Aracaju, 22 de outubro de 2021

Deram uma rasteira na senadora

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Por Adiberto de Souza *

A senadora Maria do Carmo e seus aliados ainda estão estupefatos com a deselegância da cúpula do Democratas, que sequer lhes avisaram sobre a entrega do novo partido União Brasil ao ex-deputado federal André Moura. Foi uma verdadeira rasteira na senadora. Principal liderança do DEM em Sergipe, a parlamentar esperava, ao menos, ser consultada sobre a formação da executiva estadual da nova sigla. “Por sua história no partido, acho que a senadora merecia uma atenção do Democratas nacional”, choraminga José Carlos Machado, ainda presidente da legenda em Sergipe. Apanhada de surpresa, dona Maria optou pelo silêncio até que a cúpula demista explique porque a trocou sem mais delongas pelo ex-deputado federal André Moura Home vôte!

Aceitou o refugo

Recusada por meio mundo de gente, a coordenação do Programa Nacional de Imunizações foi aceita pelo pediatra sergipano Ricardo Gurgel. O distinto topou a parada após uma conversa com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O cargo estava vago desde julho passado, quando a médica Francieli Fantinato pediu pra sair alegando “politização” da vacinação e declarações de autoridades colocando em dúvida a eficácia dos imunizantes contra a covid-19. Diferente do presidente Jair Bolsonaro, Ricardo Gurgel é a favor da vacinação dos adolescentes. Então, tá!

Banco dos réus

A presidente do Podemos, Danielle Garcia, foi condenada pelo 2º Juizado Especial de Aracaju, sob a acusação de ter divulgado fake news na última campanha eleitoral. O magistrado entendeu que ela não falou a verdade sobre acusações feitas ao prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) e aos secretários Luiz Roberto Dantas e Jeferson Passos. Após a divulgação da condenação, Danielle publicou o seguinte nas redes sociais: “Bem, por corrupção, desvio de recursos públicos, uso de bem público, fraudes em licitações e outras coisas verão jamais me verão condenada”. Crendeuspai!

Pela infância

A vice-governadora Eliane Aquino (PT) está em Brasília apresentando aos parlamentares o Programa Sergipe pela Infância. A petista fez questão de elogiar a fidalguia do senador Alessandro Vieira (Cidadania) por analisar a proposta apresentada por ela e pela coordenadora do Programa, Rosane Cunha. Eliane promete continuar buscando o diálogo com os demais parlamentares sergipanos “para tratarmos dessa causa que deve ser de todos nós”. Certíssimo!

Deputados encabrestados

Dois dos oito deputados federais de Sergipe estão entre os 142 que resolveram blindar o ministro da Economia, Paulo Guedes, votando contra a convocação do dito cujo para falar na Câmara sobre a sua offshore milionária em paraíso fiscal. Gustinho Ribeiro (SD) e Laércio Oliveira (PP) disseram não à convocação do “Posto Ipiranga”, mas a proposta foi aprovada por 310 votos. Uma goleada! As denúncias contra Guedes apontam que ele pode ter lucrado R$ 14 milhões com a valorização do dólar, somente durante o seu mandato à frente do Ministério. Danôsse!

Mudando de partido

E quem está deixando a presidência do Avante em Sergipe é Clóvis Silveira. Pré-candidato a deputado federal, ele decidiu se filiar em um partido com maior estrutura. Silveira não revela o seu novo endereço partidário, porém jura que não será o recém criado União Brasil, a ser dirigido em Sergipe por seu amigo André Moura. A expectativa é que, com a saída de Clóvis, o Avante fique sem representação no estado.  Misericórdia!

Unidos venceremos

Pré-candidato a presidente da República, o senador Alessandro Vieira (Cidadania) viu com bons olhos a fusão do DEM com o PSL. Segundo ele, o novo União Brasil nasce grande e com chances de ser protagonista em 2022. “Deve servir de exemplo para outros partidos: o caminho é a união das legendas com identidade programática”, discursa. O Cidadania de Alessandro discute uma possível fusão com o Partido Verde. Aguardemos, portanto!

Braços na seringa

Aracaju já aplicou a primeira dose da vacina contra a covid mais de 505 mil pessoas, equivalente a 89% do público vacinável. Feliz com os números, o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) afirma que a campanha de imunização na capital tem sido “um exemplo de organização, profissionalismo, celeridade, respeito ao cidadão de participação popular”. Apesar do entusiasmo, o pedetista apela aos pais que levem os filhos para se vacinarem. E ele está certo: cerca de 10% dos adolescentes ainda não foram colocar os braços na seringa. Vixe!

Noite de autógrafos

O professor de Direito da Universidade Federal de Sergipe, José Alvino Santos Filho, lançou, ontem, o livro “Desoneração Tributária das Relações de Trabalho”. A noite de autógrafos aconteceu na Livraria Escariz, em Aracaju, e foi por demais prestigiada. O ex-deputado federal Márcio Macedo (PT) aproveitou para abraçar “o amigo e companheiro José Alvino, talento da advocacia sergipana”. Supimpa!

Não desiste

Engana-se quem pensa que o deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) desistiu de lutar pela instalação da CPI da Covid-19 na Assembleia. Ele conseguiu seis assinaturas ao seu requerimento, estando faltando apenas uma rubrica para a investigação ser instalada. Passos defende que o Legislativo apure de quem foi a responsabilidade pela compra dos respiradores que jamais chegaram a Sergipe. Comprados pelo Consórcio Nordeste, os equipamentos custaram R$ 48 milhões, mas até agora neca de pitibiriba. Só Jesus na causa!

Recorte de jornal

 

 

 

 

Publicado no jornal laranjeirense O Horizonte, em 17 de janeiro de 1886.

* É editor do Portal Destaquenotícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sergipe recebe mais de 92 mil doses de vacina contra a covid-19, nesta sexta-feira
Edição 100% digital da Feira do Empreendedor começa neste sábado
Alfabetizar pra Valer: Seduc inicia formação continuada para professores do 3º ano do ensino fundamental
Alunos e professores da rede estadual podem se inscrever no Torneio