Aracaju, 27 de janeiro de 2022

Laércio Oliveira se reúne com ministros do Desenvolvimento, Agricultura e Saúde

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O deputado federal Laércio Oliveira teve uma agenda intensa essa semana em Brasília com ministros. Na primeira reunião, ele esteve com a bancada sergipana no último dia 1, para a assinatura pelo ministro Rogério Marinho da Licitação do Primeiro Trecho do Canal do Xingó que vai garantir segurança hídrica para o estado de Sergipe. Em seguida, o deputado esteve reunião com a ministra Tereza Cristina e o secretário executivo Marcos Montes a para falar sobre a realização do Sealba AgroShow, um grande evento do agronegócio, que acontecerá em fevereiro de 2022, no Parque Cunha Menezes em Itabaiana. A última reunião aconteceu na quinta, 2, com o ministro da Saúde para convidá-lo para visitar o estado.

Sobre o Canal Xingó, o deputado lembrou que “esse assunto foi cantado em proza e verso por tantos anos, mas só agora no governo Jair Bolsonaro essa importante obra será executada. É muito bom a gente olhar para o Nordeste e ver as ações desenvolvidas na região. Essas obras que levam água para todos os estados sofridos com a seca. Celebro isso com muita alegria, não somente com a amizade pessoal que tenho com o senhor, mas pelas ações efetivas, principalmente de conclusão de milhares de obras inacabadas”, disse Laércio ao ministro Rogério Marinho.

O Ministro Rogério Marinho lembrou que a reigão tem 28 % da população do Brasil e apenas 14% da renda bruta do PIB do Brasil. “Então se nós somos o Ministério do Desenvolvimento Regional atacamos as desigualdades, aí é o campo fértil da nossa batalha. Por isso a minha preocupação meu foco e os meus esforços mais nítidos nesse sentido”, disse.

Marinho acrescentou não ter dúvidas de que duas palavras somadas significam toda a espinha dorsal do Ministério: Segurança Hídrica. “Me permito aqui uma breve reflexão. Nós assistimos o Estado brasileiro criando ferramentas que não foram eficazes a ponto de resolver o problema da desigualdade. Desde a questão do Dnocs da Sudene, da própria Codevasf, do Banco do Nordeste, instrumentos criados pelo Estado brasileiro ao longo dos últimos anos, não permitiram a redução da distância entre a Região Nordeste e as demais regiões do país. Agora essas ações de infraestrutura sim estão sendo efetivas”, afirmou.

Agricultura

Na reunião no Ministério da Agricultura participaram também o superintendente da Agricultura em Sergipe Haroldo Araújo Filho, o presidente da Federação da Agricultura de Sergipe Ivan Sobral e o superintendente do Sistema Faese Senar Dênio Leite. Eles debateram a atuação do ministério no Sealba Agro Show, evento que engloba Sergipe, Alagoas e Bahia. A expectativa é de 5 mil pessoas por dia, nos três dias de evento. Laércio destacou a importância do setor para a economia de Sergipe e agradeceu ao Ministério pelos recursos já destinados ao estado. “Nosso estado se destaca no agro desde os tempos coloniais. O setor gera emprego e garante o sustento de 225 mil pessoas”, disse Laércio.

Saúde

Na última reunião da semana com ministros, Laércio esteve com Marcelo Queiroga quando o convidou para visitar Sergipe e conhecer de perto todas as ações desenvolvidas no estado pelo Ministério. “Menos Brasília e mais Brasil é o slogan que seguimos à risca. O presidente Bolsonaro não quer ministro em gabinete, quer ministro viajando pelo Brasil para ouvir as demandas da sociedade brasileira. No caso do meu ministério, os recursos da Saúde têm que ser capazes de melhorar a vida de cada brasileiro. Portanto, irei mais uma vez a Sergipe com todo o prazer”, disse Queiroga.

Foto assessoria

Por Carla Passos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sisters conversam sobre romances no BBB 22, e Natália dispara: ‘Povo meio ruim de jogo!’
Murilo Huff abriu mão da tutela de bens do filho com Marília Mendonça
Polícia do Rio já chegou a suposto autor de ameaças racistas contra Douglas Silva
Flash político: Belivaldo confirma conversa com Lula, mas não falou sobre eleições em Sergipe