Aracaju, 16 de janeiro de 2022

Praia Limpa: PMA realiza a 3ª edição do projeto na Orla Pôr do Sol

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Prefeitura de Aracaju, por meio de sua Secretaria do Meio Ambiente (Sema), realizou na manhã deste sábado, 11, a terceira e última edição de 2021 do Praia Limpa. O evento foi realizado na Orla Pôr do Sol, localizada na Zona de Expansão, e contou com a participação de crianças e funcionários da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) José Carlos Teixeira, bem como, visitantes da Orla e membros de entidades ambientais do município.

O programa, realizado desde 2017, tem como principal objetivo sensibilizar banhistas e turistas sobre a importância de manter as regiões costeiras livres de qualquer tipo de resíduo. O evento é realizado de forma coordenada entre a Sema e outros órgãos públicos municipais, como a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), a Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec) e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT).

O secretário do Meio Ambientes de Aracaju, Alan Lemos, explica que tudo é feito de forma coordenada para que o Praia Limpa, a atividade de maior público de Educação Ambiental da Prefeitura, tenha o maior sucesso o possível. “Não medimos o sucesso desse programa pela quantidade de resíduos que recolhemos. Isso, a Prefeitura e a Emsurb já fazem diariamente em todos os pontos da cidade de forma muito competente. Nosso objetivo é, por meio do recolhimento adequado, conscientizar a população para a necessidade de preservar nossos manguezais, nossas áreas de restingas, nossas dunas, entre muitos outros espaços. Eu acredito que esse objetivo foi plenamente atingido e que, portanto, as edições que realizamos durante 2021 foram um sucesso”, avalia.

Para ele, é importante chamar a atenção de todos os banhistas da cidade para o uso adequado de nossas praias por meio da sensibilização ambiental. “A sensibilização chama a atenção para uma cidade melhor. Por meio dela, nós articulamos com vários atores da sociedade, como a sociedade civil, as entidades protetoras do meio ambiente e as Organizações Não Governamentais (ONGs) comprometidas com a agenda ambiental. Ao estar na rua com a população, de forma efetiva, como fizemos ao longo deste ano inteiro, reforçamos a posição de que a cidade precisa, ao mesmo tempo em que se desenvolve, criar condições para que as gerações futuras possam usufruir desses mesmos ativos ambientais que nós usufruirmos aqui hoje”, declara.

Para a coordenadora da Educação Ambiental, Raphaella Ribeiro, o sucesso da ação neste ano se deu, principalmente, devido à relação com a população. “Nós conseguimos estreitar os laços do serviço público com a comunidade e chegar com a sensibilização efetiva nessas comunidades para que a gente possa, por meio dela, estar sempre voltando e trabalhando ações continuadas, não apenas no momento do evento, mas posteriormente também”, afirmou.

A bióloga e curadora da Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA), Fabíola Gomes, destaca a importância do Praia Limpa. “Não só pela ação pontual que ele faz no dia, mas também com as pessoas, que acabam levando para casa essa maior sensibilidade com o Meio Ambiente. Isso não muda só no local, acaba expandindo também. Quanto mais ações dessas, mais pessoas são atingidas e menos impacto temos ao longo do tempo”, elucida.

Além disso, ela lembra o impacto que se pode observar em relação aos animais, por conta do descarte inadequado de resíduos. “Muitos deles chegam para a gente após a ingestão de lixo. Então, qualquer ação relacionada à conscientização de coleta de resíduos sólidos é muito válida e ajuda bastante o nosso trabalho”, declara.

Participação de crianças

Neste sábado, um dos destaques do evento foi a participação das crianças da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) José Carlos Teixeira. “A participação das crianças que moram aqui na região é essencial, porque podemos trabalhar a sensibilização de gerações futuras. Assim, elas crescem tendo a consciência de que os nossos rios são de essencial importância para mantermos o meio ambiente equilibrado em nossa cidade”, explica a coordenadora da Educação Ambiental, Raphaella Ribeiro.

A professora da Emef, Nilma Seres, ressalta que a participação das crianças é fundamental, porque a maioria delas convive próximo a essa região e depende do rio para sua subsistência. “Sendo educados desde já para isso, todos vão ser beneficiados”, afirma.

Já Fabíola Gomes, explica que as crianças podem sensibilizar adultos de forma mais eficiente que um outro adulto. “Se uma criança é capaz de entender e passar esse conhecimento ambiental, um adulto que ouve aquilo vai falar ‘Tá certo. Eu também tenho que fazer isso’. As crianças são multiplicadores de informação ambiental essenciais hoje, e, simbolizam a nossa nova geração, uma vez que está crescendo e levando consigo essa consciência”, opina.

2021

O Praia Limpa contou com três edições em 2021. “Nós realizamos um evento na praia da Cinelândia, em setembro, no World Cleanup Day (Dia de Limpeza Mundial). No mês passado, fomos ao Povoado Areia Branca para sensibilizar a comunidade, os pescadores, entre outros. E agora, estamos aqui na Orla Pôr do Sol, com os moradores, os praticantes de stand up paddle, os velejadores e os turistas para trabalharmos essa sensibilização ambiental”, detalha Raphaella Ribeiro.

O programa pôde ser realizado por meio da participação e do apoio de várias entidades Federais, Estaduais e Municipais. O secretário Alan Lemos destaca a importância da captação do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDD) do Ministério da Justiça, que permitiu a realização de ações de Educação Ambiental ao longo do ano. “O Praia Limpa é, então, uma ação com parceria do Governo Federal e de entidades locais, todos articulados com o apoio decisivo do FDD, para que possamos levar essa mensagem tão importante para todos os aracajuanos, trabalhando para que nossa cidade seja cada vez melhor para todos”, afirma.

Fonte e foto PMA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

FSF realiza testagem em clubes e seis atletas do Maruinense e cinco do Falcon testam positivo para Covid-19
Sergipe vence Falcon na abertura do Sergipão X1bet
Projeto da Elese estimula abertura de escolas do legislativo no interior
Covid-19: Brasil tem 22,9 milhões de casos e 620,9 mil mortes