Aracaju, 20 de outubro de 2021

Decisão de candidaturas só depois do Pré-Caju

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmail.com

Por vários anos, o Pré-Caju foi a maior atração turística do carnaval sergipano. Uma festa que até hoje é lembrada e faz falta. Acontecia quinze dias antes do carnaval e atraía milhares de turista a Aracaju. Os blocos traziam conhecidos artistas da Bahia, que se esquentavam para o agitado carnaval de Salvador. Uma festa que parava a capital sergipana e era reconhecida em todo o Brasil. Tinha à frente o atual vereador Fabiano Oliveira, que organizava todo o desfile, os abadas, o camarote e toda a estrutura de segurança que garantia e tranquilisava quem estava nas “cordas” ou na “pipoca”.

Em todo o período que aconteceu, muitas decisões políticas foram tomadas entre os camarotes adquiridos por políticos e que acomodavam blocos de assessores e aliados para definirem posições. Nessa dança de camarotes, candidatos a prefeitos foram definidos e até de governadores, senadores e parlamentares de uma forma em geral. Em toda a folia, na dança das cervejas, na troca de uísques e até ao sabor do vinho, além das bandas e bundas que enchiam os olhos mesmo de quem tramava candidaturas políticas, se definiam chapas majoritárias de situação e oposição.

E isso se tornou tão comum que o zum-zum-zum era de que a formação de candidaturas majoritárias só acontecia “durante ou depois do Pré-Caju”. E era fato. Quando os trios se movimentavam, ao som de Chicletes com Banana, Ivete Sangalo, Netinho e outros que puxavam blocos como “Com Amor”, “Bora-bora”, “Papagaios” e etc, os camarotes se agitavam quando cada um entrava no corredor da folia, momento em que se dava uma pausa nos bastidores da política para curtir o aché. Logo após, mesmo no movimento frenético das proximidades, os nomes de pré-candidatos corriam céleres, conquistavam adesões e eram anunciados logos após o carnaval.

A informação é que esse ano pode ocorrer o retorno do Pré-Caju e se acontecer, pode-se começar a falar que os candidatos definidos para a chapa majoritária, de situação e posição, também serão conhecido depois do carnaval, exatamente entre os camarotes, onde a política se discute de forma definitiva e se chega à decisão logo após a folia cessar. Se a oficialização das candidaturas a Governo e Senado estava prevista para setembro, outubro e até novembro, “não se avexe não”, isso deve ocorrer exatamente “depois do Pré-Caju”, durante conversas aos pés dos ouvidos, que acontecerão nos bastidores dos camarotes e serão definidas depois do carnaval, em reuniões realizadas nas sedes dos partidos.

Ninguém se surpreenda se o anuncio do candidato a governador em 2022, pela base aliada, acontecer quando o carnaval passar Afinal, por que tanta pressa?

Entrevista a Gilmar

O governador Belivaldo Chagas (PSD) dará uma entrevista nesta quinta-feira, as 7 horas, ao deputado e radialista Gilmar Carvalho (sem partido).

*** O governador vai aberto para responder a qualquer pergunta do parlamentar seja que área for. Inclusive política…

*** Também hoje, as 11 horas, Belivaldo se reúne com o Comitê para avaliar a questão da Covid em Sergipe e as 15 horas viaja a Glória, a convite do deputado Laércio Oliveira, para inauguração do Centro de Formação Profissional do Senac.

Viagem a Brasília

Na segunda-feira o governador Belivaldo Chagas viaja a Brasília para um jantar com o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, governador Ratinho Júnior (Paraná) e senadores do partido.

*** Na pauta do encontro conversas sobre a política e a posição do partido nos Estados, assim como nas eleições estaduais.

*** Na terça-feira à tarde, Belivaldo Chagas tem audiência com o ministro da Educação, Milton Ribeiro.

À disposição para conversas

O presidente estadual do PT, deputado João Daniel, disse ontem que o seu partido está à disposição do governador Belivaldo Chagas para qualquer conversa em relação à sucessão estadual.

*** – Até porque fomos nós que ajudamos na administração do atual Governo, disse.

*** Muito feliz com as ações do PT para as eleições, João Daniel chegou a dizer que “se melhorar estraga”, acrescentando que “estamos dormindo tranquilos e felizes, aguardando os fatos”.

Sobre Fundação Aperipê

Um deputado estadual perguntou, ontem, como vai ficar a Fundação Aperipê, que responde pela extinta Secretaria da Cultura e tem como presidente a ex-deputada Conceição Vieira (PT)?

*** Fez questão de frisar que Conceição Vieira realiza um bom trabalho à frente da Fundação Aparipê e insistiu em perguntar: “qual a situação de Conceição com o PT se tornando oposição na disputa pelo Governo em 2022”?

Trabalho continua

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) disse ontem que o trabalho de visitas continua o mesmo, ouvindo a sociedade, setor produtivo e os aliados.
*** – Confio na condução do governador Belivaldo Chagas, e no tempo certo vamos nos reunir pra definir tudo, disse.

*** Quanto ao que falou o deputado João Daniel (PT) sobre seu partido estar à disposição do governador, Mitidieri diz: “nossa relação com o PT sem foi boa”.

Edvaldo vai a Glória

O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) dá sinais de que vai iniciar participação em cidades do interior: hoje vai a Nossa Senhora da Glória participar da inauguração do novo Centro de Formação Profissional do Senac.

*** Foi convidado pelo deputado federal Laércio Oliveira (PP).

*** Edvaldo agradeceu, disse que se sentia honrado e acrescentou que sempre participa das iniciativas promovidas pelo sistema S.

Forró e “Palhinha”

O senador Rogério Carvalho (PT) caiu em campo e leva sua pré-candidatura a governador por cidades do interior e em conversas com lideranças municipais.

*** Tem aproveitado para participar de alguns forrós e é quem mais dança no salão e de vez em quando dá uma “palhinha”, no microfone.

*** As suas falas são de expor projetos de Governo e mostrar que é aliado do ex-presidente Lula da Silva.

O nome ao Senado

O presidente de um partido que também faz composição com Rogério Carvalho diz que o candidato a senador pela chapa majoritária petista não será Valadares e nem Márcio Macedo.

*** Avisa que o nome que vem sendo trabalhado é de uma pessoa conhecida, mas que jamais se envolveu em política.

*** Apenas citou como exemplo: “um nome conhecido como professor Uchoa”.

Senador petista

Um integrante influente do PT disse que o sentimento dentro do partido é que o nome para o Senado na chapa de Rogério Carvalho a governador, seja também do PT.

*** O argumento maior é que em caso de Rogério ser o eleito o PT perde um senador. O partido não acha isso interessante.

*** Lembrou que o próprio Lula da Silva deseja um Congresso forte em caso de também se eleger presidente.

Fábio no PSD

As conversas em Lagarto é que o deputado federal Fábio Reis pode trocar o MDB pelo PSD, ao lado do governador Belivaldo Chagas e deputado Fábio Mitidieri.

*** A tia de Fábio, deputada Gorete Reis, também vai para o PSD e será candidata à reeleição. Mesmo assim Fábio ainda pode mudar de ideia.

*** A informação é de que Gorete não iria para a reeleição, mas com a cassação da deputada Diná Almeida ela resolveu candidatar-se.

Gustinho no UB

Ainda nas conversas em Lagarto, o deputado federal Gustinho Ribeiro vai trocar o Solidariedade pelo União Brasil (UB44).

*** Inclusive a aliados em seu município anuncia que seu número será 4444. A mãe de Gustinho, Áurea Ribeiro, vai à deputada estadual pelo mesmo partido.

Grupo dos 30

O ex-deputado estadual Pastor Antônio  esteve ontem na Assembeia Legislativa e passou um bom tempo conversando com o deputado Capitão Samuel.

*** Não vazou sobre o que conversaram, mais o Pastor Antônio pode ser mais um a compor a compor o “Grupo dos 30”.

Renuncia a mandato

Deputado estadual Dr. Samuel Carvalho (Cidadania) diz que vai levar ao MP seu pedido para que seja quebrado o sigilo fiscal e bancário dele e de sua esposa.

*** Também vai pedir ao Banese as imagens de segurança para mostrar que sua mulher não sacava o dinheiro de uma ex-servidora.

*** Diz mais: “Se ficar comprovado, eu renuncio ao mandato”.

Zé a deputado federal?

Chega à informação, no final da noite, de que o ex-prefeito de Socorro, José Franco, teria decidido ser candidato a deputado federal e já está conversando com lideranças em todo o Estado.

*** Ainda não há informação sobre o partido. Zé Franco estava no DEM e deve passar para o Unão Brasil, que será comandado em Sergipe por André Moura.

Um giro pelos grupos

Hugo A-Go-Go – É uma vergonha histórica ter um presidente antivax em meio a uma pandemia. Deixa no chinelo mensalão, petrolão e qualqer outro escândalo financeiro/político.

João Amoêdo – “Eu decidi não tomar mais vacina. Para que eu vou tomar?”, Bolsonaro. Felizmente a enorme maioria dos brasileiros é responsável e não ouve o presidente.

Daniel Adjunto – Bolsonaro, com voz anasalada e tossindo – sem máscara. Tosse e, depois, põe a mão nos ombros da ministra Tereza Cristina e a abraça.

O Federal – Uma vez em andamento processo de beatificação, a Irmã Adélia poderá ser canonizada e tornar-se a primeira santa pernambucana.

O Antagonista – vice-presidente Mourão afirmou ontem, ao chegar ao Palácio do Planalto, que a CPI da Covid no Senado já se esgotou.

Estadão Política – Aliados de Bolsonaro, centrão e evangélicos travam guerra por liberação de jogos de azar.

Blog do Miro – Apesar da “carta de arrego” e do telefonema “amigável”, a paz de Bolsonaro com o STF pode durar pouco.

Dire(i)to ao Ponto – É simples, quem assumir a cadeira de Marco Aurélio herdará cruciais ações q compõem “O GOLPE” em curso.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Simula Enem aplicado presencialmente em todos polos Preuni
Belivaldo mostra o “dever de casa” que fez nas contas do Estado para “Sergipe avançar”
18 anos do Bolsa Família são destacados pelo deputado João Daniel em sessão da Câmara
Com 6ª alta consecutiva, preço da gasolina já está 12% mais caro nas primeiras semanas de outubro