Aracaju, 27 de novembro de 2021

Quantos nomes à sucessão?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmail.com

Grupos de oposição, à exceção do PT que já tem o senador Rogério Carvalho na disputa pela sucessão estadual, também pensam em lançar candidatos ao Governo. Animado com a filiação do presidente Bolsonaro ao Partido Liberal que acontece na terça-feira, uma liderança política filiada a um dos partidos que apoiam o presidente em Sergipe, disse que “a tendência nos Estados é que as siglas de direita e que estejam com o presidente, indiquem candidatos a governador, para sustentar as bases em todo o País a reeleger Bolsonaro”.

Admite que o PL tendo o presidente como filiado vá ficar forte em todo o País “e é justo que as legendas governistas façam composições e tentem reeleger o presidente, para continuarem ajudando na continuidade do Governo”. Mas, isso não é opinião unânime. Parlamentar do Partido Liberal disse ontem que a determinação de não poder fazer composição com sigla de esquerda, ainda não fora decidida e acredita que isso não vai ser posto em pratica nas eleições do próximo ano: “essa orientação não serve para o Nordeste”, disse.

Outros partidos que também são oposição em Sergipe, mas estão à direita e começam a enxergar no ex-juiz Sérgio Moro um nome forte para disputar a Presidência da República, também garantem que terão candidaturas próprias a governador. O deputado Georgeo Passos (Cidadania) fala que junto ao Podemos – que tem a delegada Daniele Garcia no comando – estão se estruturando para uma disputa majoritária firme e em condições de eleger o nome indicado por eles ao Governo. Lembrou até que “dialogamos muito bem com Milton Andrade (PL)” e outras pessoas que “por enquanto preferimos não citar os nomes”.

Para Georgeo Passos, o “único grupo que faz oposição de verdade ao bloco do governador Belivaldo Chagas é o nosso”, e lembrou que o senador do PT, Rogério Carvalho, “para mim não é oposição ao Governo, porque faz ou fazia parte da administração até um dia desses”. O senador Alessandro Vieira (Cidadania) faz um bom trabalho no Senado e, pensando em uma terceira via para presidente da República, cria um problema na unidade do bloco, porque hoje está dividido com apoio a Sérgio Moro. Nesse caso, Alessandro pode ser o nome para disputar o Governo do Estado pela oposição de direita, o que não está fora de cogitação.

Como até o momento apenas um nome está anunciado, o de Rogério Carvalho pelo PT, todos os partidos estão aguardando o encerramento de ano, “porque as eleições só começam a acelerar geralmente depois do carnaval. Sempre foi assim”, como disse o deputado Georgeo Passos. Na realidade o momento é de conversas e especulações de bastidores, onde os partidos se aproximam e “mantêm suas linha, seus princípios, além de definir posições”. Com certeza a disputa majoritária não será simples, nem fácil e muito menos decidida na ‘porrinha’.

Nada sobre política

Governador Belivaldo Chagas (PSD) está evitando falar sobre política neste momento. Em suas entrevistas à imprensa prefere tratar sobre a administração e o que está fazendo pelo Estado.

*** Ontem, entretanto, Belivaldo disse ao radialista André Barros que, no mês de dezembro, deve ter a primeira reunião com a base aliada para falar sobre a indicação do nome que será candidato a governador pelo partido.

*** Acrescentou que em janeiro continuará com as reuniões até chegar a um nome de consenso para sua indicação

Centro de debates

Edvaldo Nogueira (PDT), um dos nomes da base aliada para disputar o Governo, acaba de posicionar Aracaju, de maneira inédita, no centro dos debates nacionais das pautas de interesses dos municípios brasileiros.

*** Presidente da Frente Nacional de Prefeitos, Edvaldo trouxe para a capital sergipana a 81ª Reunião Geral da entidade.

*** O evento reúne mais de 350 pessoas, entre prefeitos, vices e secretários, em discussões que envolvem diretamente os principais anseios das cidades.

Indicação de Kassab

Em Brasília, o presidente do PSD, Gilberto Kassab, disse que deseja a indicação do deputado Fábio Mitidieri para disputar o Governo de Sergipe nas eleições de 2022.

*** A declaração aconteceu durante o encontro nacional do partido, em Brasília.

*** Kassab pediu a Fábio Mitidieri que saudasse participantes do Encontro, como representante do governador Belivaldo Chagas (PSD).

Katarina se expressa

A vice-prefeita Katarina Feitoza começa a se expressar nas redes sociais. Ontem ela destacou a importância da criação do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher.

*** Katarina considera que o Plano é “um instrumento de grande relevância para a prevenção e combate à violência doméstica”.

Rogério vai a Lula

A jornalista Bela Megale, de O Globo, postou em sua coluna que o senador Rogério Carvalho será o candidato do PT ao governo de Sergipe (não é novidade).

*** E acrescentou que Rogério afirmou que irá a São Paulo nas próximas semanas conversar com Lula, para alinhar pontos das alianças que busca firmar no Estado.

*** – Serei candidato ao governo de Sergipe em 2022. Vou me reunir com Lula em breve para falarmos sobre as alianças no Estado, disse ele.

Daniele com Moro

A presidente regional do Podemos em Aracaju, Daniele Garcia, está em Brasília onde participou de reunião com o ex-juiz Sérgio Moro, senador Álvaro Dias e a presidente nacional do partido, Renata Abreu.

*** Também ontem, no Podemos, em Brasília, ocorreu à filiação do general Santos Cruz à sigla.

*** No encontro houve apresentação de todos os presidentes regionais a Sérgio Moro, que é o pré-candidato do Podemos à Presidência da República.

Rodrigo e Bolsonaro

O deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) disse ontem que será candidato a vaga na Câmara Federal e falou que o seu partido vai se aliar em Sergipe com a sigla que apoiar o presidente Bolsonaro.

*** Rodrigo acha que todos os partidos que seguem o presidente devem se aliar ao PL, partido que Bolsonaro está se filiando, para formação de um grupo forte nos Estados. Acha que o bloco deve lançar candidato a governador.

*** Rodrigo Valadares continua no Diretório Nacional do PTB, que terá Roberto Jefferson como presidente de honra.

Zezinho em Brasília

O deputado Zezinho Guimarães vai participar da solenidade de filiação do presidente Jair Bolsonaro no Partido Liberal, que acontece na terça-feira.

*** – Por pura coincidência, disse Zezinho, explicando que estará em Brasília na mesma data e participará da solenidade. O deputado está decidido a se filiar ao PL com a abertura da janela, provavelmente em março.

*** Hoje Zezinho terá reunião com o presidente regional do PL em Sergipe, Edvan Amorim, para aliar as coisas e dar um posicionamento extraído de suas andanças pelo interior.

Janier apoia Thiago

Em entrevista ontem ao radialista Valter Freitas, a deputada estadual Janier Motta (PL) disse que apoia Thiago de Joaldo para deputado federal.

*** Além de anunciar Thiago como seu candidato, a deputada Janier pediu  o“carinho e o voto de confiança de todos nele”. A deputada diz que ele fará “um belo trabalho” na Câmara Federal.

*** Thiago de Joaldo ainda está sem partido, mas vai se filiar ao Republicanos.

Farinha do mesmo saco

O senador Rogério Carvalho (PT) diz que o general Santos Cruz estava vigiando o Bolsonaro quando houve a facada na campanha.

*** E mais: “Moro e Bolsonaro visitam a CIA após chegarem ao poder, mas Bolsonaro arrogante descarta Moro e Santos Cruz”.

*** E conclui: “Agora, a dobradinha Moro e Santos Cruz prepara uma nova armação contra o Brasil. Tudo farinha do mesmo saco”!

Giro pelas redes sociais

Emir Sader – Homem negro é solto depois de cumprir 43 anos na prisão, depois de ser considerado inocente nos EUA.

Natuza Nery – Preste atenção na eleição pro Congresso, gente. Escolham seus candidatos a dedo. Olhem o passado, se informem sobre investigações.

Eduardo Leite – Tomei conhecimento da iniciativa dos Ex-presidentes do PSDB de solicitarem investigação da Polícia Federal sobre possível ataque hacker nas prévias.

Poder 360 – Anvisa recomenda exigência de comprovante de vacinação para estrangeiros que vêm para o Brasil.

Por Maria – Vacinas e antibióticos, por exemplo, é pra evitar a seleção natural. Parece que os antivacinas a querem de volta.

Portal Terra – “Por mim não haveria carnaval”, disse Bolsonaro, acrescentando que a decisão cabe a governadores e prefeitos.

Metrópole – Flávio Bolsonaro acaba de bater o martelo com Valdemar Costa Neto e se filiará ao PL na próxima terça-feira, ao lado do pai.

Estadão – Ao lado de Sergio Moro, Santos Cruz se filia ao Podemos e critica ‘fanatismo da esquerda e da direita’.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Políticos e lideranças defendem Mitidieri e só a “bolha” prefere Edvaldo! 
Beneficiários da tarifa social terá bandeira verde em dezembro
PC prende investigado por homicídio praticado em São Cristóvão
Espetáculo  Parada de Natal é uma das atrações deste sábado