Aracaju, 28 de novembro de 2021

Eduardo Lima defende a criação do Sétimo Distrito do Conselho Tutelar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Na manhã desta terça-feira, 19, o vereador Eduardo Lima (Republicanos), usou sua fala na Sessão Ordinária, para defender a criação do Sétimo Distrito do Conselho Tutelar.

O parlamentar que é um obstinado defensor das instituições que trabalham em prol da segurança de crianças e adolescentes, tem buscado diariamente contribuir junto ao seu mandato com ações que promovam o fortalecimento dessas instituições.

Eduardo Lima relatou aos colegas de parlamento que recebeu informações da Secretaria Municipal de Saúde e dos núcleos que tratam das estatísticas dos índices de violência contra crianças e adolescentes. Tais informações revelaram que as vítimas possuem idades entre 10 e 14 anos e que o aumento desta violência no momento se concentra nos bairros Santa Maria e Mosqueiro na Zona de Expansão.

Por este motivo o vereador ressaltou a importância e defendeu a criação do Sétimo Distrito do Conselho Tutelar naquela região que é muito extensa e já sofre com a falta deste amparo social através dos conselheiros tutelares.

Eduardo Lima pediu o apoio dos colegas da Câmara Municipal, para que juntos tenham um olhar diferenciado sobre o assunto e venham criar políticas de fortalecimento para os Conselhos Tutelares, CRAS e todas as instituições que atendem a estes tipos de ocorrências.

“Urge a necessidade de expandir o trabalho dos conselheiros tutelares nas regiões mencionadas. Crianças e adolescentes sofrem todos os tipos de abusos e nós parlamentares precisamos estar atentos para estas questões”, afirmou o vereador.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Inscritos no Enem fazem neste domingo segundo dia de provas
Covid-19: Aracaju vacinou 17.398 mil pessoas nesta semana
Vice-governadora conhece serviços da Casa Mulher em Itabaianinha
Senador Alessando Vieira protocola emenda substitutiva para barrar interesses individuais