Aracaju, 3 de dezembro de 2021

Sucessão não será fácil

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmal.com

A partir da próxima semana é que as conversas sobre a sucessão estadual voltarão à pauta de todos os partidos que têm candidatos majoritários e proporcionais. Durante o feriadão muita gente viajou e alguns poucos políticos que permaneceram no Estado não circularam tanto. As conversas não foram além do que já vem sendo tratado desde que se iniciou o processo de prováveis pré-candidaturas. Ontem à noite, o senador Rogério Carvalho (PT) desembarcou em Aracaju para reunião com o que ele chama de “velha guarda petista” e é o único candidato que retornou ao batente para levar o seu nome adiante.

A base aliada está absolutamente silenciosa e – segundo informação de um dos seus membros destacados – deve realizar uma reunião com o objetivo de por alguns fatos em ordem e promover maior consolidação do bloco. Como todos os pré-candidatos majoritários foram às ruas levar propostas e apresentar razões para disputar à sucessão, naturalmente surgiram boatos – incentivados por setores da mídia – de que ocorria um mal estar e até uma possível ruptura em razão de escolhas que ferissem vaidades. Essa reunião terá como objetivo dar um ajuste à unidade, para que se tenha absoluta certeza de que uma ou outra candidaturas não provoquem rupturas. Só com o bloco coeso é que se dará a continuidade de um Governo que tem posto o Estado no caminho do desenvolvimento econômico e social, além de estar com a economia em absoluta recuperação.

A oposição também não se definiu e mexe os pauzinhos de forma discreta, inclusive porque não tem nomes de grande expressão para a disputa sucessória, à exceção de Rogério Carvalho (PT) que tem apoio do partido e confia na ascensão eleitoral, em razão do apoio de Lula da Silva, que é pré-candidato a presidente da República. Rogério conta com a força da legenda no sertão e outras regiões do Estado, que não recuam do voto petista, embora neste momento não haja absoluta certeza de que Lula se mantenha imbatível, pelo radicalismo de uma direita que hoje vai às ruas em defesa do presidente Bolsonaro. Como disse o ex-governador Jackson Barreto, já há algum tempo, a “direita também se tornou ideológica e isso é complica”.

É verdade que os partidos que seguem Bolsonaro em Sergipe ainda andam dispersos, mas estão na expectativa de que ele decida alguma coisa. Circula informações que ele pode filiar-se ao PP, ao PL, ao PTB e outros que lhes abrem as portas. Com filiação definida, a nova legenda de Bolsonaro pode querer candidatos a governador nos Estados, inclusive Sergipe. Seria mais um nome na disputa no Estado. Apesar do presidente está em queda no País, une os radicais para readquirir peso em busca da reeleição e, certamente, em torno dele a tendência bolsonarista pode deturpar um processo que se imagina frágil.

Chuvarada de fakes

Os últimos dias foram cheios de fakes news em alguns setores de imprensa, tudo em nome de uma “exclusividade” sem qualquer comprovação.

*** Quem passa mais “fake news” à população é disputa entre dois comunicadores, que terminam por alastrar mentiras e criar clima de tensão e irresponsabilidade.

*** Pior: alguns setores da mídia reproduzem esses fakes sem checar a informação. É grave.

Jackson firme no MDB

O ex-governador Jackson Barreto (MDB) voltou às boas com a Direção Nacional do Partido, depois de reunião com em Brasília, na semana passada, onde se colocou os pontos nos is.

*** Jackson estava disposto a deixar o partido por divergências internas. Mas tudo voltou à normalidade em que ele se insere no projeto do MDB.

*** Jackson mantém sua candidatura ao Senado e atualmente viaja pelo interior para fortalecimento da sigla.

André mantém Senado

Como se anunciou desde o início, o ex-deputado federal André Moura continua firme com a sua pré-candidatura ao Senado Federal e apoio da base aliada ao governador Belivaldo Chagas (PSD).

*** Diz que não abre mão disso e acrescenta que também não se preocupa com outras candidaturas que surjam para ser decidida pelo bloco.

O que mais agradou

Na reunião de ontem do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (Ctcae),

O governador reforçou que continuam valendo as medidas exigidas para o acesso aos estádios.

*** Mas o que mais agradou aos torcedores foi a liberação da comercialização das bebidas alcoólicas, sem necessidade de chegar com antecedência de 30 minutos.

Montagem da CPI

Comentário na Assembleia: deputados do Cidadania insistiram na montagem de uma CPI da Covid em Sergipe por orientação do senador Alessandro Vieira.

*** A tese é que se a CPI da Covid destacou o senador sergipano em Brasília, a ponto de lhe dar ascensão política por sua atuação, o mesmo pode acontecer em Sergipe.

*** Tanto que Alessandro passou a pensar em terceira via a presidente e pode favorecer a candidatura a Governo em Sergipe. Isso é quase convicção…

Valadares Estadual?

O ex-senador Valadares escreveu no Instagran que está colocando o seu nome à disposição da população sergipana como candidato a deputado estadual pelo PSB.

*** – Estou disposto em continuar a fazer mais, usando de minha experiência e vontade de servir, disse.

*** Essa é a vontade de Valadares neste momento, mas se o PT convidá-lo para disputar o Senado ele topa na hora.

Chapa do Partido Liberal

O Partido Liberal fez uma reunião interna praticamente de cúpula e discutiu questão dos candidatos à Câmara Federal. A chapa já tem nove nomes com apenas uma dúvida.

*** Uma dessa vagas pode ser ocupada por Valmir de Francisquinho ou pelo filho Tallyson. É que Valmir pode disputar Governo ou Senado.

*** Uma conversa que surgiu: o presidente Bolsonaro pode se filiar ao PL, depois de conversa com Waldemar Costa Neto.

Daniele e Moro

A delegada Daniele Garcia (Podemos) viaja a Brasília terça-feira para a filiação do ex-juiz Sérgio Moro ao seu partido, que acontecerá na manhã da quarta-feira.

*** Daniele Garcia reafirma que a executiva do Podemos está insistindo que ela dispute o Senado e acrescenta que tem ido ao interior e conversado com muita gente.

Alessandro e Ciro

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) admitiu que Ciro Gomes (PDT) “adota a posição certa, compatível com o que se espera de quem está disposto a assumir a missão de resgatar nosso país”.

*** – Estaremos prontos no Senado para fazer a nossa parte. Sensibilidade social exige responsabilidade fiscal. O orçamento secreto é o novo mensalão, diz.

*** Ciro Gomes cancelou sua pré-candidatura a presidente da República porque PDT votou favorável a PEC dos Precatórios.

Discussão ampla

O deputado federal Fábio Henrique (PDT) disse que a bancada federal do seu partido teve uma discussão ampla sobre a votação da PEC dos Precatórios na semana passada.

*** Fábio Henrique disse que o PDT conseguiu algumas mudanças e vantagens, como a obrigação de pagar prioritariamente 60% aos professores.

Diferença do Auxílio

Para Fábio, independente de quem seja o presidente da República, num momento em que a fome é pauta em qualquer discussão, deixar de pagar R$ 400 do Auxílio Brasil, quando hoje se receber R$ 190.

*** Quanto à decisão de Ciro Gomes em suspender sua pré-candidatura a presidente, a bancada do PDT vai discutir isso na próxima terça-feira.

Encontro da militância

O senador Rogério Carvalho (PT) participou ontem à noite de encontro com a velha guarda do partido em Sergipe!

*** Considerou um “início de noite mais que especial para resgatar, a partir desse encontro, a nossa militância. Militância que sempre fez transformação e agora não será diferente!”

Medo da Verdade

Senador Rogério Carvalho (PT) diz que “a imprensa livre é base da democracia. O que perturba Bolsonaro não são perguntas dos jornalistas”.

*** – Mas sim, respostas que ele não pode dar sobre rachadinhas, mortes evitáveis na pandemia, gasolina a 7 reais, orçamento secreto, corrupção e máfia das fakenews. É medo da verdade, admite.

Canabis Medicinal

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) diz que querem impedir a regulamentação da cannabis medicinal no Brasil.

Explica que “após ser aprovado na Comissão, o PL399/2015, que democratiza o acesso da cannabis medicinal, sofreu recurso mobilizado por parlamentares negacionistas contrários à dec

Alessandro por Moro

O senador Alessandro Vieira, pré-candidato ao Planalto pelo Cidadania, disse a O Antagonista que a possível candidatura de Sergio Moro é “corajosa”.

*** – Estamos no momento de apresentar nomes para o eleitorado. Acho muito corajosa e positiva a postura do Moro, que se coloca nessa disputa mesmo sabendo o tamanho da resistência dos extremos políticos, afirmou.

Giro pelas redes sociais

Band Jornalismo – Manaus reduz intervalo entre vacinas após notificação de variantes do coronavírus.

Rui Costa – É evidente que eu gostaria de anunciar que teremos carnaval em Salvador, mas não posso fazer isso se, em 45 dias, os números não cair!

O Antagonista – Girão, senador pelo Ceará, disse que o Brasil ganha com a possível candidatura do ex-juiz, que “personifica o resgate de valores inegociáveis”.

Renato Souza – “É fome”, grita homem que em desespero pede alimentos em área residencial de Brasília. Inflação deteriora a situação econômica das famílias.

Estadão – Patrões e empregados estão contra portaria que proíbe demissão de todos que não foram vacinados.

Henry Clay – Número de oferta de emprego em 2020 foi quase a metade do que divulgado pelo governo federal.

Jovem Pan – Gilberto Kassab conta com Alckmin no PSD, mas vai apoiar tucano em qualquer cenário.

Thiago Amparo – Vacinas salvam: São Paulo registra apenas uma morte por Covid, e cidade já prevê dia sem nenhum óbito

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Linda Brasil aprova em primeira discussão projeto que exige de intérprete de Libras
Dra. Paula Saab recebe Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Aracaju
Alessandro Vieira trabalhou de forma intensa para melhorias na PEC dos Precatórios
TRE-SE cassa mandato do deputado federal Valdevan Noventa em votação unânime, mas cabe recurso junto aoTSE