Aracaju, 27 de novembro de 2021

Presidente da FNP, Edvaldo Nogueira se reúne com chefe da ONU para tratar de planos estratégicos para as cidades

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O prefeito de Aracaju e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Edvaldo Nogueira, se reuniu, nesta segunda-feira, 25, em Dubai, com a chefe do Departamento de Práticas Urbanas da ONU-Habitat, Shipra Narang Suri. A agenda bilateral ocorreu após a participação do gestor na Expo 2020, como palestrante da 5ª Conferência Global sobre Tecnologia e Inovação Sustentáveis (G-STIC), a convite da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). No encontro, eles trataram sobre as metas de desenvolvimento sustentável dentro de um programa da Organização das Nações Unidas (ONU) de revisão dos planos estratégicos das cidades.

“Foi uma reunião muito produtiva, em que pudemos discutir sobre formas para capacitar os municípios, de maneira estratégica, para que os objetivos e as metas estabelecidos nos ODS possam ser desenvolvidos. Além disso, também tratamos sobre formas de preparar ainda mais as cidades, não apenas para o planejamento urbano, mas para que elas cresçam e se desenvolvam, colocando a sustentabilidade em primeiro plano, o que as tornará mais atrativas, inclusive, para investidores, e as levará ao progresso. Por isso, considero essa cooperação entre a FNP e a ONU Habitat muito importante e estaremos empenhados”, destacou Edvaldo, enfatizando que Aracaju poderá ser a primeira cidade brasileira a colocar em prática as ações de desenvolvimento sustentável, estabelecidas pela organização, como modelo no país.

Na conversa com Edvaldo, a chefe do Departamento de Práticas Urbanas da ONU-Habitat, Shipra Narang Suri, ressaltou que a parceria entre FNP e ONU Habitat prioriza essa cooperação. Ela também detalhou como se dá o alinhamento da SDG Cities, uma iniciativa de revisão dos planos urbanos estratégicos, com os ODS e com a sustentabilidade financeira. Inicialmente, o programa impacta 900 cidades ao redor do mundo, atingindo mais de 1 bilhão de pessoas, com foco em países de menor desenvolvimento e renda baixa/média.

A chefe do Departamento de Práticas Urbanas da ONU-Habitat informou, ainda, que em junho de 2022 haverá o Fórum Urbano Mundial e que, no evento, será lançada uma certificação para as cidades que estiverem comprometidas com os ODS. Após o lançamento oficial, a FNP deve atuar no apoio para divulgação aos municípios desta certificação.

A FNP é integrante de um projeto que visa o fortalecimento da Rede Estratégia ODS no Brasil. Coordenada pela Fundação Abrinq e financiada pela União Europeia, a iniciativa tem como objetivo ampliar e qualificar a capacidade de articulação, mobilização e incidência política em favor dos ODS no país.

ODS

Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) foram estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) e compõem uma agenda mundial para a construção e implementação de políticas públicas que visam guiar a humanidade até 2030. Entre as temáticas estabelecidas estão a erradicação da pobreza, segurança alimentar e agricultura, saúde, educação, igualdade de gênero, redução das desigualdades, energia, água e saneamento, padrões sustentáveis de produção e de consumo, mudança do clima, cidades sustentáveis, proteção e uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres, crescimento econômico inclusivo, infraestrutura e industrialização, governança, e meios de implementação.

Foto assessoria

Por Tirzah Braga

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Políticos e lideranças defendem Mitidieri e só a “bolha” prefere Edvaldo! 
Beneficiários da tarifa social terá bandeira verde em dezembro
PC prende investigado por homicídio praticado em São Cristóvão
Espetáculo  Parada de Natal é uma das atrações deste sábado