Aracaju, 29 de novembro de 2021

Cancela PEC 32 nos municípios de Lagarto e em Estância

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT Sergipe), Roberto Silva, levou à tribuna da Câmara de Vereadores de Lagarto na manhã desta terça-feira, dia 19/10, o alerta sobre os riscos do Projeto de Emenda Constitucional (PEC 32) contra a população e o serviço público em todo o País.

“Protocolamos um ofício solicitando aos vereadores que aprovassem uma Moção de Apelo para os deputados federais Gustinho Ribeiro e Fábio Reis votarem contra esta Reforma Administrativa que é um projeto contra os interesses do povo de Lagarto, de Sergipe, do Brasil. Queremos que os dois deputados federais de Lagarto votem contra a PEC 32. Lutamos muito por essa conquista: a gratuidade do serviço público, que será exterminada aos poucos com a aprovação da PEC 32”, afirmou Roberto Silva, presidente da CUT Sergipe.

À tarde, no município de Estância, a luta contra a PEC 32 continuou com o pronunciamento da presidenta do SINTESE, Ivonete Cruz. “Tenho clareza de que a nossa luta vai valer. Estamos com mais de 4 mil trabalhadores e trabalhadoras em todo o Brasil fazendo a pressão popular contra a PEC 32. Acompanhamos a tramitação. Temos um grupo em Brasília. A nossa luta mais uma vez fez com que o presidente daquela Casa tirasse a PEC de pauta. Essa é uma luta construída com muita unidade e com muita resistência”, declarou a professora na tribuna da Câmara de Vereadores de Estância.

Como exemplo da união dos trabalhadores nesta luta contra a PEC 32, Ivonete Cruz citou a presença dos representantes da CTB, MST, Fetam, Sindicato das Trabalhadoras Domésticas e da CUT Sergipe.

A vice-presidenta da CUT Sergipe Ivonia Ferreira também acompanhou a sessão plenária e explicou que o diálogo do movimento sindical está acontecendo em Câmaras de Vereadores de todo o País. “Em Estância, temos o deputado federal Valdevan Noventa. Peço até ao vereador Mateus Noventa, porque ele é o seu sobrinho, que seja interlocutor desta luta. O povo de Sergipe não merece que o deputado federal Valdevan Noventa vote contra o serviço público. Como professora, servidora pública, representante da classe trabalhadora, eu peço a todos os vereadores que conversem com o deputado Valdevan, pois ele é o deputado da nossa região e não conseguimos até agora uma posição sobre o assunto”, afirmou Ivonia Ferreira.

Mesmo com o adiamento da votação da PEC 32 para a próxima semana, em Sergipe e no Brasil a luta continua. Na manhã desta quarta-feira, dia 20 de outubro, as centrais sindicatos e movimentos sociais vão conversar com os deputados estaduais, a partir das 8h, na Vigília em Defesa dos Servidores e dos Serviços Públicos na ALESE (Assembleia Legislativa de Sergipe).

Foto assessoria

Escrito por: Iracema Corso

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

39 famílias retiradas de casas em áreas de risco após fortes chuvas em Canindé de São Francisco
Estudantes  universitários de Carira recebem ônibus adquirido com emenda de Alessandro Vieira
Hospital de Urgências de Sergipe abre processo seletivo de 16 vagas para Residência Médica
Gracinha participa de 24ª Conferência Nacional da Unale