Aracaju, 29 de janeiro de 2022

Conselho de Psicologia estabelece prazo para adequação de serviços na Hapvida  

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Em nova reunião com representante da administração nacional da Hapvida, o Conselho Regional de Psicologia – CRP 19, por meio da Comissão de Orientação e Fiscalização (COF), definiu um prazo de 60 dias para que a HapClínica, unidade localizada na Rua Campo do Brito, em Aracaju, possa se adequar quanto aos serviços oferecidos na área de Psicologia. O encontro foi realizado no último dia 24, na clínica de Medicina Preventiva Gentil Tavares, da Hapvida.

Após denúncias, em uma das fiscalizações da COF, os representantes do CRP19 constataram o tempo reduzido de atendimento psicológico na unidade de saúde com marcações de consultas a cada 15 minutos, além de agendamentos de retornos em média, 15 e 20 dias, podendo chegar a um mês em determinadas situações.

“Como o Conselho já havia notificado para a regularização da situação, a partir de agora, a COF estabeleceu um prazo de 60 dias para que a Hapclínica possa se adequar em relação ao tempo de atendimento de, no mínimo, 30 minutos, garantindo ao final do turno mais trinta minutos para registro em prontuário, além da frequência semanal para os atendimentos e o acesso prévio à agenda para os profissionais”, declara a psicóloga orientadora fiscal da COF, Marcela Flores Cardoso Sobral (CRP19/1096).

“Outro ponto definido durante a reunião foi quanto à solicitação para que eles incluam as atividades de psicologia no CNPJ da clínica para que haja formalização do registro no Conselho Regional de Psicologia da 19ª Região”, acrescenta.

Antes da última fiscalização, que aconteceu no último dia 18 de novembro, os membros da COF já haviam realizado outras três visitas na Clínica da Hapvida. “Retornaremos no mês de janeiro para averiguar se as solicitações foram, de fato, efetivadas”, enfatiza Marcela Flores.

“É importante destacar que na unidade da Gentil Tavares, que realiza atendimento voltado para crianças e adolescentes com transtorno do espectro autista, estava em condições adequadas de funcionamento, tanto as instalações físicas quanto a questão do tempo de consulta. Então, já iremos encaminhar o processo dessa unidade para a inscrição de pessoa jurídica”, complementa a psicóloga.

Entre os participantes da reunião, pelo CRP19, estavam o Conselheiro Vice-Presidente, Jameson Pereira Silva (CRP 19/0714), a analista técnica, Talita Oliveira da Costa Silva (CRP19/3684) e Rafael Carvalho, Assessor Jurídico. Já pela Hapvida participaram Carla Janaina, coordenadora da unidade Gentil Tavares, Acácia da Costa Amor Cardoso, da assessoria jurídica e Carol Brito, coordenador nacional de psicologia.

Assessoria de Imprensa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Lula recebe Rogério e diz que terá apenas um palanque em Sergipe e esse palanque será do PT
Estância: reforma do estádio Francão está sem previsão para começar
TJSE restringe atividades presenciais com rodízio de 50% dos servidores até 06 de março
Dia da Visibilidade Trans marca ações da mandata de Linda Brasil