Aracaju, 28 de novembro de 2021

Samu 192 Sergipe capacita profissionais do CER IV em primeiros socorros

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

O Núcleo de Educação Permanente (NEP) do Centro de Reabilitação José Leonel Ferreira Aquino – CER IV convidou a equipe do NEP do Samu 192 Sergipe para uma capacitação teórico/prática dos colaboradores (as) em primeiros socorros, com destaque para procedimentos em casos de parada cardiorrespiratória.

“Essa primeira capacitação necessária para os nossos serviços acontece numa parceria dos NEP do CER IV e do Samu 192 Sergipe. O serviço aqui no Centro é de atenção especializada ambulatorial e atendemos usuários de diversas faixas-etárias, inclusive, com comorbidades, então, se tivermos alguma situação específica de parada cardiorrespiratória ou qualquer situação de urgência ou emergência, poderemos fazer os primeiros atendimentos até a chegada do Samu”, explica o coordenador do NEP do CER IV, Zak Moreira.

O primeiro momento da atividade formacional foi teórico, a médica intervencionista do NEP Samu 192 Sergipe, Renata Dias, apresentou aos profissionais que compõem o corpo de especialidades do centro, vídeos ilustrativos com situações reais e orientou, de maneira leve, as maneiras corretas de atendimento. Para a profissional do Samu 192 Sergipe é de grande relevância o treinamento sobre parada cardiorrespiratória em um novo equipamento da Rede Estadual de Saúde. “Aqui no CER IV são atendidos muitos pacientes, então, queremos deixar as equipes preparadas para lidar com essas situações inusitadas. O que orientamos na manhã de hoje foi como avaliar bem os pacientes, reconhecer a parada e tomar medidas cabíveis. O que compartilhamos visa eliminar equívocos que podem ocorrer  como, por exemplo,  massagem cardíaca inadequada, sem qualidade, que não conseguem ventilar da melhor maneira”, adverte Renata.

Segundo a médica, para que as intervenções de socorro sejam eficazes, é fundamental que algumas particularidades dos atendimentos sejam observadas. “O ritmo tem de ser de 100 a  120 incursões por minuto, tem que haver a força adequada, utilizando a força do próprio corpo sem dobrar os cotovelos, trocar o socorrista que está massageando a cada dois minutos para não perder a potência na animação, além de fazer a ventilação adequada, dando espaço para quem está oxigenando o paciente. Esses são procedimentos iniciais até que o Samu chegue, porém, o CER IV possui uma sala e equipamentos que possibilita a estabilização de uma paciente de maneira adequada”, salienta com confiança na estrutura do equipamento de saúde da SES.

A parte prática da capacitação acontece com a manipulação de manequins, uma maneira de verificar se a teoria sobre massagem cardíaca e ventilação foi assimilada pelos colaboradores (as). A enfermeira  do CER IV, Camila Fernanda Macedo de Araújo, garante que essa é a melhor maneira de fixar os saberes e fazeres compartilhados pela instrutora. “Com a simulação realística estamos aplicando o que vimos na teoria e isso será o diferencial para termos noção mais aproximada desses momentos de urgência e emergência. Eu vejo como sendo de extrema importância que tenhamos esse tipo de formação para o nosso serviço, que todos os profissionais que aqui trabalham saibam o que é uma situação de risco e possam agir com rapidez para salvar um paciente se necessário Além disso, podemos multiplicar o que aprendemos com os outros profissionais para de outras áreas aqui do CER IV”, fala com entusiasmo.

Para a coordenadora do CER IV, Sayonara Carvalho, a capacitação conjuntamente com a estrutura que o centro dispõe, garante mais tranquilidade para os usuários do equipamento. “Nós temos uma sala de estabilização aqui no CER IV para qualquer situação que necessite primeiros socorros e estabilizar o nosso usuário para fazer a remoção segura. Essa foi uma necessidade que identificamos a partir da abertura dos serviços, para que consigamos dar assistência aos casos que necessitem, então, toda nossa equipe está envolvida nessa capacitação que é singular para nós e também para ofertar maior tranquilidade ao nosso público”, afirma Sayonara.

Foto: Flavia Pacheco

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Inscritos no Enem fazem neste domingo segundo dia de provas
Covid-19: Aracaju vacinou 17.398 mil pessoas nesta semana
Vice-governadora conhece serviços da Casa Mulher em Itabaianinha
Senador Alessando Vieira protocola emenda substitutiva para barrar interesses individuais