Aracaju, 5 de dezembro de 2021

Feira Virtual de Educação traz dicas para brasileiros nos EUA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Bate-papo acontece no próximo dia 16 de novembro, a partir da parceria entre o Tiradentes Institute, o Conselho de Cidadãos e o Consulado Geral do Brasil em Boston

Descobrir mais sobre o Ensino Superior nos Estados Unidos, bem como as diferentes possibilidades e caminhos para brasileiros estudarem no país. Este é o objetivo da Feira Virtual de Educação, que acontece na próxima terça-feira, 16 de novembro, às 20h (horário de Brasília, 19h de Boston), com um bate-papo que vai contar com o compartilhamento de experiências de brasileiros que passaram pelo processo de intercâmbio.

O evento é promovido pelo Tiradentes Institute, braço internacional do Grupo Tiradentes, juntamente com o Consulado Geral do Brasil em Boston e o Conselho de Cidadãos de Boston, entidade independente que representa os interesses da comunidade brasileira que vive na região. Neste ano, o encontro será online, através deste link de acesso. Entre os convidados, estão o cônsul-geral do Brasil em Boston, o embaixador Benedicto Fonseca Filho, o advogado e representante político Marcony Almeida e a estudante Luana Machado, que viveu a experiência.

O foco principal da Feira é discutir maneiras e caminhos de ingresso em faculdades e universidades americanas para quem é brasileiro, sobretudo os filhos de imigrantes e residentes nos EUA. Também é uma oportunidade para tirar dúvidas acerca do processo.

O professor Everton Costa, coordenador da Pasta de Educação do Conselho de Cidadãos de Boston, explica que existe uma grande demanda de interessados em ingressar no Ensino Superior americano, especialmente de brasileiros que já estão nos EUA. “Mas também há estudantes do Brasil que veem as instituições dos Estados Unidos como uma oportunidade de formação diferente das que existem no Brasil”, diz.

De acordo com Everton, muitos dos interessados em estudar fora não sabem onde procurar informações e ajuda. “Existem fundações/organizações que ajudam, além de escolas no Brasil que oferecem assessoria. Estando nos EUA, você depende bastante do seu status imigratório. Inclusive, um dos propósitos do evento é ressaltar a necessidade de procurar informações e ajudar a informar onde encontrá-las”, reforça o professor.

O evento

O evento já existe há alguns anos e era sempre realizado de forma presencial. Ele reúne pessoas da comunidade brasileira imigrante com empresas e universidades e foi pensado como uma maneira de integrar a comunidade brasileira na região de Boston em torno de iniciativas na área de educação e formação, para, assim, compartilhar o conhecimento das oportunidades.

Asscom | Grupo Tiradentes

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Alessandro protocola novo pedido para instalação de CPI sobre Orçamento Secreto
Valadares Filho reeleito presidente estadual do PSB e Rogério exalta aliança em construção com o PT para um projeto forte
Natal Iluminado: programação contempla música e oficinas neste sábado. São mais de 4,5 mi de pontos de luz enfeitando
ABIH-SE promoverá 2ª edição do road show Viva Aracaju