Aracaju, 27 de novembro de 2021

Saese encerra comemorações do mês do anestesiologista com curso de ultrassonografia em anestesia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Em comemoração ao Dia do Anestesiologista, 16 de outubro, a Sociedade de Anestesiologia do Estado de Sergipe (Saese), promoveu cursos de atualização para seus associados durante todos os finais de semana de outubro. O último ocorreu no sábado, 30, encerrando o mês dedicado aos médicos, no Hotel Vidam, em Aracaju. “Em comemoração ao dia da nossa categoria, desenvolvemos uma agenda científica extensa. Todos os finais de semana tivemos cursos de atualização na formação do anestesista. E estamos encerrando com o curso de ultrassonografia, que é uma das grandes inovações hoje da anestesia. Praticamente todas as anestesias estão sendo guiadas por ultrassom”, informou Dr Áley Newton Marinho Andrade, presidente da entidade.

Segundo ele, o uso da ultrassonografia em anestesia é algo mais recente. “Por isso achamos muito importante capacitar todos os associados, para que possam incorporar no dia a dia essa tecnologia”, informou Dr Áley, complementando que, com a anestesia guiada por ultrassom, o profissional consegue fazer o trabalho com mais precisão, trazendo mais segurança para o paciente. “Nós conseguimos chegar com precisão aos locais que queremos bloquear, a quantidade de anestésicos é menor e consequentemente os riscos diminuem. Além de qualidade, vamos ter um pouco mais de segurança”, ressaltou.

Um dos instrutores do curso de ultrassonografia em anestesiologia foi Dr Lucas Wynne Cabral, que ministrou a aula sobre “Bloqueio do membro inferior”. Ele destacou a importância de deixar os profissionais familiarizados com esta prática. “Esse é um curso que existe em todo o Brasil e que com a pandemia deu uma retraída. Agora, com a amenizada da pandemia da Covid-19, estamos retomando os cursos, para passar não só a parte teórica, mas também a prática, mostrando como fazer o escaneamento de cada região, nos nervos, nos plexos, para que o anestesista consiga fazer no dia a dia esse trabalho com mais facilidade”.

Dr Lucas avaliou como positiva a retomada dos cursos presenciais. “É uma preocupação que a Saese deve ter com seus associados, de capacitação, de prepará-los para ofertar um serviço de saúde com melhor qualidade e segurança, no dia a dia”.

No total, o curso contou com quatro aulas teóricas. Abordou também “Bloqueio do membro inferior”, ministrada por Dra Raquel Amorim; “Bloqueios da parede torácica”, aos cuidados de Dr Lucas Wynne, e “Bloqueio da parede abdominal, que teve Dr Valter Oberdan Borges de Oliveira como ministrante. As aulas teóricas e práticas ocorreram na parte da manhã. Já a tarde foi dedicada somente à pratica, quando cada participante pode fazer um rodízio nas estações, que contou com a participação também como instrutor, de Dr Lécio Bourbon Filho.

Participação da categoria

A participação da categoria nos cursos ofertados pela Saese tem sido bastante satisfatória. “O anestesista, na sua essência, gosta de se capacitar, de estudar. É uma área que sempre tem avanços e novidades. Então, já era esperado em participação em massa nos cursos ofertados, que fossem todos lotados, porque está no DNA do anestesiologista está sempre estudando e se capacitando”, afirmou o presidente da Saese.

Ascom/Saese

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Políticos e lideranças defendem Mitidieri e só a “bolha” prefere Edvaldo! 
Beneficiários da tarifa social terá bandeira verde em dezembro
PC prende investigado por homicídio praticado em São Cristóvão
Espetáculo  Parada de Natal é uma das atrações deste sábado