Aracaju, 23 de outubro de 2021

Trabalhadores de Sergipe estão em trabalho forçado na indústria civil em Araucaria (PR)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O prefeito de Rosário do Catete, César Resende, reuniu-se nesta quinta-feira (14), com familiares dos trabalhadores de Sergipe, incluindo sete o município, que estão na cidade de Araucária/PR, para onde viajaram com promessa de emprego na construção civil.

Na realidade foram 29 trabalhadores sergipanos que se transferiram para Araucária, atraídos pela oferta de emprego. Quando chegaram lá, todos eles foram colocados em alojamentos precários e com alimentação escassa, dentro da característica de “trabalho escravo”.

Os familiares dos sete trabalhadores de Rosário do Catete relataram que seus parentes nem chegaram a trabalhar e que até mesmo os exames para trabalharem não foram realizados. Além disso, uma quantia de dinheiro foi subtraída deles para ajudar nos custos operacionais e o responsável pelo recrutamento desapareceu.

Os familiares solicitaram ajuda da Prefeitura Municipal, para trazê-los com segurança. E o prefeito buscará uma forma legal para viabilizar, o mais rápido possível, a volta dos trabalhadores à cidade. A assistente social Lívia Bispo acompanhou a reunião.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia Civil de Estância realiza quatro prisões por tráfico de drogas no município
Aracaju suspende vacinação contra Covid durante o fim de semana 
Empresa ceramista sergipana inicia vendas e retoma fábrica
Terceiro sorteio da mega-semana da sorte pode pagar R$ 26,5 milhões neste sábado (23/10)