Aracaju, 19 de outubro de 2021

Técnicos do Senar/Sergipe são capacitados para levar conhecimento sobre o sistema de reuso de água

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O Sistema de Reuso de Água implantado pelo Senar/Sergipe em municípios do semiárido sergipano, vem trazendo resultados positivos aos produtores de leite do estado. Esse sistema permite o reaproveitamento de água cinza, que já foi utilizada na limpeza da sala de ordenha e é destinada para irrigação da palma forrageira, um dos alimentos usados na dieta do animal.

A capacitação sobre Sistema de Reuso de Águas Cinzas aconteceu na última semana. O primeiro dia foi de aula teórica com informações sobre importância da água e suas especificidades, desde a elaboração do projeto até a implantação do sistema. Já na terça-feira (28), a aula prática aconteceu na propriedade da produtora Egivalda Campos, município de Gararu, que é atendida pela Assistência Técnica e Gerencial do Senar.

Os participantes deste curso foram os instrutores, técnicos de campo e supervisores do Senar Sergipe, o instrutor responsável por esta capacitação foi o Engenheiro Agrônomo, especialista em irrigação e gerente técnico da instituição, Saymo Fontes.

Os capacitados neste curso serão multiplicadores do conhecimento sobre o Reuso de Águas Cinzas, sistema esse que evita o desperdício e aumenta a produção de alimentos para os animais.

A previsão para Dias de Campo com esse tema é em novembro, dessa vez a capacitação será destinada aos produtores atendidos pela Assistência Técnica e Gerencial.

“Nessa região do sertão de Sergipe a água é muito escassa, então levar essa tecnologia ao produtor, aumenta a produção de alimentos da propriedade mediante irrigação com água já usada na limpeza da sala de ordenha”, explica o gerente técnico do Senar/Sergipe.

Para a produtora de leite, Egivalda Campos, cerca de 250 litros de água são utilizados em cada ordenha e seriam jogados fora, mas com o sistema de reuso, irriga a palma, que agora é produzida em dobro para alimentar o rebanho. “Como a irrigação utiliza ainda o esterco, os nutrientes vão direto para a palma e o sistema garante o dobro da produção, aumentando ainda mais a quantidade de alimento para o gado”, relata satisfeito.

O técnico do Senar Sergipe, André Germano participou da capacitação, ele pode conhecer o Sistema de Reuso de Água. “Ainda não conhecia, mas com a capacitação já posso levar esse conhecimento ao produtor rural, principalmente, os do semiárido, que precisam conviver com a escassez de água, é uma tecnologia que traz benefícios e multiplica o alimento do gado”, reforça.

Capacitados, os técnicos poderão compartilhar o conhecimento com os produtores sergipanos em campo.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Vereador Cícero pede urgência em obras de pavimentação no Bairro Santa Maria
Aracaju lança projeto para infraestrutura de dados espaciais
Editora Seduc divulga o resultado preliminar das obras selecionadas para publicação
Epecialistas orientam como alimentação pode prevenir câncer de mama