Aracaju, 3 de dezembro de 2021

Rogério vota pela criação de auxílio para famílias de baixa renda comprarem gás

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O senador Rogério Carvalho (PT-SE) votou, nesta terça-feira (19), a favor da criação de um auxílio para famílias de baixa renda comprarem gás de cozinha. A matéria, que foi aprovada pelo plenário do Senado Federal, estabelece esse benefício terá o valor de 50% da média do preço nacional de referência do botijão de gás de 13 kg e deve beneficiar mais de 300 mil famílias em Sergipe.

“Não poderíamos virar as costas para o drama de milhares de famílias que estão sendo obrigadas a voltar a cozinhar com lenha em razão do preço abusivo do gás de cozinhas. A pandemia aprofundou a crise social e o governo Bolsonaro, que não tem a menor sensibilidade, segue colocando a conta da crise nas costas dos mais pobres, com aumentos seguidos e abusivos no preço dos combustíveis e do gás”, explica o senador Rogério.

Terão acesso ao benefício famílias inscritas no CadÚnico do governo federal ou que tenham entre seus membros quem receba benefício de prestação continuada da assistência social. Além disso, terão preferência à concessão do benefício às mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência.

O auxílio Gás Social é uma reação do Congresso Nacional aos preços de combustível praticados pela Petrobras no governo Bolsonaro. Após o reajuste do preço da gasolina e do gás de cozinha anunciado no início do mês, o preço do botijão de gás teve alta de 1,8% nas revendas na última semana, atingindo o valor médio de R$ 100,44 e o valor máximo de R$ 135.

“O grande responsável pelo alto valor do gás de cozinha e dos combustíveis é o governo Bolsonaro, acionista controlador da Petrobras, que segue atrelando o preço do petróleo ao dólar e ao valor internacional do barril. A Petrobras é uma empresa estratégica para o desenvolvimento do país e precisa estar a serviço dos 200 milhões de brasileiros, não de um pequeno grupo de acionistas privados”, afirma o senador petista.

O senador sergipano lembrou que há um projeto dele, em tramitação na Comissão de Assuntos Econômicos, para alterar a política de preços da Petrobras em favor da maioria do povo brasileiros.  O auxílio gás segue agora para a análise e sanção da Presidência da República.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Linda Brasil aprova em primeira discussão projeto que exige de intérprete de Libras
Dra. Paula Saab recebe Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Aracaju
Alessandro Vieira trabalhou de forma intensa para melhorias na PEC dos Precatórios
TRE-SE cassa mandato do deputado federal Valdevan Noventa em votação unânime, mas cabe recurso junto aoTSE