Aracaju, 27 de novembro de 2021

Edvaldo entrega Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2022 à Câmara Municipal

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O prefeito Edvaldo Nogueira entregou, nesta sexta-feira, 19, ao vice-presidente da Câmara Municipal de Aracaju, Vinícius Porto, o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) do município para o ano de 2022.  O instrumento, que prevê as receitas e despesas da administração municipal para o próximo ano, faz parte do conjunto de leis do planejamento público e foi apresentado à sociedade no último dia 16, em audiência pública, promovendo a participação popular.  A PLOA passará, agora, pela aprovação da Casa Legislativa. A previsão orçamentária para 2022 é de mais de R$ 2,95 bilhões.

“O Projeto de Lei Orçamentária Anual é um instrumento muito importante, que define a previsão orçamentária do município para o ano seguinte. A LOA foi estabelecida a partir da análise socioeconômica e financeira e das metas fiscais, atendendo às prioridades de Aracaju, e está completamente alinhada à Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022, mostrando  que temos um planejamento orçamentário sólido”, destacou o prefeito, na mensagem enviada aos vereadores.

O gestor ressaltou ainda que a proposta, que fixa o orçamento da gestão no exercício de 2022, “cumpre os objetivos do PLPPA 2022-2025, na medida em que integra os eixos que compõem o Planejamento Estratégico da administração pública, sendo eles: proteger a vida  e promover o desenvolvimento humano e social,  promover o desenvolvimento  econômico e urbano sustentável,  e garantir uma gestão inovadora e de excelência”.

Previsão

A proposição municipal estima receitas e despesas brutas de mais de R$ 2,95 bilhões para o exercício de 2022. Deste valor, mais de R$ 1 bilhão deverá ser destinado para despesas com pessoal. Das áreas da administração municipal, a que receberá boa parte dos investimentos é a Educação – quase 27% do orçamento – índice superior ao previsto pela legislação, uma vez que serão aplicados R$ 21 milhões a mais do que é exigido por lei.

Além do vice-presidente da Câmara, estiveram presentes os vereadores Antônio Bittencourt (líder da bancada de situação), Ricardo Vasconcelos, Anderson de Tuca, Pastor Eduardo Lima, Binho, Sargento Byron e Sávio de Vardo.

Foto: Ana Lícia Menezes/PMA

Por Tirzah Braga

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Políticos e lideranças defendem Mitidieri e só a “bolha” prefere Edvaldo! 
Beneficiários da tarifa social terá bandeira verde em dezembro
PC prende investigado por homicídio praticado em São Cristóvão
Espetáculo  Parada de Natal é uma das atrações deste sábado