Aracaju, 27 de janeiro de 2022

Reunião será confraternização?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Diógenes Brayner[email protected]

É visível certa expectativa de políticos de todas as tendências sobre a reunião da base aliada ao governador Belivaldo Chagas (PSD). Cada um, dependendo do partido ao qual é filiado, faz previsões sobre esse primeiro encontro, que fora marcado pelo próprio Belivaldo e adiado para essa próxima semana. Tem quem imagine que já nessa primeira conversa sairá a “fumaça branca” que revelará o nome escolhido para disputar a sucessão e dai em diante haverá todo um preparativo para formação da chapa. Tem até quem aposte em rompimento e tantas outras coisas que provocará insônia a ele mesmo até quando a reunião for realizada sem decisões ou contratempos.

A base aliada vai se encontrar na segunda-feira sim – há quem fale que será na próxima sexta-feira. Mas o que há de mais certo nesse bate-papo é que não passará de um ato de ‘confraternização de final de ano’, para que no máximo dez lideranças políticas conversem à vontade e, logicamente, tratem sobre a sucessão estadual, avalie posições, opinem sobre o que bem quiserem e deixem rolar o papo à vontade tanto sobre a sucessão estadual, as eleições e suas dificuldades como um todo e a posição de cada um no processo político atual. Enfim, jogar conversa fora!

Também vão falar sobre as prováveis candidaturas da oposição, principalmente a do senador Rogério Carvalho (PT). Seu crescimento ou queda depois do voto que irritou membros do seu partido a nível nacional e estadual, assim como o de outros nomes que sonham em suceder a Belivaldo Chagas, sem faltar avaliações das candidaturas parlamentares. Será uma conversa entre aliados e talvez aconteça para desfazer comentários de que a base aliada deixou terminar o ano e não se encontrou.

Lógico que as conversas serão preliminares de um projeto sucessório que movimenta os Estados e o País, mas nada será absolutamente decidido e todos sairão como foram: sem saber quem será o candidato do bloco a governador, porque só a partir de outros encontros, no próximo ano, é que serão lançados os primeiros sinais entre os mesmos que vão ao encontro. Até o momento não há local definido para sua realização e, durante a troca de ideias, será servido água, cafezinho e, talvez, uma pipoquinha. E só…

Posição estranha

Políticos de Sergipe – inclusive em Itabaianinha – mostraram-se surpresos com aposição da deputada estadual Janier Mota (PL) que decidiu não disputar mandato nas eleições do próximo ano.

*** Ninguém arriscou um palpite, embora dois colegas da deputada tenham admitido que ela viesse se mostrando desgostosa com a política.

*** Como ainda há muito tempo para o próximo pleito, Janier pode voltar atrás nessa decisão.

Eduardo e Alckmin

O ex-senador Eduardo Amorim (PSDB) terá uma conversa – via celular – com o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que pode ser o candidato a vice na chapa de Lula (PT) a presidente.

*** Eduardo filiou-se ao partido via Alckmin, mas diz que também se relaciona bem com o governador João Dória, provável candidato a presidente pelo PSDB.

*** Eduardo diz que não tem pretensão de deixar o ninho tucano, mas vai analisar depois da conversa com Alckmin.

Vai ao Senado

Uma decisão que não vai ser alterada: Eduardo Amorim (PSDB) será candidato ao Senado. Isso já está batido o martelo e ele sequer admite recuo.

*** Eduardo diz que está decidido, com mais experiência e disposto a tentar retornar ao Congresso. Disso deixa claro que não abre mão.

Luciano à disposição

O presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo (|MDB), está com nome à disposição para integrar a chapa majoritária que sairá da escolha da base aliada.

*** Naturalmente, Luciano é candidato à reeleição, mas topa convite para mandato majoritário, inclusive o de vice-governador.

*** Luciano surpreende com o trabalho que a Alese realiza para incentivar o empreendedorismo e o desenvolvimento do Estado.

Robson vai para o PT

O ex-deputado Robson Viana pretende deixar o PSB – partido do qual é suplente – assim que abrir a janela para troca de sigla. Ele vai para o PT.

*** Robson voltará a disputar as eleições para estadual e apoia a reeleição a federal de João Daniel (PT), junto com o seu grupo.

*** Em Propriá, o ex-deputado Renatinho Brandão vai retornar ao PT e, também com o seu grupo político, vai apoiar a reeleição de João Daniel.

Do bloco de Jackson

É bom lembrar um detalhe: Robson Viana sempre integrou o bloco político do ex-governador Jackson Barreto (MDB), que anunciou pré-candidatura ao Senado.

*** Jackson está recolhido, no mais absoluto silêncio. Deu um tempo e preferiu mergulhar. Não tem falado em política já há algum tempo.

*** Apenas para cutucar: Jackson não deixará de votar em Lula a presidente. Assim como Robson também…

Empadinha cultural

O deputado Iran Barbosa (PT) informa que “a empadinha de aratu do povoado Terra Caída, em Indiaroba, foi declarada patrimônio cultural imaterial do estado de Sergipe”.

*** Segundo Iran, Projeto de Lei de sua autoria, com essa finalidade, foi provado na Alese por unanimidade.

*** Com a empadinha de aratu passando a ser patrimônio cultural, é possível que alguns políticos troquem os pastéis por ela.

Rodrigo indignado

O deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) se mostra indignado com “Deus no prostíbulo e Jesus como um jovem esquerdista que consome pornografia.”

*** E declarou: “Nosso repúdio ao Canal Porta dos Fundos, por mais esse ato de intolerância religiosa e cristofobia”.

*** A cena, em tom de charge, foi publicada nas redes sociais do País.

Emília tem convite

As conversas sobre as eleições estaduais se expandem, chega a informação de que o deputado Rodrigo Valadares (PTB) convidou a vereadora Emília Corrêa (Patriotas), para ingressar no seu partido e ser candidata ao Senado.

*** Emília realmente está pensando seriamente em disputar o Senado Federal, mas não falou em trocar de partido. Tudo vai depender de composições.

Entendimento interno

Entre os membros do Partido dos Trabalhadores há um entendimento amplo de que a sigla só terá chapa puro sangue – governador, vice-governador ou senador – em caso do partido não fizer composições com outras legendas.

*** Seguindo essa orientação, a vice-governadora Eliane Aquino não poderá ser candidata ao Senado.

*** Sobre Marcio Macedo a informação é que ele deverá disputar mandato de deputado estadual ou federal. A coordenação da pré-campanha de Lula será feita por Rui Falcão, os governadores dos Estados e os pré-candidatos.

Disputa parlamentar

Segundo previsão de um parlamentar (falou em off) a maioria dos deputados estaduais que vai tentar chegar a Brasília não conseguirá chegar lá.

*** – Como também não se reelege, vai preferir dizer que perdeu para federal.

*** – Acha ainda que haja uma renovação da bancada federal e justifica que será uma disputa muito difícil porque dependerá dos partidos.

Teto de gastos

Um fato que é importante para as eleições: TSE pode definir teto de gastos para as campanhas de 2022.

*** O problema é que Congresso, responsável por estabelecer o limite, não aprovou lei sobre o tema em tempo hábil.

Giro pelas redes sociais

Eduardo Leite – Pela primeira vez mulher negra, vai presidir o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Parabéns, desembargadora Íris Helena Medeiros Nogueira.

Marília Arraes – Conversei com Thaísa Oliveira, da CBN, sobre o veto absurdo de Bolsonaro ao nosso projeto de distribuição gratuita de absorventes.

Daniel Adjunto – Bolsonaro sobre pandemia: “Parece que eu sou o único chefe de Estado no mundo que teve uma posição diferente. O que fiz? Estudei, corri atrás.”

Conjur – Polícia não pode acessar as mensagens postada no WhatsApp de preso sem autorização judicial.

Roger Franchini – Na época em que o trailer era mais interessante do que o próprio filme, inventaram o teaser de lançamento do trailer.

Vera Magalhães – Teste toda semana desde março. Vamos aos poucos vencendo esse vírus. Viva as vacinas e os protocolos sanitários.

Estadão – Proposta de Sérgio Moro sobre a criação de um Tribunal Anticorrupção acirra debate eleitoral.

Guilherme Araújo – Desfile de escolas de samba não será cancelado, diz presidente da Liga do Rio de Janeiro em 2022.

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Famílias da zona rural recebem subsídio pra comprar imóveis, Em Sergipe, foram 8 contratos que somaram R$ 627 mil
Secretaria de Estado da Saúde recebe 48.550 doses de vacinas contra a Covid-19 nesta quinta
Aracaju recebe 21 mil testes rápidos enviados pelo Ministério da Saúde a pedido da FNP
Campanha de combate à Hanseníase oferece exames à população no Hospital Universitário