Aracaju, 3 de dezembro de 2021

Acusado de atirar na ex-companheira por ciúmes e matar homem é condenado a 25 anos de prisão

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Após atirar em mulher por ciúmes e ficar paraplégica, Moacir Horácio Pereira foi condenado a 25 anos e um mês de prisão, em regime fechado, por matar um homem que estava com a ex-companheira dele, em um bar na Praia da Aruana, em Aracaju. O crime aconteceu em 2017.

O julgamento ocorreu no final da tarde desta quarta-feira (24), na 5ª Vara Criminal em Aracaju. O inquérito foi enquadrado como homicídio qualificado e tentativa de homicídio. A defesa do réu informou que vai recorrer da decisão.

Entenda o caso – à época, testemunhas contaram que o autor dos disparos estava em uma das mesas do bar, onde chegou a tomar uma cerveja antes de abordar as vítimas. A primeira a ser atingida pelos disparos foi a mulher. O homem teria tentando fugir, mas foi perseguido e novamente baleado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Belivaldo reúne base aliada na segunda-feira
Linda Brasil aprova em primeira discussão projeto que exige de intérprete de Libras
Dra. Paula Saab recebe Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Aracaju
Alessandro Vieira trabalhou de forma intensa para melhorias na PEC dos Precatórios