Aracaju, 3 de dezembro de 2021

Belivaldo continua governador

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmail.com

Foi um período de tensão. Natural quando se tem em julgamento para rever cassação de mandato, exatamente a pouco mais de um ano para conclusão. O governador Belivaldo Chagas (PSD) passou por esse momento. Com ele a vice-governadora Eliane Aquino (PT), mais os aliados, auxiliares e amigos. Desde a semana passada que esse é o clima, controlado por um sentimento de absolvição, com a incomoda sensação de que não se poderia avaliar, com absoluta tranquilidade o resultado final. Os advogados de defesa disseram sempre que o direito era bom e demonstravam otimismo em relação ao resultados final, mesmo deixando no ar que dependia da avaliação jurídica.

Deu tudo exatamente como se avaliava antes: absolvição com ampla diferença (6×1). Aliás, por coincidência, a mesma que aconteceu com a decisão do TRE que o condenou em Sergipe. O resultado foi avaliado como “resposta à lambança” praticada na ação. O “crime”, que o governador Belivaldo Chagas havia praticado, na visão dos que cassaram o seu mandato em processo julgado no ano que assumiu o mandato, em 2018, foi ter participado de assinaturas de emendas em cidades do interior, já como candidatou à reeleição.

Belivaldo fez o que todos os demais governadores tinham o hábito: comparecer às ordens de serviços para municípios. O TSE não viu dolo nisso, porque se tratava de obras para a população, com uso de recursos do Proinvest que tinham prazos. Além disso, não caracterizou abuso político, porque não era feito com o objetivo de conquistar votos, mas de ajudar às comunidades. Melhor ainda: não havia qualquer abuso do poder econômico, tirando-lhe qualquer suspeita de corrupção. Tem quem admita, depois desse resultado favorável, que o Governo Belivaldo ganhou o timbre de zelo pela coisa pública e da ausência absoluta de improbidade. De todas as formas, ele saiu fortalecido desse desespero que, de alguma forma, atingiu a ele e a quem o acompanha.

Belivaldo ontem teve um dia diferente a partir da tarde. Dormiu até cinco horas e acordou para acompanhar o julgamento. Teve a companhia da filha, Priscila, mas evitou a presença de amigos. Lógico que comemorou a decisão, mas já disse que a partir de hoje continua o seu trabalho, assinará mais ordens de serviços e levará adiante o seu projeto de recuperação de rodovias, além de cuidar da Saúde, Educação, Segurança e de assegurar o crescimento econômico, com mais emprego para a população através de um desenvolvimento sustentável para recuperar um Estado que sofreu muito com a pandemia da Covid-19 e hoje está controlada.

A partir da próxima semana a vida política volta à normalidade, porque prováveis candidatos ao Governo, inclusive da posição, recomeçam o trabalho junto às lideranças e os membros da base estarão buscando consolidar seus nomes para escolha definitiva da chapa. Aliás, se fosse mantida a cassação, uma nova eleição direta seria marcada pelo TRE e um novo governador seria reconhecido em março, para já em outubro participar de um novo pleito e, provavelmente, tentar a reeleição. De todas as formas seria uma grande confusão…

Notícia triste

O ex-deputado e ex-conselheiro do TCE, Reinaldo Moura, passou mal na cidade de Canelas, no Rio Grande do Sul, e veio às pressas para Aracaju onde foi constatado um infarto, que teria progredido para um aneurisma.

*** Um dos seus familiares desmentiu o infarto, mas disse que à meia noite ele entrou para um procedimento cirúrgico em um hospital de Aracaju.

*** André Moura, seu filho, deixou Brasília imediatamente e já está em Aracaju dando assistência a Reinaldo.

Belivaldo agradece

Ontem à noite, no seu Instagran, Belivaldo Chagas disse: “ter todas as respostas na ponta da língua e, mesmo assim, preferir o silêncio, é sinal de que você atingiu um nível alto de maturidade. Obrigado a todos os sergipanos que acreditam em mim”.

*** E mais: “Obrigado aos amigos pelo apoio e a todos os sergipanos pela confiança e orações. Vamos em frente, com muita fé e trabalho, para Sergipe continuar avançando”!

O troco por 6×1

Um deputado, que pediu off, disse que vibrou com o resultado do julgamento do TSE: 6×1. O mesmo “placar” que Belivaldo foi condenado.

*** Acrescentou que pelo mesmo número de votos, o TSE respondeu a “lambança que fizeram contra Belivaldo em Sergipe”.

JB cumprimenta

O ex-governador Jackson Barreto (MDB) escreveu: “a força da parceria e a escolha dos sergipanos prevaleceram. Belivaldo Chagas e Eliane Aquino seguirão fazendo nosso estado avançar!”
*** E mais: “Belivaldo, meu amigo, sabemos o quanto é custoso ser firme no propósito de fazer Sergipe crescer, de oferecer oportunidades para nossa gente, mas a verdade é soberana e ela se impôs hoje (ontem)”!

Mudar regras e prazos

O deputado estadual Garibalde Mendonça, que se recupera de uma cirurgia, falou ontem sobre o julgamento da chapa Belivaldo e Eliane no TSE.

*** Para Garibaldi, “o que deveria mudar são as regras e prazos da justiça eleitoral, não o governo Belivaldo”.

Através da base aliada

A direção nacional do MDB apoia a candidatura do ex-governador Jackson Barreto ao Senado e dará toda estrutura necessária para sua campanha.

*** Terá um detalhe: o partido orienta a Jackson seguir toda orientação projetada para escolha dos candidatos majoritários pela Base Aliada.

MDB mantém posição

O presidente do MDB Sergipe, Sérgio Reis, disse ontem que o partido defende o nome de Fábio Mitidieri (PSD) para disputar o Governo de Sergipe.

*** – É uma decisão que foi amadurecida, sendo discutida internamente com os filiados e com os membros da Executiva Nacional do partido.

*** O MDB emitiu nota comunicando essa decisão, que agora foi confirmada pelo ex-deputado Sérgio Reis.

Demissões em massa

A notícia não é boa: segundo o jornalista Max Augusto, as empresas de ônibus de Aracaju demitiram ontem 242 trabalhadores – 79 da Modelo e 163 da Progresso.

*** Acrescenta que “o estopim para as demissões foi o aumento superior a 60% no valor do combustível, só em 2021”.

PDT foge do calote

O PDT voltou atrás e ontem decidiu votar contra a PEC do Calote, alegando que sua atitude era “em nome da nossa unidade partidária”.

*** O pré-candidato a presidente pelo partido, Ciro Gomes, provou esse recuo pedetistas ao suspende sua candidatura com a votação anterior.

*** Solidariedade encaminhou o voto sim. No primeiro turno, entregou 100% dos votos

Posição do PSB

O presidente do PSB em Sergipe, ex-deputado Valadares Filho, elogiou a posição do seu partido, pela firmeza na votação contrária a PEC dos precatórios.

*** Valadares disse que “não podemos permitir gastos públicos sem equilíbrio e transparência”

Silêncio preocupa

Membros do Cidadania continuam preocupado com o silêncio da direção estadual do partido e esperam ter encontro com o senador Alessandro Vieira para as primeiras e decisivas conversas.

*** Segundo um dos seus filiados, o partido precisa começar a iniciar formação de chapas para disputar Assembleia e Câmara.

*** Todos eles acreditam que o partido terá candidatura majoritária e admitem que têm bons nomes para a disputa.

Sobre o São João

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) recebeu, ontem, a presidente da Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe, Conceição Viera (PT), em Brasília.

*** Mitidieri reiterou o seu compromisso com o fomento e a promoção da cultura de Sergipe.

O deputado brincou: “Quem mais aí tá com aquela saudade de dançar um forrozinho nas festas de São João?”

Sistema está doente

O senador Alessandro Vieira admite que o sistema político brasileiro esteja doente. Não é novidade, todo mundo sabe, mas só vamos encontrar a cura chamando a doença pelo nome.

*** Segundo o senador, “distribuir vantagens para comprar base parlamentar é corrupção! Mensalão petista, tucano ou do DEM, Petrolão, Bolsolão, tanto faz: é corrupção”.

Decisão da filiação

O deputado federal Laércio Oliveira (PP) disse, ontem, que os progressistas ainda estão esperando que se consolide a filiação do presidente Bolsonaro no Partido Liberal.

*** Disse que com a decisão final, haverá a formação da maior bancada na Câmara Federal.

*** Quanto a Sergipe, Laércio mantém a sua pré-candidatura ao Senado e continuará com visitas a cidades do interior.

Vacina obrigatória

O coordenador geral da Marcha da Família, João Alberto, anunciou ontem em Aracaju que vai responsabilizar judicialmente prefeitos e governadores que aplicarem passaporte de vacinação ou que torne a vacina obrigatória.

*** Em Sergipe, o agrupamento da Marcha da Família é coordenado pelo publicitário Lúcio Flávio, que também está à frente do Brasil 200.

Programa de renda

O senador Rogério Carvalho (PT) acha que se precisa constitucionalizar um programa de renda permanente às famílias brasileiras.

*** – Não é razoável um país, com a riqueza que o Bandeira do Brasil tem, e do tamanho do nosso, ter pessoas em dificuldades, em insegurança alimentar, pessoas passando fome, pessoas desabrigadas, disse.

Um giro pelas redes

Revista Fórum – A menos de duas semanas do Enem, 29 coordenadores do Inep pedem demissão. Absurdo!

Wilson Gomes – Se fosse para o Judiciário fazer combinação com o Executivo os liberais não teriam inventando essa zorra cara e complicada de Três Poderes, não?

Do Uol – Mario Frias vetar passaporte da vacina em projetos da Lei Rouanet é provocação, analisa Marco Villa.

Abacaxi Soviético – O ser humano caminha lado a lado com a morte, até o dia em que ela decidir guiar nosso caminho.

O Antagonista – Presidente da Câmara fechou o cerco aos deputados que fugiram da votação do primeiro turno da PEC do Calote.

Band Jornalismo – Para atender o público evangélico, empreendedoras cariocas criaram uma loja de sex shop bem diferente.

Roberto Requião – Gasolina a R$ 8 faz a festa de especuladores e acionistas da Petrobras; imagine se a empresa fosse privada.

Mônica Bergamo – ‘Se gritar pega Centrão, não fica um meu irmão’: essa é do general Heleno soltando a voz ao microfone.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Linda Brasil aprova em primeira discussão projeto que exige de intérprete de Libras
Dra. Paula Saab recebe Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Aracaju
Alessandro Vieira trabalhou de forma intensa para melhorias na PEC dos Precatórios
TRE-SE cassa mandato do deputado federal Valdevan Noventa em votação unânime, mas cabe recurso junto aoTSE