código de Ética, além de violar os princípios fundamentais da administração pública”.

Recebeu parte da verba?

Diz a denúncia da Petrobras que “em análise da caixa de correio eletrônico corporativo do ex-empregado Luiz Roberto Dantas de Santana, foi possível concluir o indicativo de tratativa para recebimento de parte da verba de patrocínio do contrato”. A estatal comunicou ao MPE/SE que os indícios de ilícitos enumerados “podem ocasionar a instauração de Processo Administrativo de Responsabilização (PAR) já encaminhados à área competente para realizar análise de admissibilidade”.

COAF já atestou!

A Petrobras revela ainda no relatório enviado para Sergipe que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) já analisou as supostas contratações suspeitas e o Relatório de Inteligência Financeira (RIF) teria confirmado “operações consideradas atípicas” em diversas transações financeiras e que as empresas citadas “realizavam saques em espécie, nas contas das outras, sugerindo a interligação entre elas e a gestão unificada”.

Espaço aberto!

Da mesma forma que a coluna externa, com exclusividade, a denúncia da Petrobras enviada ao MPESE contra o ex-empregado e as empresas de eventos citadas, também está aberta para o contraditório, para que os citados possam se manifestar e apresentar suas explicações. É importante, também, que o próprio Ministério Público Estadual se posicione acerca do que está sendo posto pela estatal.

Renascer & PMA I

Pode até parecer, mas não é coincidência: há algum tempo este colunista já denunciou as “articulações familiares” na Prefeitura de Aracaju e na Fundação Renascer. Na primeira, conforme denúncia do próprio MPF, o empresário Téo Santana é irmão do presidente da Emsurb, Luiz Roberto, e primo do secretário da Fazenda, Jeferson Passos, esposo de Mônica, então Diretora Financeira da SMS.

Renascer & PMA II

Na Fundação Renascer tem de tudo e muito mais; mas duas “figurinhas repetidas” nesta coluna são bem conhecidas dos leitores: Larissa (responsável por contratos e licitações) e Crerlin (mãe de Larissa e responsável pelos suprimentos de fundos do órgão). Já denunciadas aqui por muitas coisas, inclusive pelo fato de terem sido nomeadas retroativamente em cargo de comissão, quando já recebiam para exercerem as mesmas funções através de uma terceirizada que presta serviços á Fundação.

 IAC na Renascer!

Falando na Renascer, lá vai outra: uma empresa chamada IAC, durante três ou quatro meses andou efetuando pagamento dos “servidores vinculados ao seu contrato”, entregando todo o “valor da folha” em espécie e em mãos às representantes da Fundação para que elas efetuassem a operação “de pagamento”, tudo isso sobre a “sombra da Mangueira”!

Calote milionário!

A denúncia chegou a este colunista através de um ex-servidor (a) da Fundação que revelou nunca concordar com este e nem com outros procedimentos praticados pela gestão. Por conta de suas posições, findou tendo que ficar distante. Já outro ex-servidor informou que a empresa IAC, que foi parceira da gestão e confiou nas promessas mal intencionadas, hoje convive com um “calote” superior a R$ 1 milhão! E sabe o que é pior? O “cinismo”, o “falso moralismo” de gestores “caloteiros” que atuam na gestão pública de Sergipe…

Olha a Nestor Sampaio!

A coluna chama a atenção dos responsáveis pela Prefeitura de Aracaju! A mudança no transito da avenida Nestor Sampaio, imposta pela gestão do prefeito Edvaldo Nogueira, ameaça “quebrar” mais de 200 empresas na região. Até o momento cerca de 15 lojas encerraram suas atividades, desempregando mais de 60 pessoas. É o “caos”, mas a culpa é “sempre de Bolsonaro”…

Alô Unit!

Semana passada este colunista presenciou algo inusitado no Campi da Unit da Farolândia, durante a vacinação contra a covid-19. Tudo muito organizado, diga-se de passagem, mas com uma pequena restrição: o acesso de veículos estava suspenso e quem estava apto para ser imunizado, tinha que recorrer ao estacionamento particular da Universidade para guardar seu veículo, ou seja, mesmo indiretamente isso não seria pagar para se vacinar? Por mais que essa não seja a intenção da entidade, não custa liberar os “vacinados” da cobrança! Fica a dica!

Janier Mota I

Atenta às demandas de todas as regiões sergipanas, a deputada estadual Janier Mota (PL) solicitou ao Governo do Estado o asfaltamento da rodovia que interliga o Povoado Ladeiras ao Povoado Usina Santana, na cidade de Japoatã, no Baixo São Francisco. O pedido foi feito através de indicação protocolada na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese).

Janier Mota II

Além das ações no campo da saúde, Janier Mota tem uma atuação muito forte na defesa da recuperação das rodovias estaduais, sendo que muitas de suas indicações na Alese se voltam para esse setor, solicitando reformas, asfaltamentos, sinalizações, limpezas e iluminações em vias de regiões do Sul ao Sertão Sergipano.

Janier Mota III

“Em mais uma ação voltada para melhorias das estradas estaduais, protocolei indicação requerendo ao Governo do Estado, através do Departamento Estadual da Infraestrutura Rodoviária, o DER, que realize asfaltamento da rodovia que liga os Povoados Ladeiras e Usina Santana”, reforça a parlamentar.

Facilita o tráfego

Janier Mota ressalta que a obra de pavimentação asfáltica entre os povoados irá facilitar o tráfego de veículos e locomoção dos moradores desta região de Japoatã. “Com certeza, contribuirá com o escoamento de mercadorias e desenvolvimento socioeconômico local”, finaliza.

Luciano Bispo I

O deputado estadual Luciano Bispo (MDB) foi entrevistado no programa Inove Notícias, da Rádio Cultura de Aracaju, pelo radialista Kléber Alves, e reafirmou que tem sim intenção de disputar o pleito de 2022 por seu agrupamento na chapa majoritária, como pré-candidato a governador ou a vice. Ele explicou que é um “homem de grupo” e que saberá respeitar a vontade da maioria.

Luciano Bispo II

Na oportunidade Luciano disse que carrega consigo a tradição dos “Bispos” do compromisso com a palavra. “Eu não posso dar minha palavra hoje, fazer um discurso aqui e amanhã falar algo completamente diferente. Nosso perfil é diferente. Nós podemos até demorar a assumir um compromisso, mas depois de feito, nós vamos cumpri-lo. Esse é um diferencial nosso”.

Luciano Bispo III

Sobre a possibilidade de participar da chapa majoritária no próximo ano, Luciano disse que “Sou um homem de grupo, estamos unidos e gostaria que meu nome estivesse dentro do contexto. Acho que mereço compor a chapa majoritária porque eu somo, eu ajudo, mas também sei respeitar o desejo da maioria. Por isso eu converso com todos. O nosso grupo tem bons nomes para disputar essa eleição”.

Sobre Rogério

Questionado sobre Rogério Carvalho (PT) disputando o governo contra a situação, Luciano disse que essa é uma decisão de foro íntimo do petista, mas ainda crê que as divergências serão superadas com tranquilidade e paciência. Já sobre o almoço com alguns líder do grupo, na Fazenda da família Mitidieri, semana passada, o deputado minimizou qualquer polêmica e fez sua avaliação.

Sobre o almoço

“Não tem constrangimento algum! Você faz um almoço e convida algumas pessoas. Nada de anormal. Talvez eles queriam conversar algumas coisas, talvez não era o momento de eu estar ali. Mas naquele mesmo dia eu tive que correr para o almoço de aniversário do também amigo Luciano da Celi. Já tinha assumido esse compromisso e não poderia faltar”, detalhou Luciano.

Sobre Jackson Barreto

Questionado sobre o ex-governador Jackson Barreto, Luciano disse que ele dificilmente ficará no MDB, mas onde estiver filiado, não abre mão do voto em Lula para presidente. “Jackson é pré-candidato a deputado federal e ele entende que, em BSB, num possível governo de Lula, ele reúne muitas condições de ajudar Sergipe. Ele fica no agrupamento liderado por Belivaldo, mas votando em Lula

Alessandro Vieira

O senador Alessandro Viera recebeu no Cidadania Sergipe o atual vice-prefeito de Pedra Mole, Dunga (Edmilson de Carvalho Barros). “Dunga” foi vereador de Pedra Mole na última legislatura (2017-2020), quando presidiu a Câmara Municipal. No ato de filiação, o vice-prefeito colocou o nome à disposição para ser candidato à deputado estadual nas eleições de 2022. “Confio no trabalho do senador Alessandro e essa admiração pela atuação e seriedade dele motivaram minha filiação ao Cidadania”.

“Dunga e Zangado”

Nem bem o vice-prefeito de Pedra Mole se filiou ao Cidadania e a turma da internet não perdeu tempo e começou a “zoar” o senador Alessandro Vieira: conhecido pela postura mais “fechada” em atos públicos, um “gaiato” soltou que o Cidadania agora já tem o Dunga e o Zangado. Que maldade…

Falando nele

Ao seu “estilo”, Alessandro Vieira prestigiou aos religiosos em Nossa Senhora das Dores. A informação é que o prefeito Mário da Clínica também recepcionou os deputados estaduais Georgeo Passos e Kitty Lima (ambos do Cidadania), Zezinho Guimarães (MDB) e Zezinho Sobral (PODE), além do muito prestigiado André Moura e do pré-candidato a deputado estadual Cristiano Cavalcante.

Diná Almeida I

A deputada estadual Diná Almeida (Podemos) participou de duas solenidades de assinaturas de Ordens de Serviços no interior sergipano, a convite do Governador Belivaldo Chagas e do Secretário Estadual do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), Ubirajara Barreto.

Diná Almeida II

A primeira, em Riachão do Dantas, foi para a execução de revestimento primário na Rodovia SE-287, nos trechos da entrada do povoado Tanque Novo e do povoado Triunfo (Simão Dias). Em seguida, foi a vez da assinatura da Ordem de Serviço em Boquim, para reestruturação de parte da Rodovia SE-160, no trecho que liga o município a Pedrinhas.

Diná Almeida III

Durante a assinatura de uma das Ordens de Serviço, o Governador Belivaldo Chagas citou que os deputados ali presentes, a exemplo de Diná Almeida, eram parceiros de sua gestão. A parlamentar costuma buscar e cobrar soluções para atender às demandas dos municípios junto ao Governo, aproveitando cada oportunidade para dialogar com as demais autoridades sobre projetos e ações.

Cidadania sergipana

A Assembleia Legislativa de Sergipe, por iniciativa do mandato do presidente e deputado estadual Luciano Bispo (MDB), concedeu na tarde dessa segunda-feira (20), em solenidade no gabinete da presidência, o Título de Cidadão Sergipano ao Maestro Guilherme Mannis, Diretor Artístico e Regente Titular da Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE), desde 2006. A solenidade foi prestigiada por familiares e amigos do homenageado, além do deputado estadual Luciano Pimentel (sem partido) e da presidente da Funcap, Conceição Vieira, e o diretor de Cultura, Yuri Rocha.

Trajetória vitoriosa

Sobre o homenageado, Luciano Bispo explicou que aquele gesto se tratava do reconhecimento a uma trajetória de vida vitoriosa, digna e que enobrece ainda mais o Diploma de Cidadão Honorário. “Mannis desenvolveu, ao longo de 11 anos, reconhecido projeto de inserção da Sinfônica de Sergipe no cenário artístico nacional, realçando-se a realização de diversas temporadas anuais, variadas gravações de música brasileira, turnês nacionais, participações em Festivais Internacionais e realização de óperas em concerto, dentre outras”.

Orquestra Sinfônica

Luciano Bispo acrescentou ainda que, sob sua direção, a Orquestra Sinfônica de Sergipe promoveu também apresentações pelo interior do Estado de Sergipe e a popularização do acesso à música de concerto. “Mannis também foi responsável pela concepção do projeto social Orquestra Jovem de Sergipe, proporcionando ensino musical a centenas de jovens carentes de Aracaju. Muito me estima ter sido o autor do pedido desta homenagem. Parabéns pelo seu bom exemplo e agradeço pela oportunidade de lhe conceder tal honraria”.

Guilherme Mannis I

Por sua vez, o homenageado fez um discurso de agradecimento ao presidente Luciano Bispo em nome de toda a Assembleia Legislativa. “Nós somos um organismo de muitas cabeças, e cada uma delas é importante, com suas ideias, com tudo aquilo de bom que pode trazer com sua arte. Todos lá estudamos música e nossos instrumentos desde pequenos e temos uma enorme trajetória. Levamos toda esta carga de paixão pela arte para todos os ensaios e apresentações”, disse o Maestro, registrando a presença da spalla da Orquestra, Susan Rabelo.

Guilherme Mannis II

Em seguida, Guilherme Mannis pontuou que, apesar dos 15 anos de trabalho, os desafios seguem diários. “Os músicos fizeram e fazem bonito, propiciando ao público, memoráveis temporadas de concerto. Nossa Orquestra rompeu as fronteiras do Estado, alcançando enormes sucessos de público e de crítica, em concertos em São Paulo (Sala São Paulo, Teatro Popular do Sesi e Festival de Inverno de Campos do Jordão), no Rio de Janeiro (Sala Cecília Meirelles), em Brasília (Teatro Nacional) e Curitiba (Teatro Guaíra)”.

Guilherme Mannis III

Mannis disse ainda que Sergipe deixou de ser visto apenas como um Estado vocacionado para o turismo e belas praias, mas pelo celeiro de Cultura, de grandes pensadores e realizadores. “Muito há ainda de ser feito: pedimos e precisamos do apoio de toda a classe política para a estabilização mais efetiva da Orquestra Sinfônica por maior da institucionalização administrativa do grupo, do acréscimo de profissionais e da valorização da carreira de todos que a compõem. Agradeço, de coração, a todos que tiveram confiança no meu trabalho. Obrigado Sergipe pela vida que me proporcionou”.

Breno Garibalde I

O vereador Breno Garibalde participou de uma roda de conversa sobre “Planejamento Urbano Participativo e Colaborativo”, juntamente com a arquiteta e urbanista, Dauane Santana, presidenta do Coletivo Camaleão Urbano. A ação fez parte Movimento Cultural de Aracaju, promovido pela Funcaju, e ocorreu na Biblioteca Municipal Ivone de Menezes Vieira. Para Breno, o momento foi muito propício, já que foi possível ouvir várias demandas e entender qual é a cidade que as pessoas desejam.

Breno Garibalde II

“Estamos agora no início da revisão do Plano Diretor de Aracaju, então essa roda veio na hora certa. Levamos um mapa gigante de Aracaju, onde fizemos a identificação da área para promover uma melhor percepção local, identificamos os pontos positivos e negativos da cidade, e mapeamos os desejos das pessoas ali presentes, para entender como elas gostariam que Aracaju fosse”, explicou o parlamentar, que também é arquiteto e urbanista.

Breno Garibalde III

Além da roda de conversa sobre participação, a Biblioteca está sediando uma exposição intitulada “Corpo Sutil”, da fotógrafa Paola Louise, com participação de diversos outros artistas aracajuanos. E ontem também ocorreu um debate sobre arborização urbana, com o prof. Dr. Mário Jorge, lançamento do livro “Petrônio, meu pai”, da escritora Lílian Gomes, e apresentações musicais. “Quero parabenizar a prefeitura, através da Funcaju, por promover esse tipo de evento que dá uso aos espaços públicos, valoriza os artistas locais, e nos possibilita tantas discussões importantes. Enquanto apaixonado por Aracaju, fiquei bem feliz em ver tanto artista de qualidade ocupando a biblioteca municipal”, disse o vereador.

Plano Diretor

Breno aproveitou a oportunidade para também reforçar a necessidade da participação das pessoas no Plano Diretor. “Acredito que nesta semana já sejam divulgadas as datas das primeiras audiências públicas, que são momentos onde a equipe técnica da prefeitura se reúne com as comunidades dos bairros aracajuanos, para explicar o Plano e ouvir as sugestões de todos. Então eu peço mais uma vez que todos estejam atentos às datas, participem, cobrem e sugiram. Só com uma participação realmente ativa, poderemos construir um Plano Diretor que realmente funcione”, declarou.

Corredor Cultural da Funcap

Na próxima quinta-feira, 23 de setembro, às 10h, no Corredor Cultural da Funcap, a professora Doutora Andreza Maynard, do Departamento de História da UFS, lançará o livro “De Holywood a Aracaju”, resultado de uma vasta pesquisa sobre a Aracaju no período da II Guerra Mundial.

Lançamento I

O livro é uma viagem à Aracaju de 1942 para conhecer os costumes e o cotidiano da população daquela época, tendo como linha condutora a II Guerra Mundial e os torpedeamentos feitos pelos alemães na costa sergipana. E, ainda, saber como os filmes produzidos à época nos Estados Unidos e exibidos nos cinemas Rio Branco, Guarany, Rex, São Francisco e Vitória (na capital sergipana), ajudaram a explicar para os sergipanos o que estava acontecendo no mundo.

Lançamento II

De acordo com a autora, o comportamento social dos aracajuanos, naquele período, contou com situações que foram registradas somente em Sergipe. “O então governador, Augusto Maynard, autorizou o Estado a pagar ingressos de cinema para os servidores públicos, principalmente os das forças de segurança, para que tivessem ciência do que era a guerra. Nas páginas dos jornais onde as sessões dos filmes eram divulgadas também havia textos/crônicas abordando a situação, o que ajudava a população a entender o confronto, uma prática não realizada em outros Estados”, observa.

Lançamento III

Escrito em uma linguagem simples, “De Holywood a Aracaju” apresenta ao leitor uma série de imagens como mapas, fotografias dos cinemas e cenas dos filmes analisados. A obra possui pesquisas realizadas em arquivos de jornais, revistas, filmes, relatórios oficiais e depoimentos, bem como o olhar de autores que, de alguma forma, ajudaram a pensar a narrativa apresentada pelo livro, a exemplo do memorialista sergipano Murilo Melins.

“Orgulho do Santa Maria”

O Projeto Cultural “Orgulho do Santa Maria”, que tem como objetivo resgatar a autoestima dos moradores do bairro, vai ser lançado no dia 04 de outubro, às 8h da manhã, na Capela Nossa Senhora de Fátima. O coordenador geral do Projeto, Edjan Cruz Alves, confirmou que irá convidar, para participar da solenidade de lançamento, os representantes; do Governo do Estado, da Prefeitura de Aracaju, do Tribunal de Justiça, do Ministério Público de Sergipe e do Sindicato dos Jornalistas. “Queremos unir forças para difundir esse Projeto e entregar à comunidade um patrimônio imaterial que é nosso. A história de luta e as conquistas do Santa Maria”.

Edjan Cruz Alves I

O primeiro passo do projeto já começou, de acordo com Edjan; a divulgação do jingle com a música “Orgulho do Santa Maria”. Segundo o coordenador do Projeto, “a música vai tocar, sem parar. Um carro de som vai circular na Prainha, Marivan, Paraíso do Sul, 17 de março, Conjunto Padre Pedro e nas adjacências do Santa Maria, divulgando a letra e a música do Projeto. As pessoas vão se encantar com esse movimento cultural que resgata o orgulho de viver no bairro Santa Maria”.

Edjan Cruz Alves II

No segundo momento, será gravado um clip com crianças, adolescentes e jovens do bairro, ao som da música “Orgulho do Santa Maria”, explicou Edjan. “O vídeo será produzido e dirigido por especialistas sergipanos em: Marketing, Publicidade e Jornalismo. O lançamento será no próximo mês e estará nas redes sociais (Instagram, Facebool, Youtube) e nos grupos de Whatsapp e Telegram”. A coordenação do Projeto adiantou que irá procurar o presidente do Sistema Atalaia de Comunicação, empresário Wálter Franco, para formalizar uma parceria institucional e divulgar o vídeo na emissora afiliada da Record, em sua programação diária.

Concurso de Redação I

Após o lançamento do Projeto, o coordenador vai se reunir com diretores e professores, das escolas da rede pública; municipal e estadual do Santa Maria, além de pais de alunos para anunciar o concurso de redação, com o tema definido: “Orgulho do Santa Maria”. Edjan Cruz garantiu que os autores das três melhores redações vão ser premiados e o vencedor terá o seu texto publicado num jornal local de circulação diária.

Concurso de Redação II

“Vamos pedir apoio cultural ao Banese, Banesecard, Gbarbosa, Posto Petrox, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Governo do Estado e à Prefeitura de Aracaju para premiar os vencedores desse importante concurso de redação, frisou o coordenador do Projeto.  “A partir de hoje a história do Santa Maria vai ser contada e ensinada nos lares, nas igrejas, nas escolas e nas associações. É fundamental conhecermos de onde viemos e para onde vamos”, filosofou Edjan.

Quem é Edjan Cruz?

O coordenador do Projeto, Edjan Cruz Alves, é morador do Santa Maria e desenvolve um trabalho social em favor das famílias carentes. Ele nasceu em Cedro de São João, tem 41 anos, é casado, tem um filho. Edjan estudou filosofia na UFS, foi seminarista (seminário maior e menor de Nossa Senhora da Conceição), é formado em teologia pela PUC de Minas Gerais, cursa o 9º. período de Serviço Social (UFS), e desenvolve a atividade profissional representante comercial.  Edjan Cruz revelou que seu maior sonho é: “transformar a vida das crianças que moram no Santa Maria, oferecendo educação de qualidade e um futuro promissor”.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Rogério vota pela criação de auxílio para famílias de baixa renda comprarem gás
Aracaju: Secretaria Saúde confirma transmissão comunitária da variante Delta no município
Hospital Primavera celebra Dia do Médico de uma forma diferente
Governo de Sergipe paga o auxílio tecnológico a mais de 5.700 professores