Aracaju, 28 de janeiro de 2022

Candidatos aprovados no Encceja devem solicitar a certificação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Ao todo, no estado, inscreveram-se 25.944 candidatos, 4.833 dos quais pleitearam a certificação do Ensino Fundamental, e 21.111, a certificação do Ensino Médio

Os candidatos que participaram das provas do Ensino Fundamental e Médio do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja/2020) poderão conferir o resultado na próxima segunda-feira, 13, quando este será divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Em Sergipe, as provas do Encceja aconteceram no dia 29 de agosto, na capital, Aracaju, e nos municípios de Estância, Itabaiana, Lagarto, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora do Socorro, Propriá, São Cristóvão, Simão Dias e Canindé do São Francisco. Ao todo, no estado, inscreveram-se 25.944 candidatos, 4.833 dos quais pleitearam a certificação do Ensino Fundamental, e 21.111, a certificação do Ensino Médio.

Os alunos que foram aprovados deverão solicitar à instituição certificadora indicada no ato da inscrição a Certificação de Conclusão do Ensino Fundamental ou Médio, no caso de aprovação em todas as áreas do conhecimento, ou a Declaração de Proficiência, no caso de aprovação parcial. Em Sergipe, as instituições credenciadas a emitir a certificação pelo Encceja são a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Secuc) e o Instituto Federal de Educação (IFS).

De acordo com o professor Edson Aragão, coordenador da Divisão de Exames Supletivos da Seduc (Diex), não há prazo limite para que o aluno que indicou a Seduc possa solicitar a certificação. Por isso, o coordenador pede que os candidatos se tranquilizem e, no caso de aprovação, requeiram a certificação das seguintes formas: através do email [email protected], anexando cópia do RG e CPF legível; na Divisão de Exames e Certificação (atendimento presencial), localizada na sede da Seduc; ou em uma das sedes das diretorias regionais de educação (DREs/DEA), munidos dos seguintes documentos: fotocópia do RG e CPF, e boletim do Encceja. Até o momento foram certificados pelo último Encceja, por meio da Seduc, 3.833 candidatos, sendo 821 certificados a nível do Ensino Fundamental e 3.012 no nível médio.

“Será certificado o participante que atingir o mínimo de 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e atingir o mínimo de cinco pontos na prova de redação. O participante pode conseguir o certificado de conclusão em uma única edição ou ao conquistar as declarações de proficiência das quatro áreas de conhecimento, em edições diferentes do Encceja. O exame tem o objetivo de oportunizar a jovens, adultos e idosos que não puderam concluir os estudos em idade regular a serem avaliados e, em caso de aprovação, obter a certificação do Ensino Fundamental ou Ensino Médio”, disse Edson Aragão.

Ao todo, no estado, inscreveram-se 25.944 candidatos, 4.833 dos quais pleitearam a certificação do Ensino Fundamental, e 21.111, a certificação do Ensino Médio

Os candidatos que participaram das provas do Ensino Fundamental e Médio do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja/2020) poderão conferir o resultado na próxima segunda-feira, 13, quando este será divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Em Sergipe, as provas do Encceja aconteceram no dia 29 de agosto, na capital, Aracaju, e nos municípios de Estância, Itabaiana, Lagarto, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora do Socorro, Propriá, São Cristóvão, Simão Dias e Canindé do São Francisco. Ao todo, no estado, inscreveram-se 25.944 candidatos, 4.833 dos quais pleitearam a certificação do Ensino Fundamental, e 21.111, a certificação do Ensino Médio.

Os alunos que foram aprovados deverão solicitar à instituição certificadora indicada no ato da inscrição a Certificação de Conclusão do Ensino Fundamental ou Médio, no caso de aprovação em todas as áreas do conhecimento, ou a Declaração de Proficiência, no caso de aprovação parcial. Em Sergipe, as instituições credenciadas a emitir a certificação pelo Encceja são a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Secuc) e o Instituto Federal de Educação (IFS).

De acordo com o professor Edson Aragão, coordenador da Divisão de Exames Supletivos da Seduc (Diex), não há prazo limite para que o aluno que indicou a Seduc possa solicitar a certificação. Por isso, o coordenador pede que os candidatos se tranquilizem e, no caso de aprovação, requeiram a certificação das seguintes formas: através do email [email protected], anexando cópia do RG e CPF legível; na Divisão de Exames e Certificação (atendimento presencial), localizada na sede da Seduc; ou em uma das sedes das diretorias regionais de educação (DREs/DEA), munidos dos seguintes documentos: fotocópia do RG e CPF, e boletim do Encceja. Até o momento foram certificados pelo último Encceja, por meio da Seduc, 3.833 candidatos, sendo 821 certificados a nível do Ensino Fundamental e 3.012 no nível médio.

“Será certificado o participante que atingir o mínimo de 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e atingir o mínimo de cinco pontos na prova de redação. O participante pode conseguir o certificado de conclusão em uma única edição ou ao conquistar as declarações de proficiência das quatro áreas de conhecimento, em edições diferentes do Encceja. O exame tem o objetivo de oportunizar a jovens, adultos e idosos que não puderam concluir os estudos em idade regular a serem avaliados e, em caso de aprovação, obter a certificação do Ensino Fundamental ou Ensino Médio”, disse Edson Aragão.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

TJSE restringe atividades presenciais com rodízio de 50% dos servidores até 06 de março
Dia da Visibilidade Trans marca ações da mandata de Linda Brasil
“É enfim mais um passo pela garantia do direito do povo à saúde”, diz Gracinha Garcez sobre reinauguração no Cirurgia
Ação de vândalos compromete abastecimento de água em Feira Nova e Nossa Senhora da Glória