Aracaju, 22 de janeiro de 2022

Igreja Adventista será ponto de doação de sangue do Hemose no sábado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Com objetivo de aumentar o estoque de sangue do Centro de Hemoterapia de Sergipe, Hemose, os jovens adventistas da central de Aracaju, cederão o salão da igreja para se tornar uma grande sala de doação, neste sábado, 20/11, a partir das 9h. Técnicos do hemocentro montarão a estrutura para os membros não precisarem se descolocar até o Hemose para doar.

A líder de jovens do grupo, Mydian Moura , explica que a ideia surgiu com objetivo de  facilitar as doações enquanto o culto acontece, além de conscientizar o público que ainda tem receio de doar. “Sabemos que aqui na igreja temos doadores em potencial, e muitas vezes, por falta de informação ou receio não fazem a doação. Trazendo esta base do Hemose para o nosso meio, com certeza facilitará as doações e conscientizará muitos membros sobre a temática”, enfatiza.

Segundo a assessoria de imprensa do Hemose, o estoque de sangue está em baixa durante o mês de novembro e tende a cair mais ainda em dezembro. A Igreja Adventista realiza durante todo o ano o Projeto Vida por Vidas, que incentiva a membresia a salvar vidas através da doação. “Somos parceiros do hemocentro e sempre atendemos aos pedidos para manter o estoque em alta. Jesus deu o seu sangue por nós, e precisamos fazer o mesmo pelo nosso próximo, demonstrando o amor que Deus nos ensinou através de ações.  Por isso, pensamos nesta ideia para ajudar esta instituição que salva tantas vidas”, enfatiza Mydian.

A comunidade do centro que tiver interesse em fazer a doação também pode participar. “A nossa igreja estará aberta para receber todos os doadores da região juntamente com a equipe do Hemose, a partir das 9H. O nosso endereço é rua Lagarto, 1010, centro. Você, independente de religião ou credo, pode ajudar a salvar vidas”, finaliza a líder.

O projeto Vida por Vidas

A partir de uma iniciativa voluntária promovida pelos Jovens Adventistas, em 2005, nasceu o Projeto com a proposta de contribuir com os hemocentros através do incentivo à doação de sangue durante o período da Páscoa.

Este teria sido apenas mais um movimento de compromisso social, no entanto o Projeto atraiu a atenção da mídia em diversas regiões por onde ocorreram as doações, inclusive pelo fato de os bancos de sangue terem atingido seus limites de estoque.

Tudo isso contribuiu para que o Projeto fosse conhecido e reconhecido, através da capacidade de mobilização. Desde então, o Projeto acontece anualmente. Conheça mais o projeto no site www.vidaporvidas.com

Por Luciana Santana Diniz

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Escola de Artes Valdice Teles abre inscrições para 685 vagas em diversos cursos
Defesa Civil segue monitorando municípios sergipanos margeados pelo Rio São Francisco
Provas do Enem 2022 serão aplicadas no mês de novembro; confira todo cronograma
Prefeitura abre novo edital para eleição do Conselho da Previdência