Aracaju, 3 de dezembro de 2021

Conselheiro  Flávio Conceição é eleito presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O conselheiro Flávio Conceição vai presidir o Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) pelos próximos dois anos. Já os conselheiros Ulices Andrade e Angélica Guimarães ocuparão a Vice-Presidência e Corregedoria Geral, respectivamente. Assim ficou formada a Mesa Diretora da Corte de Contas sergipana após eleição realizada na sessão plenária desta quinta-feira (25).

Escolhido pelo colegiado por maioria dos votos, o conselheiro Flávio Conceição agradeceu a confiança dos seus pares e afirmou que sua gestão buscará qualificar ainda mais os serviços prestados pelo Tribunal.

“A nossa gestão dará continuidade ao excelente trabalho que vem sendo desempenhado por este Tribunal, cumprindo com esmero e disposição as funções constitucional e legal direcionadas às cortes de contas, dentre as quais destaco a função de fiscalização e também a atuação pedagógica junto aos jurisdicionados com a finalidade de assegurar a efetiva e regular gestão dos recursos públicos em benefício da sociedade”, destacou. ​

A sessão foi conduzida pelo conselheiro presidente, Luiz Augusto Ribeiro, que externou votos de uma gestão exitosa para a nova Mesa Diretora.

Ainda ao ser eleito, o conselheiro Flávio Conceição indicou Luiz Augusto Ribeiro para ocupar a Ouvidoria do TCE e o conselheiro aposentado Carlos Alberto Sobral para conduzir a Escola de Contas (Ecojan).

A posse da Mesa Diretora ocorrerá no próximo mês de dezembro, em data a ser confirmada. Já o exercício do mandato terá início no dia 1º de janeiro.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Linda Brasil aprova em primeira discussão projeto que exige de intérprete de Libras
Dra. Paula Saab recebe Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Aracaju
Alessandro Vieira trabalhou de forma intensa para melhorias na PEC dos Precatórios
TRE-SE cassa mandato do deputado federal Valdevan Noventa em votação unânime, mas cabe recurso junto aoTSE