Aracaju, 29 de novembro de 2021

Vereador Cícero pede mais investimentos psicológicos para a PM-SE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Na manhã desta quinta-feira, (4), o vereador Cícero do Santa Maria (PODEMOS) usou a tribuna da Câmara de Vereadores no grande expediente, para falar sobre a ação da Polícia Militar no “Movimento Cultural” que acontecia no Bairro Industrial. Rebatendo de forma respeitosa alguns colegas vereadores, que afirmaram que os policiais teriam agido de forma truculenta com os jovens que ali estavam, Cícero disse que é preciso ter cautela na hora de acusar, pois ninguém ouviu a versão da polícia. ” Não sou a favor de ações violentas, vimos vídeos dos policiais, porém não vimos como eles foram recebidos, por exemplo”. afirmou.

O vereador também trouxe à pauta a necessidade de estruturar ainda mais a Polícia Militar de Sergipe, no âmbito material, mas principalmente psicologicamente. ” O policial é um ser humano, ele pode sair de casa pra trabalhar e acabar usando uma arma pra salvar a sua vida, dali ele não é mais o mesmo. Por isso é preciso investir em mais psicólogos para a corporação”, disse o vereador que foi bastante elogiado pelos colegas de parlamento.

Na parte final do seu discurso o vereador Cícero mudou o assunto para mencionar a sua alegria no avançar da PL que visa o piso salarial nacional para os enfermeiros e enfermeiras. O projeto foi aprovado na CCJ do Senado Federal, e o vereador pede que a população aracajuana fique atenta e cobre dos nossos senadores o voto “sim” para aprovação final dessa PL que segundo o vereador será de extrema importância para a categoria, e consequentemente para toda sociedade.

Assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Prefeitura intensifica ações voltadas à saúde do homem
Conselho de Psicologia estabelece prazo para adequação de serviços na Hapvida  
Dermatologista orienta sobre cuidados com a pele durante o Verão
39 famílias retiradas de casas em áreas de risco após fortes chuvas em Canindé de São Francisco