Aracaju, 22 de outubro de 2021

Banese inaugura Ponto de Atendimento em Monte Alegre e passa a ofertar serviços

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Solenidade aconteceu na última sexta-feira (24) e contou com a presença de autoridades locais, diretores do banco e da população

Na última sexta-feira (24) o Banese inaugurou o Ponto de Atendimento no município de Monte Alegre, distante 143 Km de Aracaju, e reestabeleceu o acesso da população a serviços bancários. A abertura do Correspondente Bancário (Corban) na cidade havia sido anunciada pelo presidente do Banese, Helom Oliveira, durante reunião com a comunidade monte-alegrense realizada no dia 30 de agosto. Segundo ele, ao levar serviços bancários para o município, evitando que a população tenha que deslocar-se para cidades vizinhas para receber os salários e realizar transações financeiras, o Banese cumpre o papel da instituição, de agente de fomento ao desenvolvimento econômico local e regional.

“Além de oferecer produtos e serviços financeiros aos sergipanos, estamos incentivando o resgate da cidadania financeira dos monte-alegrenses, e estreitando a parceria com o poder municipal, à medida em que podemos oferecer soluções inteligentes de assistência ao município. É importante destacar que a construção deste Ponto atende, ainda, a uma solicitação do governador Belivaldo Chagas, por ele saber da importância dos serviços bancários para a inclusão econômica e social em todas as regiões do Estado”, afirma Helom Oliveira.

A inauguração, que seguiu os protocolos de saúde exigidos em virtude da Covid-19, contou com a presença de autoridades locais, diretores do Banese e da população. Esta última acompanhou a solenidade na parte externa do prédio, em área montada para esta finalidade.

Para a prefeita Nena de Luciano, a chegada do Banese à cidade é motivo de muita alegria e de alívio, uma vez que não haverá mais a necessidade de os monte-alegrenses, especialmente os aposentados e pensionistas mais idosos, viajarem até Nossa Senhora da Glória para receber os vencimentos. “Além do perigo em ter que fazer a viagem, não era justo que passassem o dia todo para receber o dinheiro, porque muitos deles saíam às 9h e só retornavam às 15h, fizesse chuva ou sol. Graças a Deus isso vai acabar, e só tenho a agradecer ao governador Belivaldo Chagas e ao presidente do Banese, Helom Oliveira, por terem atendido o nosso pedido”, frisou a gestora municipal.

A prefeita também destacou a importância econômica da medida para o município, pois, segundo ela, há cerca de seis meses o comércio local passou a sofrer forte queda nas receitas. O depoimento da prefeita Nena de Luciano é reforçado pelos empresários locais, como Victor Gutierrez Silva Andrade e José Valdeir de Andrade, do supermercado Victor e Milena. De acordo com eles, ao longo dos 28 anos de existência do estabelecimento este foi o pior momento que registraram, com queda nas vendas de aproximadamente 40%. A empresa familiar conta com 45 funcionários e a chegada do Banese à cidade impediu a demissão de alguns deles.

“As pessoas estavam indo para Glória receber os salários, e lá mesmo já faziam as compras, e isso causou prejuízo nas vendas, nos deixando sem condições para arcar com a folha dos funcionários. Por isso já estudávamos demitir alguns deles. Como o Banese chegou, nossa esperança de que a economia local seja retomada voltou, e não estamos mais pensando em dispensar funcionários”, explica Victor Gutierrez.

Segundo José Andrade, pai de Victor, eles também estavam sob imenso perigo, já que os salários dos empregados passaram a ser pagos em espécie, e pelo menos uma vez por dia ele era obrigado a ir ao município vizinho para realizar depósitos e saques. “Agora, vou orientar meus funcionários a abrirem conta no Banese para que possam receber pelo banco”, salienta.

O empresário do ramo de postos de combustível, Marcos Antônio Oliveira, também destaca a importância do novo Ponto de Atendimento do Banese para segurança dos empresários e para a retomada do comércio na cidade. “Era uma dificuldade e um perigo termos que ir à Gloria todos os dias, até duas vezes, em algumas situações, para ter atendimento bancário. Não cheguei a contratar serviço de segurança porque estava na esperança da chegada do Ponto de Atendimento. Agora, espero que as coisas sejam normalizadas”, declara Marcos Antônio, que conta com 29 funcionários e afirma ter registrado prejuízo acima de 20% no período em que Monte Alegre perdeu o acesso a serviços bancários.

SOBRE O PONTO DE ATENDIMENTO

Localizado no prédio vizinho ao da Câmara de Vereadores, o Ponto de Atendimento funcionará de segunda a sexta-feira das 7h30 às 17h, e aos sábados das 7h30 às 13h. O Correspondente Bancário conta com atendimento presencial, que é realizado por dois funcionários, e com quatro caixas de autoatendimento, sendo que em um deles é possível realizar depósito automático, em tempo real, em conta corrente. Uma vez por semana um gerente de Negócios da Agência de Nossa Senhora da Glória estará na unidade para oferecer outros serviços bancários especializados.

Ascom Grupo Banese

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Plantação de maracujá na irrigação estadual dá frutos de alta qualidade
SES capacita profissionais sobre notificação da violência
Caixa d’água descoberta Santa Luzia vira pousada para urubus
Câmara do Jovem Empresário apresenta plano de estímulo aos negócios em Sergipe