Aracaju, 22 de outubro de 2021

Nutrição esportiva: entenda como a área pode beneficiar a saúde

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Especialista e professor da Unit, Marcus Vinicius Santos destaca a importância da área.

A pandemia do novo coronavírus mudou os hábitos e o estilo de vida de toda a população. Os cuidados com a saúde se tornaram essenciais para a melhoria da qualidade de vida. Alguns buscaram novas rotinas, principalmente quanto à atividade física e alimentação, e outros retomaram costumes antigos.

O Guia de Atividade Física para a população brasileira destaca os benefícios da atividade física, entre eles, o controle do peso e a melhoria da qualidade de vida, do humor, da disposição e da interação com as outras pessoas e com o ambiente.

“Por conta da pandemia, muitos praticantes decidiram voltar a se exercitar e a procurar uma alimentação balanceada. Isso porque as restrições sociais geraram ganho de peso e, também, perda de condicionamento físico”, declara o nutricionista esportivo e professor do curso de Nutrição da Universidade Tiradentes (Unit), Marcus Vinicius Santos.

Segundo o Guia, quanto mais cedo a atividade física é incentivada e se torna um hábito de vida, maiores os benefícios para a saúde. Se as atividades físicas forem moderadas, o praticante deve realizá-las por pelo menos 150 minutos por semana. Caso sejam atividades físicas vigorosas, a indicação é a prática de 75 minutos de atividade física por semana.

Entre os profissionais que podem prestar assistência para esta nova rotina, seja ao atleta, amador ou profissional, é o nutricionista esportivo. O acompanhamento nutricional promove um olhar individualizado.

“O acesso ao nutricionista esportivo é importante, pois, com ele, as metas do cliente podem ser atingidas de forma segura e de maneira mais eficiente. Muitos indivíduos percebem que demoram muito a evoluir no treinamento. Mas, com ajuda profissional, os resultados são mais rápidos e prazerosos”, comenta o especialista.

“O diferencial é estar em contato direto com outra área extremamente necessária para a saúde, que é a atividade física. Alimentar-se bem é necessário, e se movimentar é mais necessário ainda”, complementa.

Para o atleta profissional, o nutricionista também enfatiza a importância do acompanhamento. “Para o atleta, principalmente, o profissional representa menos lesões, maior vigor para participar de campeonatos e mais medalhas”, finaliza.

Assessoria de Imprensa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Prefeitura de Barra e Sebrae realizam curso para microempreendedor individual
Plantação de maracujá na irrigação estadual dá frutos de alta qualidade
SES capacita profissionais sobre notificação da violência
Caixa d’água descoberta Santa Luzia vira pousada para urubus