Aracaju, 20 de outubro de 2021

Tribunal de Contas de Sergipe aprova legalidade em concurso da Alese

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A legalidade do primeiro concurso realizado pela Assembleia Legislativa de Sergipe, na gestão do presidente Luciano Bispo (MDB), visando o preenchimento de 96 vagas para os níveis médio e superior, foi aprovada pelo colegiado do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE).

Durante sessão do pleno, o conselheiro Carlos Alberto Sobral de Souza, seguiu o entendimento do Ministério Público de Contas e entendeu que o concurso da Alese realizado em 2018 através da Fundação Carlos Chagas, obedeceu estritamente os procedimentos constitucionais e legais, relativos à realização do concurso público.

De acordo com o deputado Luciano Bispo, a realização do primeiro concurso público da Alese, foi um dos compromissos assumidos em campanha e realizado na sua gestão como presidente da Alese.

“O concurso aconteceu da forma mais legal, clara e transparente possível e apesar das 96 vagas inicialmente disponibilizadas, foram convocados mais de 100 candidatos, em virtude da desistência de alguns aprovados”, observa Luciano Bispo, acrescentando que se sente grato por ter realizado o primeiro concurso da história da Assembleia Legislativa de Sergipe, beneficiando sergipanos e candidatos que vieram de outros estados.

Entre os cargos oferecidos, foram ocupadas vagas para médicos, enfermeiros, dentistas, jornalistas, engenheiros, pessoal de apoio jurídico e técnico administrativo.

Foto: Jadilson Simões

Por Aldaci de Souza

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Rogério vota pela criação de auxílio para famílias de baixa renda comprarem gás
Aracaju: Secretaria Saúde confirma transmissão comunitária da variante Delta no município
Hospital Primavera celebra Dia do Médico de uma forma diferente
Governo de Sergipe paga o auxílio tecnológico a mais de 5.700 professores