Aracaju, 3 de dezembro de 2021

Feira Internacional de Economia Criativa começa nesta quarta

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Evento contará com palestras, programação cultural e espaço para comercialização de produtos

De 24 a 27 de novembro será realizada a 4ª Edição Digital da Feira Internacional de Negócios Criativos e Colaborativos (FINCC) O evento é gratuito e contará em sua programação com palestras, apresentações culturais, cases de sucesso e oficinas ministrados por especialistas que entendem e atendem na prática as demandas do setor, além de experiências que contribuem para inspirar outras pessoas.

A Feira é realizada pelas nove unidades do Sebrae na Região Nordeste, sob a coordenação do Sebrae Sergipe, e se propõe a ser uma vitrine digital, não apenas de negócios, mas também para fomentar a troca de experiências e uma melhor formação de profissionais e empreendedores da Cultura.

A meta é ajudar os empreendedores do setor cultural e criativo em um momento de recuperação da atividade, uma das mais impactadas pela pandemia de Covid-19. A ideia é auxiliá-los a se reposicionar no mercado, a utilizar a tecnologia e aproveitar as possibilidades trazidas pelo ambiente digital, melhorando seu engajamento, projeção e a comercialização de seus produtos.

O evento é voltado para profissionais, empreendedores, estudantes ou interessados nos temas da Economia Criativa, sobretudo nos segmentos do Audiovisual, Games, Música, Artesanato, Moda e Turismo Criativo. As inscrições para o evento são gratuitas e podem ser feitas no site www.fincc.com.br, local onde também será feita a transmissão de todas as atividades.

A Feira conta ainda com um espaço (marketplace) que reúne 250 lojistas expondo e vendendo produtos da economia criativa, como peças de decoração, artesanato, moda e acessórios, todos autorais típicos da região Nordeste.

Programação

A abertura oficial acontece às 9h do dia 24. A programação contará com uma apresentação cultural do Mamulengo e Boneca Genoveva, além de palestras sobre a economia criativa no mundo digital; criatividade, inovação e desenvolvimento em países de língua portuguesa, esta com a participação de representantes de Moçambique e Portugal; o cenário do audiovisual no Brasil e turismo criativo e colaborativo.

No segundo dia as atividades terão início ás 14h com as palestras ‘Quando a criatividade se torna um negócio’, ‘Impacto da Economia Prateada na Inovação e nos Negócios no Brasil’, além de um bate papo sobre as principais dificuldades e soluções encontradas pelos artesãos.

Já no dia 26 a programação também começará às 14h e prevê a realização de quatro palestras: ‘A retomada das atividades nas artes cênicas’, ‘A importância da criação de redes no processo de fortalecimento do setor artesanal’, ‘Inovação na Economia Criativa’ e ‘Processo Criativo para Game’.

O último dia da FINCC, sexta-feira, 27, terá início ás 16h com uma palestra sobre ‘Economia Criativa e Desenvolvimento’. O evento será encerrado oficialmente às 17h com a apresentação da dupla Chico Queiroga e Antônio Rogério.

Foto assessoria

Por Wellington Amarante

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Linda Brasil aprova em primeira discussão projeto que exige de intérprete de Libras
Dra. Paula Saab recebe Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Aracaju
Alessandro Vieira trabalhou de forma intensa para melhorias na PEC dos Precatórios
TRE-SE cassa mandato do deputado federal Valdevan Noventa em votação unânime, mas cabe recurso junto aoTSE