Aracaju, 5 de dezembro de 2021

Maternidade Nossa Senhora de Lourdes apresenta resultados positivos do Método Canguru

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O Método Canguru é um modelo de assistência humanizada que há alguns anos vem possibilitando uma melhor qualidade de vida para os prematuros e suas famílias. Esse modelo, utilizado na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes é composto por três etapas e todas tem uma importância enorme para gerar os melhores resultados para os pacientes.

“A integração do processo assistencial faz toda diferença. O método canguru nos dá a possibilidade, através de articulação com a atenção primária (que faz o acompanhamento da gestante de risco), de traçar estratégias para o acolhimento dessas famílias na unidade hospitalar, tentando minimizar os danos que são causados pela quebra do vínculo quando o RN necessita ser internado na unidade neonatal”, disse a   coordenadora estadual do método canguru e enfermeira especialista em UTI neonatal e pediátrica, Amanda Kelle Freitas Barreto.

Canguru gigante

Kelle explicou que, a partir do momento que a criança volta para casa, é preciso devolvê-los com o mínimo de danos possíveis para a família e para a sociedade. “A MNSL, dentro desse contexto, tem enorme importância em âmbito nacional. Por ser o maior Canguru do Brasil em número de leitos, possuindo 27 leitos cadastrados no Ministério da Saúde e está entre os 27 centros de referência estadual”, observou a coordenadora.

O Método Canguru reduz o tempo de separação entre mãe, pai e filho, facilita o vínculo afetivo, possibilita maior competência e confiança dos pais no cuidado do seu filho inclusive após alta hospitalar, estimula o aleitamento materno permitindo maior frequência, precocidade e duração, possibilita ao recém nascido adequado controle térmico, contribui para redução do risco de infecção hospitalar, reduz o estresse e a dor, propícia melhor relacionamento da família com a equipe de saúde, favorece ao recém nascido uma estimulação sensorial protetora em relação ao seu desenvolvimento integral e melhora a qualidade do desenvolvimento neuropsicomotor.

Há em todo o Estado de Sergipe, 80 tutores do Método Canguru, atuando em diferentes níveis de atenção, o que fortalece a sua trajetória.

Capacitações

“Para 2022, pretendemos capacitar ainda mais profissionais, com o curso de tutores que deverá ocorrer a partir de março e também de sensibilização, que pela proposta do Ministério da Saúde deverá ser ainda mais abrangente, contemplando pessoas de todas as classes profissionais do serviço de saúde. Além de termos a perspectiva de conseguir ampliar as articulações possíveis para promover o cuidado progressivo cada vez mais seguro”, atentou a especialista em UTI.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Alessandro protocola novo pedido para instalação de CPI sobre Orçamento Secreto
Valadares Filho reeleito presidente estadual do PSB e Rogério exalta aliança em construção com o PT para um projeto forte
Natal Iluminado: programação contempla música e oficinas neste sábado. São mais de 4,5 mi de pontos de luz enfeitando
ABIH-SE promoverá 2ª edição do road show Viva Aracaju