Aracaju, 28 de novembro de 2021

Cartão de saúde e benefícios contemplado em edital da Fapitec

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Principal objetivo é ser referência de mercado como melhor, mais completo e inovador cartão da modalidade no Brasil

A promoção de saúde e inclusão social a preços justos é o foco de um dos projetos apoiados pelo Governo de Sergipe, por meio da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado (Fapitec/SE). Trata-se do Cartão ComVida, que visa fornecer serviços e benefícios com excelente atendimento a seus usuários. A proposta é mais uma das contempladas pelo Programa Centelha, edital gerenciado pela Fapitec.

O Cartão ComVida oferece aos associados valores bem abaixo do mercado, através de parcerias com clínicas, utilizando-se da disponibilidade de horários e profissionais para oferecer benefícios em consultas e exames médicos, atendimento veterinário, psicólogo e nutricionistas.Também integram a proposta o clube de descontos, auxílio funeral, seguro de vida e cesta básica, entre outras vantagens. Segundo os responsáveis pelo projeto, os sócios Luís Eduardo Fraga e Fábio Anjos, a proposta partiu de uma visão sobre a necessidade de acesso à saúde pela população de baixa renda.

O projeto segue em andamento, com previsão de funcionamento apenas no estado de Sergipe em seu momento inicial de operação. Para a equipe responsável, o início dos atendimentos vem sendo aguardado com otimismo. “Nossa proposta é de atender todo o território nacional, com rede física nos grandes polos. Também atenderemos virtualmente, por meio da telemedicina”, afirma Luís Eduardo.

Ainda segundo o coordenador, o projeto prevê uma possível integração entre as áreas de saúde e bancária. “É provável que, no futuro, o convênio com instituições bancárias permita o parcelamento ou financiamento dos procedimentos e exames de valores relevantes, na condição de concessão de crédito ou consórcio”, explica.

Programa Centelha

O Programa Centelha visa estimular o empreendedorismo inovador para o desenvolvimento de produtos (bens e/ou serviços) e a geração de empresas de base tecnológica, a partir da transformação de ideias inovadoras em empreendimentos que incorporem novas tecnologias aos setores econômicos estratégicos do estado de Sergipe.

O edital conta com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT/FINEP) e contrapartida do Fundo Estadual para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNTEC). Através do programa, que já contemplou mais de 20 empresas no estado, foi destinado R$ 1,2 milhão em incentivos. O mesmo montante será reservado à segunda edição do programa, cujo lançamento está previsto ainda para o mês de outubro.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Inscritos no Enem fazem neste domingo segundo dia de provas
Covid-19: Aracaju vacinou 17.398 mil pessoas nesta semana
Vice-governadora conhece serviços da Casa Mulher em Itabaianinha
Senador Alessando Vieira protocola emenda substitutiva para barrar interesses individuais