Aracaju, 27 de janeiro de 2022

“IPTU-10” é a “nova variante” de Edvaldo que deixa o aracajuano sem dormir! 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Prefeitura de Aracaju está cuidando da sua gente! Verifique o seu cartão de vacina e procure os nossos postos de atendimento. Venha tomar a sua dose porque a pandemia ainda não acabou. Temos que manter todos os cuidados com esse vírus e, para tanto, já cancelamos o réveillon. Todo mundo sabe e é testemunha que eu gosto de festa, mas precisamos continuar atentos com essas variantes, com esse inimigo invisível. Nossa cidade está iluminada, a economia está aquecida e nós temos que celebrar esse momento de retomada“.

O depoimento acima é uma espécie de “compilado” dos discursos recentes do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), que é muito competente em fazer propaganda positiva de sua gestão, anunciando o pagamento de salários dos servidores e o calendário de vacinação contra a Covid-19, mas que “desaparece” quando precisa dar explicações aos cidadãos, a seus governados, pagadores de impostos e tributos. Chega a ser louvável esse “zelo” de Edvaldo com o povo, só que sua gestão tem umas “variantes” que deixam o aracajuano sem dormir.

Mesmo em tempos de crise, de dificuldades financeiras para a população, como bem coloca o prefeito, sua gestão “assusta” o contribuinte com o “vírus IPTU-10”! Entre 2020 e 2021 ele lançou a “variante “IPTU-2,65”, que já desagradou muita gente, e agora, para 2022, constata-se uma “evolução perigosa” desse “vírus receptor”, que pode ser “letal” para muita gente, inclusive para o servidor público municipal, que já enfrenta dificuldade para garantir o “prato na mesa”. Essa “nova variante” de Edvaldo tem impacto direto em diversos setores da economia.

E isso justamente num momento difícil para a população, como bem coloca o prefeito em suas “raras” aparições públicas. Estamos falando de uma administração que recebeu muitos recursos federais em 2020 e até certo ponto de 2021 para combater a covid-19. De uma gestão que desde 2017 vem sendo contemplada com emendas federais de deputados e senadores, em especial, do ex-líder do governo André Moura. Com todo respeito ao “super-secretário” da Fazenda, não justifica essa “sanha” por arrecadar mais e mais!

E agora o “prefeito da qualidade de vida” joga em nossa sociedade aracajuana o “vírus IPTU-10”, sem piedade alguma, sem nenhum remorso pela perda de renda, pelo fechamento de postos de trabalho, pela dificuldade encontrada para alugar ou vender imóveis. Nada disso parece importante para quem só demonstra satisfação em “abarrotar os cofres da PMA”. Será preciso repetir uma Inconfidência Mineira? Será preciso uma espécie de “insurreição”, uma resposta do povo a este “vírus receptor”? E o que dizem os vereadores de Aracaju?

O que faz a nossa Câmara Municipal? Será complacente, mais uma vez? O “IPTU-10” é um “vírus generoso”: apesar do “silêncio do prefeito”, seus auxiliares confirmam que seus efeitos podem ser sentidos em “doses menores”, controladas, por até seis meses. Isto que é gestão democrática! Até a dor alheia é parcelada! O máximo que se pode conseguir é um “desconto na dor”, mas desde que a “vacina” seja em “dose única”! Isso que é “cuidar da nossa gente”! É muito amor envolvido! Depois é andar por aí, com o “passaporte da vacina” pago, para continuar “imunizado”…

Veja essa!

Continua dando muito o que falar o “presente de Natal” do prefeito Edvaldo Nogueira para o povo de Aracaju. E não se trata da “cidade luz” que ele tanto propaga, numa parceria com a Energisa (setor privado), mas o reajuste de 10,05% na taxa do IPTU em 2022.

E essa!

Tem comerciante e proprietário de imóvel “amando” o prefeito de Aracaju. Os servidores da PMA, tão “valorizados” porque recebem os salários em dia, tiveram o último reajuste ainda na gestão do ex-prefeito João Alves Filho (in memoriam) em 2016. E agora terão que cobrir 10,05% de reajuste, só no IPTU. Eita lê lê!

E os serviços?

Se o dinheiro arrecadado com o IPTU estivesse atendendo a contento a sociedade, muitos aracajuanos pagariam o reajuste sem tanto barulho, mas alguns serviços como a iluminação pública (nas ruas dos bairros periféricos) e o transporte público, por exemplo, continuam deixando a desejar. O trânsito da cidade continua caótico e com pouca mobilidade.

 E as obras?

Tem obras que se arrastam pela gestão de Edvaldo, já citadas aqui por este colunista: as reformas dos terminais de integração; os pontos de ônibus que não protegem os usuários do transporte; as avenidas Hermes Fontes e Adélia Franco que foram entregues e não estão concluídas; a Maternidade do Santa Maria/17 de Março, dentre outras. Mas se limpa a cidade, pinta meio-fio e paga em dia tá tudo certo! Pode cobrar IPTU!

PPP

Justiça seja feita, se não fossem as parcerias firmadas pela Prefeitura de Aracaju com a Fecomércio e a iniciativa privada, o “caos” estaria consolidado na cidade; não teríamos nem o Natal Iluminado do centro da cidade, da Orla e do Parque da Sementeira. Tudo graças a essas parcerias, caso contrário…

Não procede I

O “fake News” correu os bastidores da imprensa local: ontem, o ex-deputado federal André Moura negou com veemência que tenha atuado em BSB para tomar o comando do Solidariedade em Sergipe. Está focado em fortalecer os partidos que têm controle político.

Não procede II

Por sua vez, o deputado federal Gustinho Ribeiro, que preside do Solidariedade em Sergipe, tratou de ratificar sua liderança junto ao presidente nacional, Paulinho da Força, que reforçou sua confiança e o comando para o parlamentar lagartense. O SD segue sob o controle de Gustinho.

Bomba!

Chega a informação que a Câmara de Vereadores do município de Itabaianinha comprou um elevador, recentemente, pelo preço máximo da licitação, mas com a participação de apenas um concorrente! Tudo com exigências bem restritivas e com uma empresa que não se apresenta no mercado para esse tipo de contrato.

Exclusiva!

A coluna obteve a informação também que, por conta da agilidade nesse processo, alguns órgãos de fiscalização e controle “cresceram os olhos” para esta situação e já estudam “fazer um pente fino” na atual gestão da Câmara Municipal de Itabaianinha. Há quem diga que isso vai render…

Alô Arauá!

Ainda no Centro-Sul não se fala outra coisa em Arauá: são os rumores em torno de pregões, dispensas e outras modalidades de licitação que estariam na mira dos órgãos de fiscalização. Só não vale jogar a culpa pra cima dos servidores do município alegando que não sabia de nada, porque falta de aviso é que não foi. O mais estranho são alguns supostos direcionamentos para parentes próximos. É preciso que o MPE se acorde e “tome tento”, oxe, oxe!

Reunião

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luciano Bispo (MDB), recebeu o Diretor-Presidente do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Sergipe (Sergipeprevidência), José Roberto de Lima Andrade, além dos Comandantes da Polícia Militar e do Corpo d Bombeiros, Coronel Marcony Cabral Santos e Coronel Alexandre Alves, respectivamente, para tratarem do projeto do Poder Executivo que versa sobre o Sistema de Proteção Social dos Militares de Sergipe.

Luciano Bispo

Luciano Bispo destacou a participação do Poder Legislativo na tramitação da proposta e disse que “nós já estamos discutindo esse projeto tem uns dois anos e agora nos colocamos à disposição dos militares para aprovarmos o Sistema de Proteção Social dos Militares de Sergipe. Essa proposta não traz ônus para o Estado e beneficia diretamente uma área tão importante para o nosso povo que a PM e o Corpo de Bombeiros. Conversamos com o Sergipeprevidência e tudo está devidamente alinhado e pactuado. Estamos certos que vamos conseguir aprovar pelo bem que esses servidores fazem a Sergipe”.

José Roberto

O Diretor-Presidente do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Sergipe (Sergipeprevidência), José Roberto de Lima Andrade, destacou que a proposta foi elaborada com a participação de todos os envolvidos. “Este é um projeto construído em sintonia com todos. Essa é uma legislação complementar para os militares que possuem um regime próprio, mas o Sistema de Proteção Social é algo necessário, que já vem sendo encaminhado nacionalmente, e nós estamos adequando ao que recomenda a Constituição Federal, garantindo uma segurança jurídica para esses servidores”, explicou, pontuando que se trata de uma regulamentação já consolidada no âmbito nacional.

Marcony Cabral

O Comandante da PM, Coronel Marcony Cabral, disse que a proposta em discussão consolida as garantias e direitos na aposentadoria dos militares de Sergipe. “Fica aqui o nosso agradecimento a todos os envolvidos, ao presidente Luciano Bispo, ao Comandante do Corpo de Bombeiros e ao Sergipeprevidência, em especial ao governador Belivaldo Chagas (PSD). Existe uma legislação aprovada na Constituição Federal e que agora será adequada aqui em Sergipe. Estamos felizes com a consolidação desses direitos. Agradecemos ao governador por reconhecer e valorizar cada policial com essa proposta”.

Alexandre Alves

Já o Comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Alexandre Alves, também não escondeu a satisfação com o envio da proposta para a Alese. “Esse é um momento histórico para consolidar os direitos dos militares sergipanos quando conduzidos para a reserva remunerada. Uma proposta construída com várias mãos com a participação das instituições militares. Estamos felizes em ver o governo de Sergipe prestigiando os servidores da PM e do Corpo de Bombeiros”, disse, pontuando que também protocolou um PL inédito na Alese que versa sobre a estrutura administrativa dos Bombeiros Militares, com um organograma de todas as unidades da corporação.

Presenças

O subsecretário-geral da Mesa Diretora da Alese, Igor Albuquerque, e o Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Casa, Capitão José Melo dos Santos. também participaram da reunião.

Câncer de pele

O adiamento de consultas devido ao isolamento social no auge da pandemia gerou impacto no diagnóstico de diversas doenças, entre elas o câncer de pele. Dados preocupantes da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) apontam que durante o ano de 2020 foram realizados 17.227 diagnósticos a menos dessa doença do que em 2019. Isso significa que o número absoluto de casos foi 24,7% menor do que no período anterior ao avanço da covid-19. Em entrevista, Dra. Suyan Vasconcelos, CEO da Clínica Splendore em Aracaju, falou sobre os sinais que não devem ser ignorados.

Dra. Suyan Vasconcelos I

Para a médica é preciso recuperar o tempo perdido. “Aqueles que adiaram suas consultas devem procurar o dermatologista o quanto antes. Sempre falamos da regra do “A, B, C, D, E”, a letra “A” é assimetria, se você tem um sinal que começou a ficar diferente, é preciso investigar, já o “B” é a borda, geralmente os sinais que temos tem bordas bem regulares, mas se ele passa a ficar irregular, uma ponta para lá, outra pra cá, também é motivo para buscar ajuda médica, o “C” é a coloração, há sinais de cor preta, marrom, vermelha, mas se essa cor começa a mudar, é bom investigar. O “D” é o diâmetro, então se a lesão começa a crescer e tem mais do que cinco milímetros, também precisa de avaliação, já a letra “E”, é a evolução, ou seja, uma lesão que muda rapidamente de forma também precisa ser analisada”, explica.

Dra. Suyan Vasconcelos II

A ida ao dermatologista deve acontecer pelo menos uma vez ao ano. “Além da consulta o autocuidado é fundamental, como por exemplo, evitar exposição solar entre 10h00 e 16h00, usar protetor solar diariamente, bonés e chapéus com proteção solar, preferir locais com sombra e se hidratar constantemente”, orienta Dra. Suyan.

Dra. Suyan Vasconcelos III

Outra forma de prevenção é pedir que alguém próximo observe se há manchas ou sinais em locais que não conseguimos ver. “Às vezes temos lesões nas costas que não conseguimos acompanhar, uma simples observação pode levar o indivíduo a uma consulta e assim receber a devida orientação”, finaliza.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

[email protected] e [email protected]

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Famílias da zona rural recebem subsídio pra comprar imóveis, Em Sergipe, foram 8 contratos que somaram R$ 627 mil
Secretaria de Estado da Saúde recebe 48.550 doses de vacinas contra a Covid-19 nesta quinta
Aracaju recebe 21 mil testes rápidos enviados pelo Ministério da Saúde a pedido da FNP
Campanha de combate à Hanseníase oferece exames à população no Hospital Universitário