Aracaju, 3 de dezembro de 2021

Belivaldo Chagas recebe novo comandante Militar do Nordeste, general Richard Fernandez

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O governador Belivaldo Chagas recebeu na tarde desta quarta-feira (24), a visita institucional do comandante Militar do Nordeste, general do Exército Richard Fernandez Nunes. No encontro, que ocorreu no Palácio de Despachos, o governador deu as boas-vindas ao novo comandante da Região Nordeste, destacando a relação institucional amistosa que existe entre os dois entes, ressaltando a parceria que as Forças Armadas sempre mantiveram com o Governo do Estado.

O general disse que assumiu o Comando Militar do Nordeste no último mês de setembro, e não poderia faltar na sua agenda uma visita institucional a Sergipe para se apresentar ao governador, “estabelecendo uma relação institucional que tem sido sempre respeitosa e proveitosa, tanto para o Exército quanto para o Estado de Sergipe”.

Richard Fernandez conversou com o governador Belivadlo Chagas sobre a atual conjuntura e manifestou a disponibilidade do Exército para apoiar os diversos tipos de missão que o Estado vier a precisar. Ele deu como exemplo de colaboração, a instalação de um dos postos de vacinação contra o Covid-19 dentro das instalações do 28º Batalhão de Caçadores.

O general também destacou a atuação do 28º Batalhão de Caçadores, reconhecida por sua tradição ao operar há mais de 80 anos em Sergipe, tendo um vínculo muito forte com a sociedade sergipana. “A tropa de Sergipe é reconhecida em todo país pela qualidade, entusiasmo e disciplina”, frisou.

O comandante do Nordeste ainda se reuniu na mesma tarde com o secretário de Estado da Segurança Pública, João Eloy, e a cúpula da SSP de Sergipe. “Sempre há uma relação muito próxima entre os órgãos de Segurança Pública e as Forças Armadas. Manter esse nicho de respeito e cooperação é o que deve existir entre as instituições”, concluiu.

Também estiveram presentes na visita o comandante da 6ª Região Militar, general de divisão Marcelo Arantes Guedon, o comandante do 28º BC, coronel Marco Aurélio Magalhães Cavalcanti e o assessor parlamentar e institucional do 28º BC,  coronel R1 Roberval Corrêa Leão, dentre outros representantes do Exército.

Comando do Nordeste

O Exército Brasileiro assumiu nova estrutura administrativa e operacional após as tropas brasileiras terem retornado da II Guerra Mundial, passando a ser organizado em quatro Zonas Militares: Norte, Centro, Oeste e Sul, que, por sua vez, subdividiram-se em Regiões Militares.

A Zona Militar do Norte, com sede em Recife e alcançando todos os estados do Nordeste e da Amazônia, englobava as 6ª, 7ª, 8ª e 10ª Regiões Militares de então e teve o seu Comando criado pelo decreto-Lei n° 9.510, de 24 de julho de 1946, origem mais remota do atual Comando Militar do Nordeste (CMNE).

Em 1956, modificada a denominação para IV Exército, a parcela Amazônica foi desmembrada para constituir o Comando Militar da Amazônia. Em 1979, as instalações do QG do IV Exército foram transferidas da Rua do Príncipe, onde hoje está instalado o Hospital Militar de Área do Recife (HMAR), para o Complexo Militar do Curado. Em 1985, mudou sua denominação para Comando Militar do Nordeste.

Hoje, quatro Grandes Comandos e duas Grandes Unidades subordinam-se ao CMNE: 6ª Região Militar (BA e SE), 7ª Região Militar (AL, PE, PB e RN), 10ª Região Militar (CE e PI), o 1º Grupamento de Engenharia (1º Gpt E), a 7ª Brigada de Infantaria Motorizada (7ª Bda Inf Mtz) e a 10ª Brigada de Infantaria Motorizada (10ª Bda Inf Mtz) com sedes, respectivamente, nas cidades de Salvador, Recife, Fortaleza, João Pessoa, Natal e Recife. O 1º Gpt E dirige e controla as ações dos batalhões de engenharia em todo o Nordeste do país.

Ao lado das atividades-fim, de cunho essencialmente militar, o CMNE realiza inúmeras ações complementares em sua área de jurisdição, todas em apoio à população civil nordestina, caracterizando a Mão Amiga do Exército Brasileiro.

Foto: Mário Sousa/ASN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Linda Brasil aprova em primeira discussão projeto que exige de intérprete de Libras
Dra. Paula Saab recebe Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Aracaju
Alessandro Vieira trabalhou de forma intensa para melhorias na PEC dos Precatórios
TRE-SE cassa mandato do deputado federal Valdevan Noventa em votação unânime, mas cabe recurso junto aoTSE