Aracaju, 5 de dezembro de 2021

Energisa apresenta projetos na ONU sobre mudanças climáticas 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

No momento em que lideranças mundiais estão reunidas na COP-26 em defesa de metas ambiciosas para a transição de uma economia de baixo carbono, dois projetos da Energisa serão apresentados na Conferência da ONU sobre mudanças climáticas como exemplos de boas práticas. A chegada de energia por fonte solar a comunidades ribeirinhas no Pantanal e na Vila Restauração, dentro da Floresta Amazônica no Acre, mostra como é possível aliar inovação e desenvolvimento sustentável em áreas remotas.

Até 2022, o Ilumina Pantanal vai fornecer luz contínua para mais de 2 mil unidades consumidoras, o que representa em torno de 5 mil pessoas. Já na Vila Restauração, as cerca de 200 famílias na Reserva Extrativista do Alto Juruá, próximo ao Peru, só tinham luz a diesel por três horas diárias. A população agora tem energia limpa por 24 horas.

“A transição energética é base no caminho para conter as elevações de temperatura do planeta. A Energisa tem compromisso com a agenda e desenvolve ações concretas, como os projetos na Vila Restauração e no Pantanal. Eles disponibilizam energia limpa, acessível e contínua para regiões remotas, além de evitar a emissão de cerca de 58 mil toneladas de dióxido de carbono por ano na atmosfera”, explica Tatiana Feliciano, diretora de Gestão e Sustentabilidade da empresa.

Por Adriana Freitas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Mais da metade dos maiores de 18 anos consome bebidas alcoólicas
Assédio é principal violência a meninas em ambiente virtual
Entenda as novas regras da Tarifa Social de Energia Elétrica
Simão Dias receberá Centro de Especialidades Médicas e Base do Samu