Aracaju, 22 de janeiro de 2022

Deputados estaduais criticam atendimento do Ipesaúde

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Os deputados estaduais Georgeo Passos (Cidadania) e Iran Barbosa (PT) ocuparam a tribuna na manhã desta terça-feira, 30, para relatarem o recebimento de diversas denúncias por parte de usuários do Ipesaúde. Segundo eles, os usuários não conseguem marcar consultas, exames e cirurgias nas unidades credenciadas pelo plano de saúde estadual e na própria sede, localizada na Rua Campos.

De acordo com o deputado Georgeo Passos, a situação está insustentável e que fará novo requerimento convocando o presidente do Ipesaúde, George Trindade, para que venha à Casa Legislativa explicar o que está acontecendo, mesmo após a aprovação de vários Projetos de Lei para melhorar o fluxo de caixa do órgão.

Na oportunidade, Georgeo Passos relatou que no ano de 2017, o Ipesaúde recebeu R$ 214 milhões, em 2018, recebeu R$ 196 milhões. Já em 2019, recebeu um montante de R$ 253 milhões, em 2020, R$ 324 milhões e em 2021, até agosto, foram repassados R$ 159 milhões.

“Dinheiro existe, mas infelizmente a prestação de serviços deixa a desejar a todos os usuários do plano de saúde. Portanto, quem está pagando a conta é o servidor público estadual, pois todos os meses vem descontado a fatia, ou seja, inadimplência zero no Ipes porque o dinheiro sai do salário do servidor”, colocou o deputado.

Reforçando o que foi colocado pelo colega parlamentar, o deputado Iran Barbosa, relatou que teve uma reunião, na última sexta-feira, 26, com o atual presidente do Ipesaúde, George Trindade, acompanhado de um grupo de representantes de usuários do plano de saúde de diversas regiões do estado como Agreste e Centro Sul, onde todos colocaram os problemas relatados por Georgeo Passos.

“Temos um relatório com todos esses problemas, sendo que a maioria deles já é de conhecimento do presidente do Ipes. O que precisa é de ações concretas para a sua correção e com a ajuda de usuários buscou-se encontrar alternativas para os problemas. Continuaremos cobrando a garantia do bom atendimento do nosso plano de saúde que para nós é patrimônio e temos que preservar, valorizar e estimular que funcione adequadamente”, defendeu Iran Barbosa.

Foto: ipesaude.se.gov.br

Por Kelly Monique Oliveira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Escola de Artes Valdice Teles abre inscrições para 685 vagas em diversos cursos
Defesa Civil segue monitorando municípios sergipanos margeados pelo Rio São Francisco
Provas do Enem 2022 serão aplicadas no mês de novembro; confira todo cronograma
Prefeitura abre novo edital para eleição do Conselho da Previdência