Aracaju, 3 de dezembro de 2021

Movimento Polícia Unida só discute outra pauta depois da aprovação da Periculosidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Na manhã desta quinta-feira (21), integrantes do Movimento Polícia Unida se reuniram na Secretaria de Estado da Administração (SEAD), o objetivo do encontro ocorreu por causa das negociações do adicional de periculosidade não pagos pelo Governo de Sergipe.

Na ocasião, a Associação dos Oficiais Militares PM/BM de Sergipe (ASSOMISE) juntamente com lideranças do movimento e o secretário da SEAD, Manuel Dernival Santos Neto, implantaram a Mesa Permanente de Negociações com o Estado.

Na luta em prol das negociações, o presidente da Assomise, Cel. Adriano Reis defendeu de forma veemente a luta dos Policiais Civis, Militares e Bombeiros Militares de Sergipe. “Colegas quase morreram durante a pandemia e eu não sei se estavam pegando Covid no desempenho da função, nós estávamos todos os dias defendendo, protegendo e proibindo a sociedade sergipana de sair de casa”.

Na ocasião, o secretário Dernival tentou argumentar que o desempenho da função era obrigação dos membros das Forças de Segurança, sendo rebatido pelo Cel. Adriano Reis. “Não é obrigação, não pode ser obrigação quando expomos a nossa vida sem a condição mínima, a proteção. Não podemos ser jogados na rua sem o equipamento obrigatório de segurança, tive que comprar máscaras, prover os meios para trabalhar. Enquanto todos estavam em casa, a gente estava na rua, e a periculosidade é para isso, e mesmo assim estão dificultando esse direito.” afirmou.

Como resultado efetivo, somente o início dos trabalhos e a pauta única e inviolável da categoria, que o pagamento do adicional de periculosidade acordado entre o Movimento Polícia Unida, devendo ser linear para todos que estão na ativa e inativos, além de novos encontros que acontecerão nos próximos dias.

AssCom/Assomise

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Linda Brasil aprova em primeira discussão projeto que exige de intérprete de Libras
Dra. Paula Saab recebe Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Aracaju
Alessandro Vieira trabalhou de forma intensa para melhorias na PEC dos Precatórios
TRE-SE cassa mandato do deputado federal Valdevan Noventa em votação unânime, mas cabe recurso junto aoTSE