Aracaju, 7 de dezembro de 2021

Oposição eclética

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Por Adiberto de Souza *

Os últimos movimentos de alguns partidos de oposição ao governo de Sergipe permitem antever o comportamento deles nas eleições de 2022. Bom exemplo disso é o PL, que anuncia como novo filiado ninguém menos do que o presidente Jair Bolsonaro. Pois bem: no mesmo dia em que um dirigente do PL se reunia em Aracaju com outros partidos de oposição para discutir o próximo pleito estadual, duas lideranças liberais interioranas desfilavam de braços dados com o pré-candidato a governador Rogério Carvalho (PT). Entre os que fizeram corpo a corpo com o petista estava o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho. Na semana passada, este distinto agresteiro teve uma longa conversa com o capitão de pijama, seu mais novo aliado político e inimigo figadal do PT. As legendas oposicionistas Cidadania e Podemos também estão se virando nos 30 para aparecerem bem na fita nacionalmente e, ao mesmo tempo, montarem uma coligação em Sergipe. Embora defendam pré-candidaturas diversas para a Presidência da República, cidadanistas e podemistas discutem uma aliança aqui na paróquia. Com uma oposição assim tão eclética, será difícil para o eleitor saber com quem ela vai dançar no próximo baile eleitoral. Home vôte!

Derrotado novamente

O prefeito de Canindé do São Francisco, Weldo Mariano (PT), acaba de derrotar novamente seu adversário Kaká Andrade (PSD). Inconformado com o resultado das urnas, o pessedista recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral para anular a eleição, sob a alegação de que o petista comprou votos. A defesa do prefeito deixou claro que os argumentos do recorrente careciam de provas. O juiz relator Edvaldo dos Santos também não enxergou nos autos elementos comprovando a compra de votos. Após analisarem a frágil argumentação dos advogados de Kaká, os magistrados do TRE rejeitaram por unanimidade o pedido de cassação da chapa Weldo Mariano/ Pank. Crendeuspai!

Pés na estrada

A presidente estadual do Podemos, delegada Danielle Garcia, tem percorrido o estado visando organizar o partido para a disputa eleitoral de 2022. Ontem, a fidalga deu com os costados em Umbaúba. Estava acompanhada de Adriana Leite, vice-presidente do partido e ex-prefeita de Estância. Aliás, Danielle e Adriana perderam as últimas eleições que concorreram. A delegada foi derrotada em 2020, na disputa pela Prefeitura de Aracaju, enquanto Adriana tentou se eleger deputada estadual em 2018, mas só teve 1,20% dos votos. Misericórdia!

Proteção de dados

A Prefeitura de Laranjeiras está implementando a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A iniciativa visa permitir à gestão municipal tratar de forma adequada as informações pessoais, respeitando o direito à privacidade e à proteção dos dados do cidadão. O prefeito Juca de Bala (MDB) lembra que a vida das pessoas se tornou muito mais fácil por conta da tecnologia, “mas os nossos dados são facilmente acessados”. Com a implantação da LGPD, a Prefeitura se capacita para oferecer mais segurança às informações pessoais dos laranjeirenses. Ah, bom!

Não liberou geral

 

As línguas ferinas erraram feio ao suspeitarem que o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) iria liberar festas de rua com grandes aglomerações em Aracaju. Ontem, ao autorizar a realização de eventos em ambientes fechados na Orla de Atalaia, o pedetista disse que a Prefeitura não realizará réveillon este ano. A festa de virada do ano ocorrerá apenas nos bares, restaurantes, hotéis e residências. Segundo o prefeito, seria uma temeridade, aglomerar milhares de pessoas quando a capital e estado ainda lutam contra a pandemia da covid-19. Nogueira acredita que só deve autorizar uma grande festa em área aberta no mês de março de 2022, para comemorar o aniversário de Aracaju. Certíssimo!

Bico seco

Várias cidades sergipanas sofrem com a falta d’água nas torneiras. Os municípios do semiárido também ficam desabastecidos quando ocorre rompimentos na tubulação da adutora do Alto Sertão. Este problema tem acontecido com muita frequência sem que a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) encontra uma solução definitiva. Pior é que, mesmo com as constantes faltas d’água, a conta chega todos os meses e sem um único centavo de desconto. Danôsse!

Em cima do muro

Quem ouve o ex-senador Eduardo Amorim, presidente do PSDB sergipano, percebe que ele e o partido vão continuar em cima do muro até depois do Carnaval. Entrevistado pelo portal de notícias Universo Político, o tucano deixou claro que não tem pressa para se definir sobre as eleições. Segundo ele, o PSDB ainda tem uma longa estrada pela frente até o anúncio dos candidatos a governador. Ainda sobre o assunto, Amorim diz apenas que “vamos com quem queira, de fato, mudar Sergipe para melhor. Com quem tiver compromisso com uma saúde digna e a geração de empregos”. Então, tá!

Grana pra Xingó

A Chesf lançou um programa de modernização da Usina Hidrelétrica de Xingó, em Sergipe. O objetivo é garantir eficiência e aumentar a disponibilidade de energia e a confiabilidade operacional de seu sistema. Ao longo de 10 anos, serão investidos R$1,5 bilhão em Xingó e nas hidrelétricas de Sobradinho e Paulo Afonso IV, na Bahia, e de Luiz Gonzaga, em Pernambuco. Devem ser substituídos os sistemas de medição, proteção, comando, controle, supervisão e regulação das usinas. A modernização das instalações permitirá à Chesf ampliar sua capacidade de geração de energia reativa para 5.148 Mega Volt-ampère reactivo (MVAr). Supimpa!

Agronegócio em alta

O governador Belivaldo Chagas (PSD) está entusiasmado com a realização do Sealba Agroshow, agendado para o período de 10 a 22 de janeiro de 2022, em Itabaiana. Segundo Chagas, o evento será uma grande vitrine do agronegócio de Sergipe, Alagoas e Bahia. A previsão dos organizadores é que o Sealba Agroshow movimente cerca de R$ 50 milhões na venda de implementos, insumos, veículos, genética e serviços.  Também estão previstas palestras, rodada de negócios, lançamento de máquinas e equipamentos, exposição de animais, nutrição e genética animal. Arre égua!

Doutor honoris causa

A Universidade Federal de Sergipe concedeu o título de doutor honoris causa ao ator e ativista dos direitos humanos Severo D’Acelino. Outorgado pelo Conselho Universitário da UFS com base na atuação de Severo em favor da luta antirracista, o título foi entregue ao homenageado no último sábado, Dia da Consciência Negra. Ao falar sobre a homenagem, o deputado estadual Iran Barbosa (PT) disse que “Severo, o preto mais preto dos sergipanos, teve reconhecida toda a sua contribuição à história do povo negro de Sergipe e às artes, enquanto poeta, ator e dramaturgo”. É vero!

Recorte de jornal

 

 

 

 

 

 

Publicado no jornal aracajuano A Cruzada, em 27 de janeiro de 1952

É editor do Portal Destaquenotícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Gestantes e puérperas vacinadas com a Jansen podem tomar a dose de reforço da Pfizer
Prefeitura de Simão Dias promove Vacinação Itinerante contra Covid-19
Vereadores do município de Itabaiana ajuízam ação popular na 1ª Vara Cível contra a Deso
Cursos EaD podem ser incluídos como opção de financiamento pelo Fies