Aracaju, 28 de janeiro de 2022

Aracaju prepara ações de saúde em alusão ao Dezembro Vermelho

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), realizará uma série de ações alusivas ao ‘Dezembro Vermelho’, período instituído pelo Ministério da Saúde como para reforçar a importância do diagnóstico e tratamento precoce do HIV.

“O dia de combate a AIDS é 1º de dezembro, porém, durante todo o mês, realizamos diversas atividades que buscam justamente promover uma maior conscientização, pois ainda há muitos estigmas sobre essa infecção sexualmente transmissível [IST]. Com os tratamentos que o SUS disponibiliza atualmente, uma pessoa pode chegar a ter carga viral indetectável e seguir com uma qualidade de vida excelente”, destaca a coordenadora do programa municipal de IST/Aids, hepatites virais, tuberculose e hanseníase, Débora Oliveira.

E para ter acesso aos serviços disponibilizados pelo Município, a pessoa com suspeita de infecção pode realizar um teste em qualquer unidade básica de saúde (UBS) ou no Serviço de Atenção Especializada (SAE), localizado no Cemar Siqueira Campos, onde os pacientes com infecção confirmada recebem o tratamento e são acompanhadas por uma equipe de profissionais.

Para isso, a SMS disponibiliza uma equipe multidisciplinar composta por médicos infectologistas, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogo, nutricionista, farmacêutico e o paciente tem acesso a todos esses profissionais ao longo de todo o tratamento.

O serviço é porta aberta, atende pessoas de todo o estado e todos os medicamentos antirretrovirais para o tratamento do HIV são disponibilizados gratuitamente, assim como qualquer outro medicamento que seja necessário para as infecções oportunistas que possam surgir.

Prevenção

O Dezembro Vermelho também trabalha a questão da prevenção, principal forma de combater novas infecções pelo vírus HIV. “Então é primordial que as pessoas usem camisinha, que é a principal forma de prevenção que existe. Juntamente com outros serviços ofertados pelo município, que são as Profilaxia Pós-Exposição (PEP) e Pré-Exposição ao HIV (PREP), temos o que chamamos de prevenção combinada”, pontuou Débora Oliveira.

A PEP, ofertada nos hospitais municipais, é a dispensação de medicamentos antirretrovirais para uso em até 72 horas após a possibilidade de contato com o vírus em situações como, por exemplo, violência sexual ou relação sexual sem o uso de camisinha.

Já a PREP é o uso preventivo de medicamentos antes da exposição ao vírus do HIV para reduzir a probabilidade de infecção, pode ser acessado através do Ambulatório Infectologista do Hospital Universitário.

Ações da SMS para o Dezembro Vermelho

30/11 – Palestra para os Profissionais do serviço com Dr Thiago Mamede (Infectologista/RJ), tema: Atualização em HIV: Adesão e Retenção;

1/12 – Blitz da Prevenção na UBS’s;

2/12 – Palestra sobre Prevenção das IST’s para Empresa Coca-Cola;

3/12 – Ação de testagem rápida na Praça General Valadão;

Oficina de Sensibilização de gestores com o tema: Acolhimento da população LGBTQIA+;

Blitz da Prevenção nos bares da Orla;

4/12 – Blitz da Prevenção nas praias;

6 e 7/12 – Ação de testagem rápida para o Banese;

13/12 – Ação de testagem rápida para o Grau Técnico;

14/12 – Ação de testagem rápida para o Hospital São Jose;

17/12 – Ação de testagem saída para Empresa Energisa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Comitê volta a se reunir segunda-feira e adotará medidas rígidas para evitar aumento da Covid
Katarina pode ser a surpresa da eleição disputando uma vaga para Federal
Famílias da zona rural recebem subsídio pra comprar imóveis, Em Sergipe, foram 8 contratos que somaram R$ 627 mil
Secretaria de Estado da Saúde recebe 48.550 doses de vacinas contra a Covid-19 nesta quinta