Aracaju, 29 de novembro de 2021

Olho de Hórus: Denarc cumpre mandado de prisão contra única investigada foragida

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O Departamento de Narcóticos (Denarc) cumpriu o mandado de prisão contra Camille Vitória Menezes Santos, de 18 anos, na tarde da sexta-feira, 15, na capital sergipana. A jovem era a última pessoa foragida da Operação Olho de Hórus, desencadeada no dia 7 de outubro, para desarticular três organizações criminosas voltadas ao narcotráfico no interior do estado.

Segundo as investigações, um dos grupos, além do tráfico, é suspeito de roubar chácaras em toda a região do Agreste Sergipano. Dentro deste contexto, Camille é suspeita de ir às festas realizadas em tais chácaras e repassar informações sobre as pessoas presentes nos locais, bem como o melhor momento para os roubos.

A quadrilha que supostamente recebia as informações de Camille Vitória foi investigada pelo Denarc, em parceria com a Delegacia de Campo do Brito, pois esta unidade da Polícia Civil tinha um inquérito por um roubo, ocorrido numa propriedade da referida cidade, em que uma vítima foi baleada no braço pelos suspeitos.

A jovem detida se apresentou voluntariamente no Denarc, em Aracaju, na tarde da sexta, onde teve seu mandado de prisão cumprido. Camille ficará à disposição da Justiça em uma das delegacias da Grande Aracaju.

Operação Olho de Hórus

A ação foi desencadeada em 7 de outubro, em mais de dez cidades do interior sergipano, para desarticular três organizações criminosas voltadas ao narcotráfico. A operação resultou na prisão de nove pessoas e outras três entraram em confronto com as equipes policiais.

O Olho de Hórus é um símbolo egípcio, que representa força, poder, coragem, proteção, clarividência e saúde. Ele reproduz o olhar aberto e justiceiro de um dos deuses egípcios da mitologia: o deus Hórus.

O símbolo favorece a evolução do terceiro olho, dons estes relacionados à clarividência e, da mesma maneira, simbolizando o “olho que tudo vê”, ou seja, aquele que enxerga muito além das aparências.

A denominação da operação se deu devido às diversas operações que o Denarc está realizando em todo o estado de Sergipe (na capital e no interior), combatendo organizações criminosas, de todas as envergaduras.

Fonte e foto SSP

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Arquiteta fala sobre mudanças nos lares durante a pandemia
Inscritos no Enem fazem neste domingo segundo dia de provas
Covid-19: Aracaju vacinou 17.398 mil pessoas nesta semana
Vice-governadora conhece serviços da Casa Mulher em Itabaianinha