Aracaju, 27 de janeiro de 2022

Linda Brasil aprova em primeira discussão projeto que exige de intérprete de Libras

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Na sessão desta quinta-feira (02), na Câmara Municipal de Aracaju, foi votado e aprovado em 1ª discussão o Projeto de Lei nº 29/2021 de autoria da vereadora Linda Brasil (PSOL), que dispõe da obrigatoriedade da presença do(a) profissional tradutor(a)/ intérprete de Libras nos órgãos e entidades da administração pública direta e indireta, fundacional e nas empresas concessionárias de serviços públicos municipais. O PL altera o art. 2º da Lei 3.295 de 2005, torna obrigatória a existência deste profissionais.

“O poderão, que existia no artigo, deixa muito facultativo, e isso ser obrigatório não vai gerar despesa, porque existem pessoas dentro das repartições que já sabem libras. Se não houver a estrutura existente no município deve promover estes cursos. Isso vai ajudar os surdos/ as surdas e pessoas com deficiência auditiva a ter uma maior inclusão naqueles ambientes. Os órgãos poderão capacitar, desenvolvendo parcerias com outras instituições”, explicou a parlamentar.

Plano Plurianual – Na ocasião, Linda expressou que a Prefeitura agiu de forma inconstitucional ao proibir que os/as parlamentares propusessem emendas a PPA (Plano Plurianual). “Legislar sobre programas municipais não é exclusivo do executivo, essa decisão vai interferir na autonomia dessa casa limitando a atuação do poder legislativo, e violando a separação dos poderes e o princípio republicano da nossa democracia”, afirmou.

A parlamentar ressalta a importância desses projetos, no entanto, acrescenta que no Recanto da Paz os moradores estavam preocupados em relação a retirada de algumas casas para a construção da avenida.

“A população está preocupada com essa falta de diálogo entre a prefeitura e os moradores, é importante, mas que haja um diálogo e respeito às demandas, as tradições da comunidade, então é importante que hajam os projetos, mas que também ocorra o diálogo para que não aconteça de forma que prejudique as comunidades”, asseverou.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Famílias da zona rural recebem subsídio pra comprar imóveis, Em Sergipe, foram 8 contratos que somaram R$ 627 mil
Secretaria de Estado da Saúde recebe 48.550 doses de vacinas contra a Covid-19 nesta quinta
Aracaju recebe 21 mil testes rápidos enviados pelo Ministério da Saúde a pedido da FNP
Campanha de combate à Hanseníase oferece exames à população no Hospital Universitário