Aracaju, 20 de outubro de 2021

Rodrigo Valadares: “O sistema quer destruir Bolsonaro”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

Durante entrevista ao portal Michel Notícias na última quarta-feira, 13, o deputado estadual por Sergipe e Secretário Geral Nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Rodrigo Valadares, falou das negociações da vindo do presidente ao partido e sobre as tentativas e planos do sistema em querer derrubar Bolsonaro.

Para o parlamentar, o presidente precisa de um partido que o traga segurança de legenda e proteção às pautas conservadoras, através de uma base que seja verdadeiramente aliada. Como exemplo dessa necessidade, usou o fato ocorrido no PSL, onde a presidência do partido acabou traindo Bolsonaro.

“Nós precisamos ter, dentro do Congresso, uma base Bolsonarista maior e um partido que garanta que essa base vai ter vez e voz. Estamos vendo essas movimentações do presidente se filiar ao PTB, como vimos ocorrer com o Patriotas e agora com PP e a gente tem que entender é que a narrativa do sistema está muito clara. Vimos nos primeiros dois anos de Governo o boicote ao presidente na Câmara dos Deputados”, pontuou, defendendo que Bolsonaro deve optar por um partido que tenha uma base fortificada dentro do Congresso.

Falando sobre a tentativa do Sistema em acabar com o mandato do presidente do país, o deputado lembra que será através de uma boa legenda que o quadro será modificado.

“O sistema quer destruir Bolsonaro, deixá-lo sem legenda ou tornar a sua base insignificante no Congresso, uma base de excêntricos que não conseguem ter espaços de poder. Essa narrativa já está sendo bem construída e só mudará com a decisão de escolher um partido que esteja verdadeiramente comprometido com o presidente”, disse.

Pontuando os últimos acontecimentos dentro do PTB, Rodrigo volta a ressaltar que o partido é o mais preparado para receber Bolsonaro. “O PTB é um partido que garante a legenda ao presidente, um partido que não deve a cabeça a ninguém, inclusive, nosso presidente já está preso pelo STF, o que podem exigir a mais da gente? Somos um partido que, além de dar a legenda a Bolsonaro, nossos deputados eleitos dentro do partido seriam linha de frente, teriam destaque e não poderiam ficar acuados”, destacou.

Por Luísa Passos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Rogério vota pela criação de auxílio para famílias de baixa renda comprarem gás
Aracaju: Secretaria Saúde confirma transmissão comunitária da variante Delta no município
Hospital Primavera celebra Dia do Médico de uma forma diferente
Governo de Sergipe paga o auxílio tecnológico a mais de 5.700 professores