Aracaju, 16 de janeiro de 2022

Prefeitura pagará segunda parcela do 13º aos servidores e antecipará salário de dezembro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O prefeito Edvaldo Nogueira anunciou, na manhã desta segunda-feira, 13, o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário dos servidores da Prefeitura de Aracaju e a antecipação do salário do mês de dezembro. Através das suas redes sociais, o gestor divulgou que a gratificação natalina será creditada nas contas de todos os trabalhadores ativos e inativos, da administração direta e indireta, na noite da próxima quarta-feira, 15, assim como o salário referente ao último mês do ano.

Durante a transmissão, Edvaldo destacou que a medida é um compromisso firmado junto aos servidores municipais, mas, também, garante um retorno positivo para toda a população aracajuana.

“Com esse pagamento, serão R$155 milhões injetados na economia, gerando emprego, renda e melhorando a qualidade de vida das pessoas, mas, acima de tudo, é o meu compromisso com os servidores públicos de Aracaju que têm trabalhado diuturnamente para que possamos ter uma cidade cada vez mais humana, mais sustentável, mais criativa e mais feliz. Aracaju está, a cada dia, mais bonita, e isso só é possível porque contamos com cada um de vocês, trabalhadores da Prefeitura de Aracaju”, afirmou Edvaldo.

O gestor destacou que, com o pagamento do mês de dezembro, a Prefeitura encerra o ano sem atrasar o salário dos servidores, “honrando com o compromisso do salário em dia, firmado com os trabalhadores da administração municipal. Aproveito para desejar um feliz Natal e um próspero ano novo a todos”, ressaltou o prefeito.

Por Tirzah Braga

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

FSF realiza testagem em clubes e seis atletas do Maruinense e cinco do Falcon testam positivo para Covid-19
Sergipe vence Falcon na abertura do Sergipão X1bet
Projeto da Elese estimula abertura de escolas do legislativo no interior
Covid-19: Brasil tem 22,9 milhões de casos e 620,9 mil mortes