Aracaju, 21 de janeiro de 2022

Políticos e lideranças defendem Mitidieri e só a “bolha” prefere Edvaldo! 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Faltando menos de um ano para as eleições estaduais e com diversos interesses em jogo, é natural que vários setores iniciem uma série de especulações e prognósticos sobre possíveis alianças, composições e até a formação de chapas majoritárias. Todo mundo está “jogando” nesse momento, todo mundo quer demonstrar força, quer se posicionar em busca de uma oportunidade ou, pelo menos, de uma valorização dentro do agrupamento que compõe. A disputa pelo governo de Sergipe começou a se acentuar nas últimas semanas.

Pela oposição o cenário está mais do que definido: o Cidadania, mesmo dentro de um prognóstico de distanciamento para os demais, deverá lançar o senador Alessandro Vieira para concorrer ao Poder Executivo desta vez; por sua vez, setores do PT já dão como certa uma pré-candidatura do senador Rogério Carvalho, que já está percorrendo o Estado em busca de apoios políticos, tentando fortalecer seu projeto político. Após a confirmação de que comandará sua sucessão com o mandato preservado, o governador Belivaldo Chagas (PSD) “silenciou” e deixou uma turma “angustiada”…

Este colunista não vai “confundir” os leitores e vai dizer o que está posto na ordem do dia: se houver uma reunião/encontro entre os líderes governistas para definir a chapa majoritária, o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) continua sendo o “favorito” da maioria. Prefeitos de diversos municípios sergipanos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças, deputados federais e estaduais confiam no histórico de sua família, de honrar todos os compromissos assumidos, e enxergam em Fábio um político jovem, mas dinâmico, com excelente articulação no Estado e em BSB.

Também são sempre citados para o Executivo o deputado federal Laércio Oliveira (PP) e o conselheiro do Tribunal de Contas, Ulices Andrade. Mas de um mês para cá, graças ao “velho conhecido marketing”, há uma campanha maciça tentando construir um cenário de que o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), seria o favorito para liderar o grupo em 2022. Este colunista já disse e vai repetir: a classe política e muitos setores empresariais, que pretendem acompanhar um projeto governista, não confiam no gestor da capital e não descartam “debandar” caso ele seja o escolhido…

Dizem que o deputado “está sendo fritado”, mas a “frigideira” não está nas mãos do governador, mas de alguém que Mitidieri sempre ajudou, se dedicou, incentivou e ajudou a eleger. É muita ingratidão! Convenhamos, para este colunista não é nenhuma novidade! Algumas pessoas se transformam quando chegam ao Poder; umas têm “carreira curta”, outras até enganam muito bem, mas um dia a verdade sempre vem à tona; a “voz do interior” precisa ser ouvida, o sertanejo, o ribeirinho, o agresteiro e os mais gostam de votar em quem eles conhecem e têm palavra!

Com o tal “marketing”, Edvaldo insiste em narrativas de que “é o melhor nome”, “é o mais citado”, “tem experiência”… a estratégia é tão conhecida quanto uma “bolha” que existe em Sergipe! O leitor é sábio e vai entender: analise quem está defendendo o nome do prefeito de Aracaju para disputar o governo e faça uma reflexão. Até onde conseguiu apurar, este colunista chega a dizer que o “galeguinho”, no momento adequado, dará um “peteleco” que vai “furar a bolha”! Uma pré-candidatura de Edvaldo não tem solidez, não tem grupo, não tem liderança! Mas é cheia de propaganda…

Não se confunda!

A estratégia é bem definida: num primeiro momento Edvaldo não fala em política, não responde sobre os problemas de sua gestão, e só aparece publicamente para anunciar vacinação e pagamento de salário dos servidores; agora, já se colocando como pré-candidato, para a mídia Edvaldo fala em “grande sonho” e alguns setores “queimam” Fábio Mitidieri. Para refletir…

Não cumpre!

Dentro do bloco governista, sobre as especulações em torno de uma pré-candidatura de Edvaldo, há quem diga com firmeza que o prefeito de Aracaju assumiu um compromisso e disse que não gostaria de disputar a eleição de 2022. Agora mudou o discurso e não teria honrado a palavra. Pode ser o escolhido e até ganhar, mas depois todo mundo sabe o que acontece…

Veja essa!

Outra “coincidência”: no momento em que o nome de Edvaldo “ganha evidência”, ele como presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), promove em Aracaju a 81ª Reunião Geral da FNP. Mas passou por um forte constrangimento diante do presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Arthur Lira, e ministro da Cidadania, João Roma.

 E essa!

No final do evento, Edvaldo presenteou os convidados com um quadro e uma renda irlandesa feita por artesãs de Divina Pastora. Encantado Lira pergunta onde ficava o município sergipano. Assustado e sem reação, o prefeito de Aracaju disse que Divina Pastora “fica ali no centro”! Pasmem! Não conhece as lideranças e não conhece o Estado que “sonha em governar”. O “marketing” vai ter trabalho…

“Consenso”?

Agora este colunista tem que concordar com algo produzido pelo “marketing” de Edvaldo Nogueira: que ele representa o “consenso” dentro do grupo governista! Tá aí uma verdade…há quase que um “consenso” de que, se ele for o escolhido, muita gente pretende abandonar o barco! O prefeito pode sim “sonhar” com a “unidade”, contra sua pré-candidatura…

Evento exitoso?

Falando agora da 81ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), quando o “marketing” falou em “evento exitoso”, chamou a atenção a baixa adesão dos prefeitos sergipanos, em torno de 20, divididos em turnos alternados. Uma resposta dura dada pelo interior. Para bom entendedor…

João Daniel I

Diante da importância da propositura, o deputado federal João Daniel (PT) deu entrada na Câmara no requerimento 2398/2021, que pede urgência na inclusão na Ordem do Dia do Projeto de Lei 5149/20, que prorroga até 2026 a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na compra de automóveis por pessoas com deficiência e por profissionais que atuam no transporte autônomo de passageiros.

João Daniel II

A Lei Federal 8.989/1995, que libera esse público do pagamento do IPI, perderá a validade a partir do dia 1º de janeiro de 2022. Com isso, a possibilidade de pessoas com deficiência e profissionais que atuam no transporte autônomo de passageiros comprarem carros com descontos de IPI e ICMS será afetada. Segundo o parlamentar, hoje, a isenção do IPI, conforme a Lei 8.989/95, é válida na compra de automóveis nacionais; equipados com motor de cilindrada não superior a 2.000 cm³; de, no mínimo, quatro portas; movidos a combustível de origem renovável; sistema reversível de combustão ou híbrido ou elétricos.

João Daniel III

Ainda segundo a lei 8.989/95, os acessórios opcionais não são isentos de IPI. Em razão disso, o projeto em análise prevê que haverá a isenção sobre aqueles itens necessários para adaptação do veículo ao uso por pessoa com deficiência.

Adaílton Martins I

O deputado estadual Adailton Martins (PSD), participou da solenidade de assinatura de mais um Termo de Fomento para beneficiar a Sociedade Filarmônica Euterpe Japaratubense, por meio de uma emenda impositiva no valor de R$ 20 mil. O ato aconteceu na Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe (Funcap) com a participação do assessor Especial do Gabinete, Fredson Santana.

Adaílton Martins II

“Todo mundo sabe da minha ligação e admiração que tenho pela filarmônica de Japaratuba em virtude do trabalho social e cultural que ela desenvolve na região. Portanto, com mandato eu não poderia deixar de dar essa ajuda e liberar recursos para aquisição de instrumentos e outras necessidades que a entidade precisa. Consegui liberar duas emendas parlamentares e pretendo ainda mais no próximo ano, pois sei como é aplicado esse recurso a uma entidade que faz tanto pelo município”, enfatizou.

Maria Mendonça I

A deputada Maria Mendonça (PSDB) protocolou na Alese uma Moção de Apelo endereçada ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), sugerindo mais celeridade nos agendamentos e na realização de perícias, no Estado de Sergipe, dentro do prazo de 30 dias, como preconizado pela Lei 9.784/1999 para os processos administrativos. Há tempos, para que esse atendimento ocorra, em geral, o trabalhador tem que esperar, pelo menos, 60 dias. “Ou seja, o dobro do previsto pela Lei”.

Maria Mendonça II

“Temos recebido pessoas de várias partes do Estado que reclamam sobre essa demora para agendar e para ter acesso à perícia. Muitas vezes, quando conseguem, os atestados médicos que apontam para as limitações e incapacidades desses trabalhadores já venceram, necessitando fazer todo o processo novamente”, contou Maria Mendonça, relatando que esse atraso compromete a dignidade humana, pois muitos desses cidadãos dependem da aposentadoria ou do benefício “para subsistirem e, invariavelmente, proverem às suas famílias”.

Maria Mendonça III

“Temos que considerar que o trabalhador brasileiro e, principalmente, o sergipano, já vem sofrendo com esse estado de pandemia. Muitos tiveram doenças associadas à Covid-19 que os deixaram impossibilitados de retornarem aos seus trabalhos. Portanto, é necessário que o INSS, que é um órgão de extrema e crucial importância para o país, volte a dar celeridade em suas decisões, o que trará excelência e garantia de direito aos cidadãos”, apelou a deputada.

Laércio Oliveira I

O deputado federal Laércio Oliveira se reuniu com a ministra da Agricultura Tereza Cristina para tratar sobre o desabastecimento de fertilizantes. O parlamentar convidou os deputados federais Christino Áureo e Evair de Mello que são dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, também produtores de gás. Os parlamentares apresentaram um PL que visa diminuir os impostos sobre fertilizantes nacionais. A ministra aprovou a iniciativa e disse que se encaixa com o Plano Nacional de Fertilizantes do Governo federal.

Laércio Oliveira II

“O desabastecimento de fertilizantes é um problema de segurança alimentar do país”, avaliou a ministra. Por sua vez, Laércio disse que “hoje é mais barato importar fertilizantes do que produzir no Brasil e por isso estamos propondo a redução de impostos para estimular a produção no país. Ainda mais nesse momento em que o Brasil corre risco de desabastecimento”, explicou.

Aposta em Sergipe

O Ministério está apostando muito em Sergipe que tem uma posição de destaque nacional na produção ureia, amônia e potássio. Além do que está situada em Sergipe a única mina de produção de potássio do Brasil e também uma unidade de fertilizantes nitrogenados Unigel, além de muitas misturadoras que, no conjunto, representam uma importante cadeia econômica do Estado. “Temos reservas minerais e disponibilidade de grande volume de gás natural que poderão viabilizar uma ampliação da oferta de fertilizantes produzidos no Estado”, disse Laércio.

Alessandro Vieira I

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) fez a entrega de equipamentos essenciais para municípios sergipanos, na manhã desta sexta-feira (26), na sede da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Aracaju. Ao todo foram entregues R$ 1.199.000,00 em maquinário para as cidades Tobias Barreto, Nossa Senhora das Dores e Carira. A breve solenidade de entrega foi acompanhada por prefeitos e lideranças municipais, recepcionados pelo superintendente regional da Codevasf em Sergipe, Marcos Alves Filho.

Alessandro Vieira II

“A nossa obrigação é ajudar os municípios. É através dos municípios que nós conseguimos atender diretamente a população sergipana, que tanto precisa de atenção e assistência. Nosso mandato é aberto e está à disposição para auxiliar os gestores na resolução das dificuldades que enfrentam no dia a dia. Agradeço também a parceria da Codevasf, que contribui para o desenvolvimento socioeconômico e a melhoria da vida dos sergipanos’, destaca Alessandro Vieira.

Ônibus para Carira

Atendendo pleito do vereador Josymario de Carlito, levado ao senador pela deputada Kitty Lima, o município de Carira recebeu um ônibus completo no valor de R$ 389.000,00, que irá auxiliar no transporte de estudantes universitários e de cursos profissionalizantes. “Esse ônibus é de suma importância para o nosso município e vai ajudar no desenvolvimento da nossa população, porque as pessoas crescendo, o munícipio cresce junto. Só tenho que agradecer ao senador Alessandro por estar nos ajudando a melhorar a qualidade de vida dos nossos carirenses”, retribui Diogo Machado, prefeito de Carira.

Alô Tobias Barreto!

Para melhorar a infraestrutura da cidade Tobias Barreto, o senador Alessandro Vieira destinou uma motoniveladora para terraplanagem e melhoria das estradas vicinais do município, no valor de R$ 470.000,00. “A cidade de Tobias Barreto está recebendo de emenda do senador Alessandro uma máquina Patrol, equipamento que vai servir a toda população rural. Recebemos o equipamento hoje e na próxima semana ele já estará na rua trabalhando. Gratidão ao senador Alessandro, pelo cuidado com o povo tobiense”, reforça Dilson de Agripino, prefeito de Tobias Barreto.

Alô Dores!

O município de Nossa Senhora das Dores recebeu um caminhão basculante de R$ 340.000,00, que vai auxiliar na manutenção e limpeza das estradas da cidade. “Essa caçamba chega em ótimo momento para atender a população de Dores. O senador Alessandro é um importante parceiro da nossa cidade, e eu agradeço a atenção dele às demandas do povo de Dores”, reconhece o prefeito Luiz Mário.

Ministro em Sergipe

A Universidade Tiradentes (Unit) recebeu a visita do ministro da Educação, Milton Ribeiro, que cumpre agenda oficial em Sergipe até o dia 28. O ministro e sua comitiva foram recebidos por representantes da Unit e do Grupo Tiradentes, conheceram a história da instituição e dos seus fundadores e foram apresentados a espaços de inovação, pesquisa e extensão da universidade, como o Instituto de Tecnologia e Pesquisa e o Tiradentes Innovation Center. A Unit foi a única instituição de ensino superior privada do estado que fez parte da agenda do Ministro.

 Jouberto Uchôa

Segundo o reitor da Unit e fundador do Grupo Tiradentes, professor Jouberto Uchôa de Mendonça, a visita do ministro representa um prêmio para a instituição, pelo apoio que o Ministério da Educação (MEC) oferece para a autorização e funcionamento dos cursos de graduação e pós-graduação. “Queremos apresentar à sua excelência o trabalho que nós realizamos em todos os setores da universidade, mostrando a capacidade da Unit de prestar um serviço à altura da posição que ela tem. Uma estrutura de uma universidade que não se preocupa só com a sala de aula, mas também tudo o que nós fazemos em tecnologia, em extensão e de participação fora do Brasil”, disse.

Milton Ribeiro I

Para o ministro da Educação, Milton Ribeiro, a Unit tem deixado um legado, por oferecer uma educação de qualidade a todas as pessoas que já passaram por ela, mas está à frente do seu tempo na questão da inovação. “Sempre que venho para Aracaju, sou surpreendido. E, dessa vez, mais uma vez, com a iniciativa de empresários que têm não somente o lucro como objetivo, mas sobretudo um legado. Herança é o que a gente deixa para os nossos familiares, mas legado é o que a gente deixa nos familiares”.

Milton Ribeiro II

“Ele [professor Uchôa] tem deixado um legado. A educação é algo transformador e estou muito feliz por tudo que eu tenho visto aqui. Vejo que ela não fica só estacionada nas glórias do passado, mas está olhando para o futuro. Gente que gosta da educação é do meu tipo. Educação não tem partido. Temos que olhar o bem dessa juventude”, afirmou o ministro.

Francisco Diemerson

O presidente da Academia de Letras de Aracaju, Francisco Diemerson, fará a defesa do seu doutorado em História Comparada (“Batalhas, Políticos e Sociedade: a Segunda Guerra Mundial no Cinema dos Estados Unidos e Reino Unido em Estudo Comparado/2001-2020), na Universidade Federal do Rio de Janeiro. A sessão ocorre na próxima terça-feira (30), a partir das 14 horas. A coluna deseja sucesso e uma boa apresentação.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

[email protected] e [email protected]

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Confira programação e horário de testagem nas UBSs e bairros de Aracaju
E-commerce do Supertem se consolida como líder no mercado sergipano
Gestores sergipanos têm até 30 de janeiro para enviar informações ao TCE
Trânsito na avenida Beira Mar será parcialmente interditado no próximo domingo, dia 23