Aracaju, 19 de outubro de 2021

Eunice Dantas e Leonardo Martinelli assumem os cargos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A partir desta sexta-feira, 1º de outubro, Eunice Dantas Carvalho será a nova procuradora-chefe do Ministério Público Federal em Sergipe. Quem assume o cargo de chefe substituta é a procuradora Aldirla Pereira de Albuquerque. Na mesma data, Leonardo Cervino Martinelli assume o cargo de procurador regional eleitoral, e Flávio Pereira da Costa Matias será seu substituto. Ambos os mandatos serão de dois anos, com possibilidade de recondução para mais uma gestão.

Eunice Dantas – Natural de Aracaju (SE), Eunice Dantas formou-se em Direito na Universidade Federal de Sergipe em 1997. Ingressou no MPF em 2002 e teve lotação na Procuradoria da República em Guarulhos (SP) e na Procuradoria da República em Ilhéus (BA). Desde 2004 atua no MPF em Sergipe. Foi Procuradora Regional Eleitoral entre 2004 e 2006 e entre 2016 e 2019. Atuou como PRE substituta entre  2006 e 2008 e entre 2014 e 2016. Eunice Dantas já exerceu a chefia do MPF em Sergipe de 2006 a 2010, tendo sido procuradora-chefe substituta de 2004 a 2006. Desde 2009, atua nos ofícios de combate à corrupção.

Além da chefia institucional, Eunice Dantas segue titular do 1° Ofício de Combate à Corrupção, assim como a chefe substituta, Aldirla Albuquerque, preserva a titularidade da Procuradoria da República no Município de Lagarto.

Leonardo Martinelli – Natural de Salvador (BA), formou-se na Universidade Católica do Salvador, e é pós-graduado em Direito Público. Ingressou no MPF em 2012, tendo como lotação inicial a Procuradoria da República no Município de Redenção/PA. Passou também pela Procuradoria da República no Município de Barreiras (BA) e pela Procuradoria da República Polo Petrolina (PE)/Juazeiro (BA) até chegar à Procuradoria da República em Sergipe no ano de 2015. Na PR/SE, assumiu o 3º Ofício de Combate à Corrupção, foi PRE Substituto entre os anos de 2016/2017 e 2019/2021 e é membro do Conselho Penitenciário de Sergipe desde o ano de 2016.

Além da chefia eleitoral, Leonardo Martinelli mantém a titularidade do 3º Ofício de Combate à Corrupção, e seu substituto, Flávio Matias, persiste como titular da Procuradoria da República no Município de Propriá.

Portarias – As portarias de nomeação para os cargos de procurador-chefe, procurador regional eleitoral e seus respectivos substitutos foram publicadas em 30 de setembro, no Diário Oficial da União.

Ministério Público Federal em Sergipe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

A importância do turismo religioso em Sergipe é tratada no plenário da Assembleia Legislativa
“Mais ciclistas estão morrendo e precisamos agir rápido”, diz Breno 
Vereador Cícero pede urgência em obras de pavimentação no Bairro Santa Maria
Aracaju lança projeto para infraestrutura de dados espaciais