Aracaju, 5 de dezembro de 2021

Novembro Azul é destaque em discurso do Vereador Sávio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Em mais uma Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Aracaju, o vereador Sávio Neto de Vardo (PSC) utilizou o Grande Expediente para destacar a campanha denominada Novembro Azul que visa o combate ao câncer de próstata, segunda maior causa de morte de homens no Brasil.

O parlamentar apresentou dados da doença. “A cada 38 minutos, um homem morre vítima do câncer de próstata em nosso País. Percebem como isso é preocupante?”, indaga Sávio, chamando a atenção para a importância do diagnóstico precoce. “É fundamental deixar de lado o preconceito e realizar os exames. A prevenção é uma das principais formas de sair vivo dessa doença”, alerta.

Ainda sobre o tema, Sávio destacou a necessidade de se debater o tema na Câmara Municipal. “Importante trazer esse debate para esta Casa. É questão de saúde pública e precisamos, enquanto representantes da população, dos aracajuanos e aracajuanas, ficar atentos a uma causa nobre como é o Novembro Azul”, destaca.

Cedendo o aparte aos colegas vereadores, Sávio recebeu o apoio de Fábio Meireles que o parabenizou pelo tema proposto. “Importante ouvir sua fala, vereador Sávio, tão importante para a saúde dos homens, inclusive de todos nós que já estamos ou chegaremos a idade de voltar uma atenção especial para esse tema. Parabéns”, finalizou o vice-líder da situação.

A campanha

Em 2011, o Instituto Lado a Lado pela Vida iniciou a campanha ‘Novembro Azul’ com o objetivo de alertar para a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, o mais frequente entre os homens brasileiros depois do câncer de pele.

Aproveitando as celebrações em torno do tema, o Ministério da Saúde e o Instituto Nacional de Câncer (INCA) começaram a divulgar ações importantes e a data transformou-se no maior movimento em prol da saúde masculina.

Conforme dados do INCA, foram diagnosticados 68.220 novos casos de câncer de próstata e cerca de 15 mil mortes/ano em decorrência da doença no Brasil, para cada ano do biênio 2018/2019, o que representa 42 homens morrendo por dia em decorrência da doença e aproximadamente 3 milhões convivendo com ela.

O movimento quer conscientizar, ainda mais, a população masculina sobre a necessidade de cuidar do seu corpo e também da mente. Praticar exercícios, ter uma alimentação equilibrada, parar de fumar, praticar sexo seguro, cuidar da saúde mental e, também, fazer o exame da próstata, periodicamente.

Por Marcos Simões

Com informações do INCA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Mais da metade dos maiores de 18 anos consome bebidas alcoólicas
Assédio é principal violência a meninas em ambiente virtual
Entenda as novas regras da Tarifa Social de Energia Elétrica
Simão Dias receberá Centro de Especialidades Médicas e Base do Samu