Aracaju, 29 de novembro de 2021

Consciência Negra: a mulher é a mais afetada, diz Maria do Carmo Alves

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Neste sábado é celebrado em todo Brasil o Dia da Consciência Negra, mas, para a senadora, ainda não há muito o que se comemorar

“Infelizmente, em nosso país, ainda acontecem muitos atos de racismo. Existe uma desigualdade social muito grande e, quando analismos as estatísticas percebemos que a população negra é sempre a que está mais vulnerável, principalmente na área da educação, ou nos índices de violência. Isso precisa acabar. Somos todos iguais, independentemente de raça ou cor da pele”.

A declaração é da senadora Maria do Carmo Alves (DEM), ao lembrar que nesta data, 20/11, é celebrado em todo Brasil o Dia da Consciência Negra. A parlamentar levou em conta um levantamento da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019, que apontou que em relação à violência psicológica, além de ela ser mais incidente entre as mulheres (25,9%) do que entre os homens (21,7%), também é mais comum na população preta (25,3%), do que na população branca (20,9%).

Esse mesmo levantamento aponta que 20,8% da população preta afirmou ter sofrido algum tipo de violência, diante de 16,4% da população branca e 25,8% da população parda, em 2019. Em relação a área da Educação, dados da PNS de 2019, mostram que 8,4% do total da população preta ou parda tinha ensino superior completo.

Em contrapartida, 16,2% do total da população branca tinha esse ensino completo. “Lamentavelmente, as pesquisas do IBGE nos mostram que não há muito o que se comemorar neste dia da Consciência Negra em nosso país”, destacou Maria do Carmo Alves.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Dermatologista orienta sobre cuidados com a pele durante o Verão
39 famílias retiradas de casas em áreas de risco após fortes chuvas em Canindé de São Francisco
Estudantes  universitários de Carira recebem ônibus adquirido com emenda de Alessandro Vieira
Hospital de Urgências de Sergipe abre processo seletivo de 16 vagas para Residência Médica