Aracaju, 21 de outubro de 2021

Saúde detalha fluxo de atendimento do Hospital da Criança

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

Sergipe está prestes a receber oficialmente o Hospital da Criança Dr. José Machado de Souza. A nova unidade de gestão da Secretaria de Estado da Saúde tem como foco as especialidades clínicas e cirúrgicas,  será uma referência em urgências pediátricas no Estado.

Em relação ao fluxo de atendimento, o novo hospital funcionará oferecendo atendimento à crianças com idade a partir de 29 dias até 12 anos, 11 meses e 29 dias. Os serviços estarão disponíveis vinte e quatro horas, todos os dias da semana sem interrupções para suprir as demandas espontâneas e referenciadas de baixa e média complexidade.

“As crianças vindas por demanda espontânea passarão pela classificação de risco, neste sentido, serão avaliadas quanto à gravidade do seu quadro de saúde. Caso não se enquadrem no perfil de atendimento do Hospital da Criança podem, inclusive, ser encaminhadas para as demais unidades da rede. Após classificadas enquanto pequena ou média complexidade, seguirão para o atendimento com médico pediatra  e encaminhadas para realização de exames, procedimentos ortopédicos, consulta com demais especialidades em pediatria, cirurgia pediátrica ou ortopédica e administração de medicamentos”, explica a superintendente do Hospital da Criança, Catharina Correa Costa.

Para essa rotina de serviços ocorrer com a qualidade que as crianças sergipanas merecem, o Hospital da Criança contará com, aproximadamente, trezentos e sessenta  profissionais da saúde das mais diversas especialidades, dentre elas estão pediatras, cardiologistas, neurologistas, infectologistas, cirurgiões pediátricos, ortopedistas, anestesistas, entre outros. Mais 49 médicos devem ser contratados para preencher a necessidade do hospital.

Sobre a estrutura

O Hospital da Criança Dr. José Machado de Souza teve um investimento de R$ 5,4 milhões. Trata-se de uma estrutura que contém 14 (quatorze) leitos de internamento em clínica médica mais 01 (um) isolamento, 06 (seis) leitos de internamento em clínica cirúrgica, 16 (dezesseis) leitos de pronto socorro mais 01 (um) isolamento, 07 (sete) leitos de estabilização, centro cirúrgico com 02 (duas) salas cirúrgicas, e 03 (três) leitos de recuperação pós-anestésica. Dispõem de setores administrativos, setores de apoio (ouvidoria, zeladoria, rouparia, farmácia central, vestiários, necrotério, lactário, sala de manutenção/equipamentos, serviço de nutrição e dietética), agência transfusional, serviço de apoio diagnóstico e terapêutico, central de material esterilizado, sala de acolhimento/classificação de risco e 03 (três) consultórios clínicos.

Fonte e foto SES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Governo de Sergipe paga o auxílio tecnológico a mais de 5.700 professores
Simula Enem aplicado presencialmente em todos polos Preuni
Belivaldo mostra o “dever de casa” que fez nas contas do Estado para “Sergipe avançar”
18 anos do Bolsa Família são destacados pelo deputado João Daniel em sessão da Câmara